CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

14 de out de 2009

CARACTERÍSTICAS DA VIDA DE JESUS CRISTO



MEDIAÇÃO:
Como Jesus, deve se sentir “enviado como mediador entre Deus e os homens.” (1Tm 2,5).

INCULTURAÇÃO:
Como Jesus deve se encarnar na realidade do ambiente a ser evangelizado:
“Assumiu a condição de servo e tornou-se semelhante aos homens.” (cf. Fl 2,5).

FIDELIDADE:
Jesus afirmou:
“Eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.” (Jo 6, 38-39).
O missionário não deve pregar suas idéias pessoais, mas o Evangelho, do qual nem ele e nem a Igreja são donos absolutos.
O Evangelho deve ser transmitido com fidelidade.

EVANGELIZAÇÃO:
“É necessário que eu anuncie o Reino de Deus em outras cidades... Porque para isso fui enviado.” (Mc 1,38).
O missionário não pode se instalar, mas estar sempre disponível para anunciar a Boa Nova onde mais precisar.

NOVIDADE:
Ele mesmo é a Boa Nova a ser anunciada.
Ele é Deus presente entre nós: “E o verbo de Deus se fez homem e habitou entre nós...” (Jo 1,1-17).
“Se é pelo dedo de Deus que eu expulso os demônios, então o Reino de Deus chegou para vocês.” (Lc 11,20).

EXEMPLO:
O estilo de Jesus se caracteriza por uma “vida de pobreza, de serviço total, de perseguição, de aparente fracasso, até a morte.” (AG 5).

AMOR AO PRÓXIMO:
Para Jesus, as pessoas contam muito mais do que as regras e os ritos.
É impossível amar a Deus sem amar o próximo.
Lavando-lhes os pés, Jesus mostra aos seus discípulos que deverão servir aos outros e não subjugá-los.

SUA MISSÃO

A missão de Jesus assumiu proporções de impacto na vida do povo e, sobretudo, na vida dos poderosos que se sentiram ameaçados por suas palavras.
Neste sentido, descobrimos mais algumas características da missão de Jesus.

Entre elas:

URGÊNCIA:
“Por que vocês estão aí o dia inteiro desocupados?
Vão vocês também trabalhar na minha vinha.” (Mt 20,7).
A missão da Igreja e de cada um de nós continua urgente como nunca.

CHAMAMENTO:
“Chamou os que desejava escolher.” (Mc 3,13).
Jesus não escolhe heróis e nem santos, mas homens comuns, trabalhadores honestos e cheios de boa vontade.

FORMAÇÃO:
Jesus se preocupa para que seus escolhidos façam uma experiência com ele MC 13,14), seguindo-o nas provações (cf. Lc 22,28), dando testemunho:
“Vocês deram testemunho de mim, porque vocês estão comigo desde o começo”. ( J o 15, 27).

CONFIANÇA:
Transmite-lhes diversos poderes: pregar, curar os enfermos, expulsar demônios, perdoar pecados, entre outros.

ENVIO:
Depois da ressurreição, enviou seus discípulos: “Ide no mundo inteiro, pregai... Batizai...”. (cf. Mc 16,15) “... Fazei meus discípulos todos os povos.” (Mt 28,19). Jesus repete às nossas Igrejas que devem se preocupar com a Missão Universal.

É indispensável, porém, que cada batizado, cada missionário tenha um encontro profundo com Jesus, que chamamos de conversão.
Esta experiência de fé gera o ardor missionário e a abertura para a missão universal.
É a experiência da mulher samaritana ( Jo 4,5-52); de Zaqueu (Lc 19, 1-10); do Apóstolo Paulo (At 9, 3-30) e de tantos outros. Depois dessa experiência, estas pessoas sentiram a necessidade de compartilhar:
“O que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos e nossas mãos apalparam... Nós o damos a conhecer.”

Devemos nos sentir convocados a anunciar o Evangelho em meio a tantas propostas que a modernidade apresenta.

O PRIMEIRO MISSIONARIO DO MUNDO


JESUS é o Missionário por excelência e o modelo de como os missionários devem despojar-se de si para anunciar o Reino.
A seu Filho, num gesto de amor infinito, Deus Pai confiou a missão de realizar a nova e definitiva aliança com a humanidade.
Dessa forma, Jesus assume o sonho e a paixão missionária do Pai.
Isso fica explícito na declaração de Jesus na sinagoga, como lemos em Lc 14,18:
“O espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Nova aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos!”.
Foi isso que Jesus fez quando, curando as pessoas dos males físicos, psicológicos e sociais, anunciava-lhes o Reino de Deus.
É aquilo que hoje chamamos de evangelização e promoção humana, características fundamentais do trabalho de todo missionário.

12 de out de 2009

A vida do Apóstolo Paulo de Tarso


O apóstolo Paulo de Tarso, cujo nome original era Sha'ul ("Saulo") (Tarso, c. 9 — Roma, c. 64) é considerado por muitos cristãos como o mais importante discípulo de Jesus ("Yeshua") e, depois de Jesus, a figura mais importante no desenvolvimento do Cristianismo nascente.

Paulo de Tarso foi um apóstolo diferente dos demais, por ter dado maior ênfase aos irmãos gentios, pois seu chamado era destinado a eles que estavam espalhados pelo mundo (Atos 13:47).
Paulo, assim comos os outros Verdadeiros Apóstolos, também teria visto Jesus Cristo (Atos 9:17, I Coríntios 15:8, dentre outros textos).
Paulo era um homem culto, pois era fariseu seguidor de rabi Gamaliel.
Destaca-se dos outros apóstolos pela sua cultura, considerando-se que em sua maioria era de pescadores.
A língua materna de Paulo era o grego.
É provavel que também dominasse o aramaico.

Educado em duas culturas (grega e judaica), Paulo fez muito pela difusão do Cristianismo entre os gentios e é considerado uma das principais fontes da doutrina da Igreja.
As suas Epístolas formam uma secção fundamental do Novo Testamento.
Alguns afirmam que ele foi quem verdadeiramente transformou o cristianismo numa nova religião, e não mais uma seita do Judaísmo.

Foi a mais destacada figura cristã a favorecer a abolição da necessidade da circuncisão e dos estritos hábitos alimentares tradicionais judaicos.
Esta opção teve a princípio a oposição de outros líderes cristãos, mas, em consequência desta revolução, a adoção do cristianismo pelos povos gentios tornou-se mais viável, ao passo que os Judeus mais conservadores, muitos deles vivendo na Europa, permaneceram fiéis à sua tradição, que não tem um móbil missionário.

No ano de 32 D.C., dois anos após a crucificação de Jesus, Saulo viajou para Damasco atrás de seguidores do cristianismo, principalmente de um, que se chamava Barnabé. Na entrada desta cidade, teve uma visão de Jesus, que em espírito lhe perguntava: "Saulo, Saulo, por que me persegues?". Ficou cego imediatamente. Foi então levado para a cidade. Depois de alguns dias, um discípulo de Jesus, chamado Ananias, foi incumbido de curá-lo. Após voltar a enxergar, converteu-se ao cristianismo, mudando o seu nome para Paulo.
Paulo, a partir de então, se tornaria o "Apóstolo dos Gentios", ou seja, aquele enviado para disseminar o Evangelho para o povo não judeu.
Em 34 D.C., foi a Jerusalém, levado por Barnabé, para se encontrar com Pedro e Tiago, líderes da principal comunidade cristã até então.
Durante 16 anos , após sua conversão, ele pregou no vale do Jordão, na Síria e na Cilícia. Foi especialmente perseguido pelos judeus, que o consideravam um grande traidor.
Fez quatro grandes viagens missionárias: 1ª Viagem (46-48 D.C.), 2ª Viagem (49-52 D.C.), 3ª Viagem (53-57 D.C.), 4ª Viagem (59-62 D.C.), sendo que na última foi à Roma como prisioneiro, para ser julgado, e nunca mais retornou para a Judéia.
Certamente escreveu inúmeras cartas, mas somente 14 destas chegaram até nós, chamadas de Epístolas Paulinas, que são:

Epístola aos Romanos;
1ª e a 2ª aos Coríntios;
aos Gálatas; aos Efésios,
aos Filipenses;aos Colossenses;
1ª e a 2ª aos Tessalonicenses;
1ª e 2ª a Timóteo;a Tito;a Filemon e aos Hebreus

Através de suas cartas, Paulo transmitiu às comunidades cristãs e aos seus discípulos uma fé fervorosa em Jesus Cristo, na sua morte e ressurreição.
A esta fé soma-se um fator fundamental: o seu temperamento, que era passional, enérgico, ativo, corajoso e também capaz de idéias elevadas e poéticas.
No ano de 64 D.C., foi morto pelas Legiões Romanas, nas perseguições aos Cristãos instauradas por Nero, depois do grande incêndio de Roma.

SEJA COMO PEDRO


Simão foi pescador (Mt.4.18), até o dia em que, conduzido por seu irmão André (João1.40), conheceu o Senhor Jesus, o qual lhe chamou "Pedro" (Petros), nome grego que significa "pedra", o mesmo que "Cefas" em aramaico (João 1.42).
Era chamado também de "Simão Barjonas", ou seja, Simão, filho de Jonas (Mt.16.17), ou filho de João (Jo.21.15).
Devido ao uso de mais de um idioma, era comum as pessoas possuírem mais de um nome. Um hebraico, outro grego; ou um em latim, outro em aramaico, ou até mesmo dois nomes numa mesma língua.
O caso de Simão é bastante peculiar.
Jesus lhe deu um novo nome: Pedro. Não lhe bastaria ser "famoso".
Precisava ser firme e inabalável.
Afinal, firmeza era o que mais lhe faltava naqueles primeiros anos de serviço ao Mestre.
Em seus momentos de debilidade, era chamado de "Simão" (Lc.22.31; Mc.14.37; João 21.15-17). Era o "velho homem" em ação, com toda a sua fraqueza natural.
Quando conhecemos o Senhor Jesus, ele muda o nosso nome.
Muitos, antes de se converterem, eram chamados de "mentirosos", "enganadores", etc. Depois, passam a ser conhecidos como honestos, trabalhadores, bons cidadãos, etc. Quando o suposto convertido não vive à altura do evangelho, então fica conhecido como "crente desonesto", "crente mentiroso", etc.
Tornou-se o seu "último estado pior do que o primeiro".
Pedro era casado e morava em Cafarnaum, cidade situada ao noroeste do Mar da Galiléia (Mc.1.21,29,30).
Jesus exerceu nessa região uma parte considerável do seu ministério.
Pedro se tornou discípulo e apóstolo de Jesus (Mt.10.2). Seu ministério foi mais dedicado aos seus próprios compatriotas, os judeus.
Foi considerado "apóstolo à circuncisão" (Gál. 2.8).
Foi grande o seu destaque entre os apóstolos quando andavam com Jesus e também na igreja, depois da ascensão do Senhor.
Pedro pronunciou a mais célebre declaração dita por um discípulo:
"Tú és o Cristo, o Filho do Deus vivo."
(Mt.16.16).
E também: "Para quem iremos nós, Senhor.
Tu tens as palavras da vida eterna." (João 6.68).
Por outro lado, cometeu grave erro ao repreender o Mestre dizendo:
"Senhor, tem compaixão de ti.
Isso de modo nenhum te acontecerá." (Mt.16.22).
Imediatamente, ouviu a mais severa repreensão de Cristo:
"Para trás de mim, Satanás!" (Mt.16.23).

Observamos que Simão Pedro saía na frente dos discípulos em qualquer situação, fosse para errar ou acertar.
Com isso, conseguia grandes elogios e também repreensões.
Pedro teve experiências ímpares, maravilhosas, e também fracassos vergonhosos.

Vejamos alguns exemplos:

Andou sobre as águas (Mt.14.29)
Testemunhou a ressurreição da Filha de Jairo (Lc.8.51)
Testemunhou a transfiguração de Cristo (Mt.17.1).
Testemunhou a agonia de Cristo no Getsêmani (Mt.26.37)
Pescou um peixe que tinha uma moeda na boca (Mt.17.27).
Pregou no dia de Pentecostes (At.2).
Curou um coxo na porta do Templo (At.3).
Talvez enfermos tenham sido curados sob a sua sombra (At.5.15).
Mediante a sua palavra, morreram Ananias e Safira (At.5.1-10).
Curou um paralítico (At.9.34).
Ressuscitou Dorcas (At.9.40)

FRACASSOS VERGONHOSOS

Duvidou e começou a afundar (Mt.14.30).
Repreendeu o Senhor Jesus. (Mt.16.22).
Negou a Cristo três vezes (Mc.14.66-72).
Cortou a orelha de Malco (João 18.10-11).
Foi temporariamente contrário à evangelização dos gentios (At.10).
Apresentou duplo comportamento (Gál. 2.11-12).


Alguns episódios da vida de Cristo foram testemunhados apenas por Pedro, Tiago e João.
Até a ordem em que esses nomes aparecem no texto nos mostra a preeminência de Pedro (Lc.8.51; Mt.17.1; Mt.26.37).

Durante algum tempo, sua vida foi muito contraditória.
Se Pedro vivesse nos nossos dias e tivéssemos de formar uma comissão na igreja, ou uma equipe para um trabalho especial, talvez não o escolheríamos.
Contudo, Jesus o escolheu.
E não acontece assim também conosco? Num momento estamos
"andando sobre as águas" e, "no próximo versículo"
já começamos a afundar.
Talvez também tenhamos muitas vezes negado a Cristo através das nossas ações e palavras.
Contudo, Jesus nos escolheu e já nos conhecia antes que pudéssemos acertar ou errar. O mais importante é o conserto.
Se caímos precisamos nos levantar rapidamente, seguir adiante, e procurar evitar novas quedas.
Pedro negou a Cristo três vezes.
Confrontado por sua consciência e pelo olhar do Mestre, chorou amargamente, arrependido do seu fracasso (Lc.22.61-62).
Passados cinqüenta dias, Pedro estava pregando a respeito da ressurreição de Cristo. Afinal, sua vocação não foi cancelada pelo pecado.
No dia de Pentecostes, Pedro estava entre os que foram cheios do Espírito Santo, inaugurando assim a igreja do Senhor Jesus.

O registro dos erros de Pedro são bastante oportunos pois, além de evidenciarem a sinceridade dos escritores bíblicos, servem para derrubar a tese de uma suposta infalibilidade apregoada por alguns.

Tantas falhas deveriam ter sido suficientes para que Pedro não viesse a ser idolatrado por tantas pessoas.
Contudo, todos os seus erros não foram bastantes.

O escritor de Atos dos Apóstolos concentrou-se na pessoa e nas obras de Pedro até o capítulo 12.
Afinal, foi considerado como uma das "colunas da igreja" (Gálatas 2.9).

Além de ter trabalhado em Jerusalém, atuou também na Babilônia (I Pd.5.13).
Não se sabe ao certo se Pedro esteve na Babilônia que ficava às margens do Eufrates, ou se isso foi uma referência velada à cidade de Roma.

Segundo Orígenes, Pedro foi morto sob as ordens do Imperador Nero depois do incêndio em Roma. Sabendo que seria crucificado, Pedro pediu que o fosse de cabeça para baixo, pois não se julgava digno de morrer na mesma posição que o Mestre.
A data de sua morte estaria situada entre os anos 64 e 68 d.C.

Seu nome original era Simão, abreviatura de Simeão, nome hebraico que significa "famoso". pedro que significa pedra.

Depois do sofrimento, vêm as bênçãos


O sofrimento desta vida é temporário.
O sofrimento de Jó foi intenso, mas não durou para sempre.
É bem provável que ele lembrou, durante o resto da vida, daquelas experiências doloridas.
Mas a crise passou, e a vida continuou.
Deus restaurou as posses dele em porções dobradas.
A mesma coisa acontece conosco.
Enfrentamos alguns dias muito difíceis, mas as tempestades passam e a vida continua. Vivendo na época da nova aliança de Cristo, nós temos uma grande vantagem.
Temos uma esperança bem definida de uma recompensa eterna no céu
(Hebreus 11:13-16,39-40; 12:1-3; 13:14).
Qualquer sofrimento é pequeno quando o colocamos no contexto da eternidade.

Deus não explica tudo


Quando sofremos, é natural perguntar:
"Por quê?".
Jó fez isso (Jó 3:24).
Habacuque fez a mesma coisa (Habacuque 1:3).
Milhões de outras pessoas têm feito a mesma pergunta.
É interessante e importante observar que Deus não responde a todas as nossas perguntas.
Pode ler o livro de Jó do começo ao fim, e não encontrará uma resposta completa de Deus à pergunta do sofredor.
Durante a boa parte da história, Deus deixou Jó e seus amigos a ponderar o problema. Quando o Senhor falou no fim do livro, ele não explicou o porquê.
A partir do capítulo 38, Deus afrima que o homem, como mera criatura, não é capaz de entender muitas das coisas de Deus, e não é digno de questionar a sabedoria divina. Jó entendeu a correção de Deus, e respondeu humildemente:
"Sou indigno; que te responderia eu?
Ponho a mão na minha boca.
Uma vez falei e não replicarei, aliás, duas vezes, porém não prosseguirei
(Jó 40:4-5).
Jó pediu desculpas a Deus por ter duvidado da justiça e da bondade do Criador:
"Na verdade, falei do que não entendia; coisas maravilhosas demais para mim, coisas que eu não conhecia....Por isso, me abomino e me arrependo no pó e na cinza"
(Jó 42:3,6).

Amigos nem sempre ajudam


Três amigos de Jó ficaram sabendo de seu sofrimento, "e combinaram ir juntamente condoer-se dele e consolá-lo" (Jó 2:11).
Mas as palavras deles não ajudaram.
Ofereceram explicações baseadas nas opiniões deles, e não na verdade que vem de Deus. Onde Deus não tinha falado, eles ousaram de falar.
O resultado não foi consolo e ajuda, e sim perturbação e desânimo.
A mesma coisa acontece hoje.
Quando alguém sofre de um problema de saúde, outras pessoas tendem falar sobre algum caso triste de alguém que teve a mesma doença e morreu.
Quando uma pessoa amada morre, muitas pessoas procuram confortar a família com palavras insensatas e até mentirosas.
É melhor falar umas poucas palavras com compaixão do que falar muito e entristecer a pessoa mais ainda.
Quando sofremos perda, é melhor procurar conselho na palavra de Deus e da boca de pessoas que a conhecem e que vivem segundo a vontade do Senhor.

QUANDO TUDO DA ERRADO LEMBRE-SE DE JÓ



Jó ou Job (em hebraico: אִיּוֹב), cujo nome significa voltado sempre para Deus[1], é um personagem do Livro mais antigo escrito da Bíblia, isto é, o Livro de Jó do Antigo Testamento.
Ele foi um patriarca na terra de Uz, onde atualmente se encontra a Arábia.
Há indícios de que viveu entre os séculos XVII a.C.(1683a.C.) a XVI a.C. (1543a.C.).

Nasceram-lhe sete filhos e três filhas (Jó 1:2).
Possuía ele sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas, tendo também muitíssima gente ao seu serviço; de modo que este homem era o maior de todos os do Oriente (Jó 1:3).

Chegado o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles.
Disse o Senhor a Satanás:
"Notaste porventura o meu servo Jó, que ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus, e se desvia do mal?
" (Jó 1:6,8).
Satanás, entretanto, desafia a integridade de Jó, e então Deus entrega Jó na mão de Satanás, resultando na tragédia de Jó: a perda instantânea de seus bens, de seus filhos e de sua saúde.

Porém, Jó não blasfemou contra Deus, mas ao invés disso, ele se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançando-se em terra, adorou ao Senhor; e disse: "nu saí do ventre da minha mãe, e nu tornarei para lá.
Deus me deu, e Deus tirou; bendito seja o nome do Senhor"
(Jó 1:20-21).

Deus permitiu que Satanás ferisse Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até o alto da cabeça. (Jó 2:7)

Durante os 42 capítulos desse Livro, sucedem debates de grande profundidade entre Jó e seus sábios amigos (Elifaz, Bildade e Zofar) sobre a grandeza dos propósitos da divindade e sobre os mistérios da vida humana.
Ao final, Jó começa a falar com Deus, e a indagá-lo, quando então vem a ser duramente repreendido, e a se humilhar perante o Senhor.

E Deus virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos, e o Senhor acrescentou a Jó em dobro a tudo quanto antes possuía de bens materiais, além de vir a ter outros sete filhos e três filhas, e a viver mais cento e quarenta anos, até morrer velho e farto de dias.

O Livro de Jó ou Job é um dos livros sapienciais do Antigo Testamento e da Tanakh.
É considerado a obra prima da literatura do movimento de Sabedoria.
Também é considerada uma das mais belas histórias de prova e fé.

Pessoas boas sofrem
Talvez o ponto principal do livro é o simples fato que pessoas fiéis a Deus ainda sofrem nesta vida.
O primeiro versículo do livro já define, do ponto de vista de Deus
(veja, também, Jó 1:8) o caráter de Jó:
"Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desviava do mal.
Enquanto entendemos que o sofrimento entrou no mundo por causa do pecado (Gênesis 3:16-19), aprendemos em vários trechos bíblicos que a dor e a tristeza atingem as pessoas boas e dedicadas.
Jó, um homem íntegro, sofreu imensamente.
Paulo, um servo dedicado ao Senhor, sofreu muito mais do que a grande maioria dos ímpios (2 Coríntios 11:23-27).
Mesmo quando ele pediu a Deus, querendo alívio de algum problema, Deus recusou seu pedido (2 Coríntios 12:7-9).
Mas, não devemos estranhar com isso, pois o próprio Filho de Deus sofreu na carne (Hebreus 2:9-10,18).
Os que servem a ele sofrem, também.


O diabo quer nos derrubar com nosso sofrimento

O propósito de Satanás fica bem claro nos primeiros dois capítulos de Jó.
Ele vê o sofrimento como uma grande oportunidade para derrubar a fé dos servos de Deus.
Ele aceitou o desafio de tentar destruir a fé de um dos homens mais idôneos do mundo.
Depois, ele foi tão ousado que desafiou o próprio Jesus, usando todas as tentações imagináveis para o vencer (Mateus 4:1-11).
O diabo entende muito sobre a natureza humana.
Ele sabe que pessoas que servem a Deus fielmente quando tudo vai bem na vida podem ser tentadas por meio de alguma calamidade pessoal.
Problemas financeiros, a morte de um ente querido, alguma doença grave tais sofrimentos na vida são, freqüentemente, o motivo de abandonar a Cristo.
Enquanto a mulher de Jó não prevaleceu na vida do próprio marido, o conselho dela (Jó 2:9) vem derrubando a fé de muitas outras pessoas que enfrentam dificuldades na vida.
Jó não sabia a fonte de seu sofrimento (capítulos 1 e 2 contam a história para nós, mas ele não sabia de tudo que estava acontecendo entre Deus e Satanás).
Às vezes, nós não temos noção da fonte das nossas dificuldades.
Mas, podemos ter certeza que o diabo está torcendo para que tropecemos e afastemos de Deus.

"Graças a Deus que nos dá a vitória por intermédio do nosso Senhor Jesus Cristo." 1 Coríntios 15.57


"O que devo fazer para ter vitória constante sobre a minha velha natureza?
perguntam muitos.
Pois na prática diária muitas vezes se nota tão pouco dessa vida vitoriosa.
Mas aqui é válida a pergunta:
você crê que Jesus Cristo de fato morreu na cruz?
Em caso afirmativo, vale Romanos 6.6:
"...sabendo isto, que foi crucificado com ele o nosso velho homem, para que o corpo do pecado seja destruído, e não sirvamos o pecado como escravos.
" No momento em que o inimigo procura nos provocar por meio de pessoas que ofendem, caluniam ou cometem outras injustiças, temos a oportunidade de provar que cremos no poder da morte de Jesus.
Justamente numa ocasião assim é que o "estar crucificado com Cristo" se mostra como o segredo da vitória sobre tudo o que é negativo.
Deus providencia para que no dia-a-dia sejamos constantemente confrontados com o Crucificado.
Por toda parte nos deparamos a cruz.
Se não tivéssemos provações, não haveria oportunidade de praticar a vitória de Jesus Cristo conquistada na cruz.
Por esse motivo, deveríamos amar aqueles que nos machucam em nossos pontos mais sensíveis, pois em cada tentação temos a possibilidade de exclamar o que está escrito em 2 Coríntios 2.14:
"Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos conduz em triunfo.

Pela ressurreição de Jesus Cristo, todas as exigências de Deus foram cumpridas

Pela entrega da Sua vida na cruz do Calvário, o Senhor Jesus ofereceu o sacrifício pelo pecado original e por todos os pecados cometidos, e através desse sacrifício, o Deus santo pôde reconciliar-se com Sua criação
"a saber, que Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não imputando aos homens as suas transgressões..." (2 Co 5.19).
Mas o mais importante foi que, assim, a imagem santa de Deus que Ele colocara no homem foi resgatada.
Pois cada pessoa que responde afirmativamente ao Calvário, aos olhos de Deus, é transferida de volta para o estado original da criação, porque em Jesus Cristo passa a ser justa.
Em Romanos 8.1 lemos a respeito:
"Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus.
"Assim cada pessoa que responde afirmativamente ao Calvário está novamente de posse da vida eterna que havia sido perdida no Paraíso.
A esse respeito lemos em 1 João 5.12a:
"Aquele que tem o Filho, tem a vida.
" Por isso, pela ressurreição de Jesus Cristo dos mortos, todas as exigências do Deus santo como selo da obra expiatória consumada no Calvário foram cumpridas.

Por ocasião da segunda vinda, 1. Os justos mortos ressuscitarão (I Tessalonicenses 4:16).
2. Esta é chamada a primeira ressurreição. (Apocalipse 20:6).
3. Os santos vivos serão transformados. (I Coríntios 15:22).
3. Todos os justos serão levados ao Céu. (I Tessalonicenses 4:17)
4. Os ímpios vivos serão destruídos (mortos) pela resplendor da manifestação de Deus (II Tessalonicenses 2:8).
5. Esta terra ficará desolada, vazia. (Jeremias 4:23-26).
6. Satanás será preso. (Apocalípse 20:1-3).

A Única Saída Para o Pecador

JESUS TE AMA .
Hoje, agora mesmo Ele quer te dar a certeza do perdão de todos os seus pecados, não importa quão graves foram ou sejam, tirar todo medo da morte e do inferno.
Não seja incrédulo pois JESUS TE AMA.
Jesus disse: “Não temas; eu sou o primeiro e o último, e aquele que vive; estive morto, mas eis que estou vivo pelos séculos dos séculos, e tenho as chaves da morte e do inferno”. (Apocalípse 1:17-18).
Para esclarecer: Cristo disse que é primeiro e último (Apocalipse 1:8; 1:11; 2:8; 21:6 e 22:13) porque não há outro meio de chegar a Deus. Ele pode todas as coisas, creia nele hoje mesmo.
Jesus Cristo morreu na cruz pelos nossos pecados.
Ficou três dias no coração da terra, ressuscitou, está vivo, tem as chaves do inferno que nunca se abrirão para receber aqueles que crêem NELE.
Você quer receber a salvação agora mesmo?
Não hesite!
Não seja incrédulo. (II Pedro 3:9).

A que terão acesso, os remidos em Cristo, através da eternidade?


“E mostrou-lhe o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro.
No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações”.
(Apocalipse 22:1-2).
Isto é simplesmente maravilhoso.
São bênçãos e garantias que Deus, que pelo seu grande amor, promete em Sua Palavra para todos aqueles que permanecerem até o fim, independentemente dos acontecimentos em sua vida; Fazendo somente o que é agradável aos olhos do Senhor e de Seu Unigênito Filho Jesus Cristo, Nosso Senhor e Salvador.
Amém.

A separação do joio e do trigo:


Pegando algumas parábolas que Cristo citou, temos o esboço da “sorte” dos ímpios e a recompensa dos justos, em pormenores:
Parábola do semeador (Mateus 13:24-30)
Parábola da semente (Mateus 13:31:43)
Nestas parábolas Jesus foi bem claro, nos mostrando, a separação dos bons
(cristãos) e dos maus (ímpios)
Do joio e do trigo e ainda, quando seria e quem faria a colheita, e principalmente onde viverão os justos
(crentes).

Qual será o castigo (a recompensa, o pagamento) do pecador (do ímpio) de pois da morte?


Jamais poderíamos usar as palavras “do mundo” e dizer que o inferno é aqui na terra, é o que passam hoje, e que não existe inferno.
Ora, se sabemos que Deus é amor e também justiça, então porque Deus deixaria as pessoas fazerem o que bem entender, só porque deu o livre arbítrio de escolher “aceitar seu filho Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador (porta estreita) ou viver no mundo vivendo no mundo, no pecado (a porta larga) e deixar por isto mesmo?
Afirmo com plena convicção e baseado na Palavra de Deus que jamais!

Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor".
(Romanos 6:23).
“E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo.
Esta é a segunda morte.” (Apocalipse 20:14).
“Pois que reconsidera, e se converte de todas as suas transgressões que cometeu; certamente viverá, não morrerá.” (Ezequiel 18:28).
Significa que todo aquele que morreu pela primeira vez (morte da carne, por acidente, natural, doença, etc.) e foi condenado por não crer em Jesus Cristo, independentemente se já foi ou não lançado no inferno, não importa, pois ambos (a morte e o inferno) serão lançados no lado de fogo.

“E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo”.
(Mateus 10:28).

“Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha; e o dia que está para vir os abrasará, diz o Senhor dos Exércitos, de sorte que lhes não deixará nem raiz nem ramo.
Mas para vós, os que temeis o meu nome, nascerá o sol da justiça, e cura trará nas suas asas; e saireis e saltareis como bezerros da estrebaria. E pisareis os ímpios, porque se farão cinza debaixo das plantas de vossos pés, naquele dia que estou preparando, diz o Senhor dos Exércitos”.
(Malaquias 4:1-3).
“Eis que serão como a pragana, o fogo os queimará; não poderão salvar a sua vida do poder das chamas; não haverá brasas, para se aquentar, nem fogo para se assentar junto dele”. (Isaías 47:14)
“Mas os ímpios perecerão, e os inimigos do Senhor serão como a gordura dos cordeiros; desaparecerão, e em fumaça se desfarão”.
(Salmos 37:20).
“O dia do juizo virá para os ímpios, com certeza”.
(II Pedro 2:4; Apocalipse 20:10), mas nós os cristãos, (que fazemos o que Deus manda) não temos o que temer.

A Bíblia nos expressa claramente quem serão estes habitantes:



O Diabo e seus anjos; (Mateus 25:41).
O Diabo, a Besta e o falso profeta; (Apocalipse 20:10).
Os medrosos, os incrédulos, os abomináveis, os homicidas, os adúlteros, os feiticeiros, os idólatras, e a todos os mentirosos, etc.; (Apocalipse 21:8).
Os homens ímpios; todas as nações que se esquecem de Deus, as pessoas más, reis, escravos, jovens, velhos, presos e livres...; (Salmos 9:17).
“...É melhor entrares na vida aleijado do que... ires para o fogo inextinguível onde não lhes morre o verme, nem o fogo se apaga” (Marcos 9:43).
“Eles sairão e verão os cadáveres dos homens que prevaricaram contra mim; porque o seu verme nunca morrerá, nem o seu fogo se apagará”. (Isaías 66:24).
“Já foi derrubada na sepultura a tua soberba com o som da tua harpa; os vermes debaixo de ti se estenderão, e os bichos te cobrirão”. (Isaías 14:11).
Ou em outra tradução diz: “Derribada está na cova a tua soberba, também o som da tua viola; por baixo de ti, uma cama de gusanos, (verme que se desenvolve onde há carne podre) e os vermes são a sua coberta”. (Isaías 14:11).
“E a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago do fogo.
Esta é a segunda morte, o lago de fogo”. (Apocalipse 20:14).

Desejo de Deus para a humaninadade


“De tal maneira amou Deus o mundo que enviou Seu filho para morrer por nós”. (João 3:16).
E Jesus sendo crucificado (Mateus 27:35; Marcos 15:24; Lucas 23:33; João 19:18) morreu pagando o preço de nossa redenção (I Pedro 2:24; Romanos3:24), e ressuscitou ao terceiro dia para nos dar a certeza da salvação e vida eterna (Atos 3:15; 4:10; 5:30; 10:40; 13:30-31; Romanos 4:24; 8:11; II Coríntios 5:15; Gálatas 1:1) .
Mas Deus não nos obriga a aceitar a Cristo como nosso Salvador, Ele nos deixa escolher, temos o livre arbítrio.
Se queremos o perdão e a purificação, podemos recebê-los. (Romanos 10:9; Efésios 2:4-6) Por outro lado, se estamos resolvidos a continuar em pecado, Deus não nos pode salvar. (João 3:17-18).

Deus não é somente misericordioso, é também um Deus de justiça.
Se uma pessoa recusa a dádiva gratuita da salvação, ela será destruída.
(Marcos 16:16; Malaquias 4:1-3; Salmos 37:20).
A pessoa que se agarra aos seus pecados não se sentiria feliz no céu.

Na Nova Jerusalém (Apocalipse 3:12; 21:10) não haverá bares, salões de baile, festas com bebidas, prostituição, cobiça, etc.
Terão desaparecido para sempre todos os antros de vício e pecado.
Unicamente os que houverem aprendido a amar as coisas espirituais e puras, ou seja, estar na Igreja com os irmãos, louvar a Deus, orar a Deus, cantar hinos... estes sim terão desejo de lá estar, pois, lá no Céu somente haverá adoração e louvor eterno a Deus.
Assim eu te pergunto: “Se você tem o desejo de ir para o Céu, mas aqui na terra não gosta de hinos, de crentes, de louvores, de ir à Igreja, como então suportará uma eternidade ao lado de Deus, de Jesus Cristo e seus anjos e também do todos nós que somos irmãos em Cristo?.
Qual dos dois senhores você tem servido?

Podemos escolher entre obedecer e amar a Deus, e negligenciar e recusar Sua grande salvação, que nos é dada pela sua graça (Efésios 2:8).
Cristo nos pode dar o desejo de querer e obedecer, se Lhe entregarmos nossa vida. Vocês não querem hoje mesmo aceitar a Jesus (Gálatas .2:20), e começar a se preparar para se tornar um dos cidadãos da Nova Jerusalém?
(I Tessalonicenses 1:10; I Coríntios 6:14 e II Coríntios 4:14)

Quão Importante é a SUA Salvação?


A vida eterna é mais importante do que o dinheiro, uma relação amorosa, os amigos, a fama, a popularidade, o poder, ou o ganho do mundo todo.
Não perca a sua alma por essas coisas (Mc. 8:36).
A sua salvação é tão IMPORTANTE quanto a ETERNIDADE é longa!
A sua fidelidade a Cristo agora (ou a sua falta de fidelidade) o afetará daqui a cem anos e durante o resto da eternidade.
Algumas pessoas tem passado tempo na prisão, perdido os seus empregos, esposos, amigos, famílias, coisas materiais, vidas, etc., para ter ou manter a sua salvação. Você pode ter que pagar o mesmo preço antes que a sua vida, que é uma prova, se acabe (Ap. 2:10,11)!
Você está batalhando para a eternidade -- para a sua alma eterna e pelas almas dos outros!
Venha a Deus conforme as condições dele e mantenha-se fiel a Ele.

Esta é a coisa mais importante que você jamais fará pelo resto da sua vida.
Jesus disse, "Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e NÃO poderão" (Lc. 13:24).
Conserve-se puro (1 Tim. 5:22), guarde-se de ídolos (1 Jo. 5:21), evite de se poluir pelas coisas mundanas (Tg. 1:27), e evite todo o tipo de mal (1 Ts. 5:22).
Apenas mantenha um relacionamento relaxado com as coisas desta vida, pois elas são temporárias.
Resista as tentações pecaminosas.

Tome CUIDADO com os FALSOS DOUTORES e PROFETAS (as Testemunhas de Jeová, os Mórmons, os líderes ecumênicos, etc.).
Também náo aceite tudo que você escute na TV Evangélica, rádio, igrejas, ou livros Cristãos!
Muito doque está sendo ensinado por esses meios é uma mistura do FALSO e do verdadeiro.
Algumas destas doutrinas são VENENO PURO para a sua alma.
Verifique tudo que você escute ou leia pelas Escrituras lidas e estudadas no contexto.
Se a Bíblia não ensina essas doutrinas, rejeite-as.
Compare as Escrituras com outras Escrituras na própria Bíblia e considere tudo na Bíblia escrito sobre o assunto como um todo.
Obtenha uma Bíblia boa e confiável.

Estude-a VOCÊ MESMO.
Não apenas confie na interpretação de alguma outra pessoa.

Jesus disse, "Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a executam" (Lc. 8:21).
O Apóstolo Paulo disse, "Os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscencias." (Gal. 5:24).
Aqueles que entrarão no reino de Deus de fato são descritos como os "chamados, e eleitos, e fiéis (Ap. 17:14).
Não desonre a Cristo ou ele desonrará a você (Mt. 10:33 ref. Lc. 12:4,5).
Veja 2 Pd. 1:5-10. Leia, medite na Palavra, memorize e AJA CONFORME AS ESCRITURAS, especialmente o Novo Testamento.

Fixe o Seu Coração nas COISAS DE DEUS!

Como VOCÊ Pode Chegar ao Céu


Somente pela graça, não pelas obras (Ef. 2:8,9).
Vá sinceramente e diretamente a Jesus, como o ex-ladrão o fez e achou o perdão (Lc.23:42,43 ref. Jo. 5:39,40).
Deus conhece o seu coração, por isso você deve ser sincero.
Ame a Jesus mais do que a seus pais, esposo(a), filhos, irmãos ou irmãs, e até mesmo a sua própria vida (Mt. 10:37; Lc. 14:26).
Jesus disse, "Qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem, não pode ser meu discípulo" (Lc. 14:33).
Negue-se a si mesmo, tome a cada dia a sua cruz, e siga-o (Lc. 9:23).
Esteja disposto a morrer fisicamente por Jesus se necessário (Mt. 10:39; Lc. 17:33;Ap. 12:11).
Persista em fazer o bem e Deus lhe dará a vida eterna (Rom. 2:7).
Semeie para agradar o Espírito Santo e ceife a vida eterna (Gal. 6:8,9).
Obedeça a Ele porque Ele é a fonte da salvação eterna a todos que assim o fazem( Heb. 5:9).
Viva para Cristo agora (Fp. 1:21).
Aquele que tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida (1 Jo. 5:12).

Como é o Céu?


Alegria e felicidade eterna -- onde a tristeza e o gemido fugirão (Isa. 35:10).
Cantares, Louvores, e Adoração de Deus (Ap. 5:9-14; 19:1-8).
Não há a morte, o choro, a tristeza, a dor, a maldição, a noite, ou o diabo (Ap.20:10; 21:4; 22:1-5).
Não haverá necessidade para um hospital, um policial, prisão, cemitério, ou serviço de ambulância.
Haverá paz perfeita no reino animal durante o milênio (Isa. 11:6-9).
Um Novo Céu e uma nova terra (Isa. 65:17; 66:22; 2 Pe. 3:13; Ap. 21:1).
Nova Jerusalém é feita de ouro puro, é aproximadamente 2.250 km de altura, de comprimento e de largura, tem paredes de jaspe, ruas de ouro, e portões de pérolas que nunca se fecham (Ap. 21:15-27).
O arquiteto e construtor desta Cidade Santa é Deus mesmo (Heb. 11:10).
Não há necessidade de sol ou lua para brilhar nela, pois "o Cordeiro é a sua lâmpada." (Ap. 21:23; 22:5).
O rio da água da vida, a árvore da vida, e o trono de Deus e do Cordeiro estarão nesta cidade (Ap. 22:1-5).
Onde o "Ganho" é "muito melhor" comparado com esta vida (Fil. 1:21,23).
É Preparado para aqueles que amam a Deus (Tg. 2:5) ou os retos (Mt. 25:34-40).

Para Ser Perdoado e Escapar o TORMENTO ETERNO:


Converta-se das trevas e coloque TODO 100% de sua confiança em Jesus Cristo para a salvação da sua alma (Lc. 13:3,5; Atos 20:21; 26:20).
Sempre lute para manter uma conciência limpa (Atos 24:16).
Siga a Jesus sem vergonha nesta era perversa (Mc. 8:38).
"Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança ATÉ O FIM." (Heb. 3:14).
Desligue a TV, leia e re-leia o Novo Testamento ajustando o seu comportamento e valores de acordo com a Palavra.
Creia mais na Bíblia doque em qualquer outra coisa que você já aprendeu no passado! A Bíblia é a AUTORIDADE FINAL e a SUFICIÊNCIA COMPLETA para tudo que Deus quer que você saiba, incluindo a salvação (2 Tim. 3:15-17).
O seu DESTINO ETERNO no céu ou no inferno depende da sua decisão quanto a mensagem da Bíblia.
Pessoas no inferno nesse momento dariam tudo para ter a chance que você tem agora para se converter.
Não deixe esta chance passar!
Prepare-se para a sua morte HOJE.
Amanhã poderá ser tarde demais.
Peça perdão a Jesus agora mesmo e siga-o com todo o seu coração até a sua morte.

Jesus Cristo é o ÚNICO Salvador, Mediador, a única esperança e caminho para o Pai. Se você o rejeitar ou se desviar e não o segui-lo mais, você certamente não escapará o Inferno.
Se você já foi salvo no passado mas desviou-se de Deus, arrependa-se e mude a sua condição "perdida" (Lc. 15:24,32).
NÃO É POSSÍVEL se salvar do fogo eterno pela sua membresia de igreja, membresia de culto, por ser uma "pessoa boa," ser batizado em água, guardar o Sábado no 7º Dia, por guardar os Dez Mandamentos, orar e crer em Maria, etc.
A BÍBLIA SOZINHA é a Palavra de Deus -- não uma Tradição Sagrada, o Livro dos Mórmons, o Corão, o Bhagavad-Gita, o Avesta, o Angas, etc.
NÃO HÁ a reincarnação, Purgatório, uma Segunda Chance, anilação dos malvados, ou o adormecimento da alma.

O Céu:
É real e pode ser seu!

Quem será jogado neste FOGO ETERNO?


Aqueles que não têm os seus nomes escrito no livro da vida (Ap. 20:15).
Os covardes, os incrédulos, os ínfames, os assassinos, aqueles involvidos em atividades sexuais fora dos laços do matrimônio, aqueles que praticam a magia, ocultismo ou o espiritismo, os idólatras, os mentirosos, os adúlteros, os prostitutos, os homosexuais, os ladrões, os avarentos, os bêbados, os caluniosos, e os vigaristas (Ap. 21:8; 1 Co. 6:9,10).
Veja também Gal. 5:19-21.
Aqueles que não são Biblicamente nascidos de novo (Jo. 3:3-7).
Aqueles que não perdoaram a outros que pecaram contra eles (Mt. 6:14,15; 18:22-35).
Aqueles que começam a vida com Jesus, mas não continuam com Ele até o fim porque eles mais tarde crêem e aceitam um plano de salvação errado (1 Jo. 2:24,25; 2 Jo. 9; Gal. 5:2,4; 1 Cor. 15:1,2).
Aqueles que não produzem frutos (Mt. 25:14-46; Jo. 15:5,6), resistem até ao fim (Mt. 10:22 ref. Jo. 6:66) ou não continuam a crer, mas se "desviam" em momento de TENTAÇÃO (Lc. 8:13 ref. Mt. 13:21). [Perseguição, de uma forma ou de outra, é um TESTE que vem a TODOS os filhos de Deus (2 Tim. 3:12; Lc. 6:22; Jo. 15:20).]
Todos que recebem a marca da besta e adoram a sua imagem durante o período do Anti-Cristo, que também inclue ex-Cristãos que não resistem pacientemente e mantém-se fiéis a Jesus (Ap. 14:9-12; 13:8-10).
Tudo que causa o pecado e TODOS que fazem o mal (Mt. 13:41,42).
Todos que são egoistas, rejeitam a verdade e seguem o mal (Rom. 2:8).

E quanto ao céu?


Deus não julga apenas, mas também é amor.
Por isso Ele providenciou um caminho para escaparmos do inferno.
Para aqueles que aceitam Seu caminho de salvação, Ele preparou um lindo lugar chamado céu.
Ali reinam a alegria e o descanso supremos.
Ali estão totalmente ausentes o pecado, o sofrimento, o desapontamento e a solidão. Trata-se de um lugar de glória eterna, na presença do próprio Deus e de Jesus Cristo, ao invés da perdição eterna (veja Apocalipse 4.5; 21.4-27; 22.1-5).
Você pode chegar a esse lugar confiando em Jesus Cristo como seu Salvador.

Depende de você!

É impossível ser suficientemente bom para merecer o céu.
A Bíblia diz: "...todos pecaram e carecem da glória de Deus".
Você não pode realizar algo para chegar ao céu, pois lemos em
Efésios 2.8-9: "...isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie".
Ninguém tem qualquer direito ao céu.
Todos nós merecemos o inferno, porque todos somos pecadores.

Deus oferece o único caminho de salvação através de Jesus, Seu Filho: "Cristo, tendo-se oferecido uma vez para sempre para tirar os pecados de muitos" – também os seus, se você crer nele (Hebreus 9.28).
"Porque Cristo, quando nós ainda éramos fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios... Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores" (Romanos 5.6,8).
"Por isso, quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, todavia, se mantém rebelde contra o Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus" (João 3.36).

"Eu sou o caminho..." (João 14.6) e Paulo escreveu: "...eis, agora, o dia da salvação" (2 Coríntios 6.2). Se aceitou Jesus como seu Salvador, você fez a escolha certa e está a caminho do céu.

Como é o inferno?

O inferno é um lugar onde Deus não está – onde não há nenhum consolo ou bênçãos.
A Bíblia o descreve como "trevas... [onde] haverá choro e ranger de dentes" (Mateus 22.13; 25.30).
Ela também nos diz: "O Diabo... foi lançado para dentro do lago de fogo e enxofre... e serão atormentados de dia e de noite, pelos séculos dos séculos" (Apocalipse 20.10).

O inferno não foi preparado para nós, mas "para o Diabo e seus anjos (demônios)" (Mateus 25.41).
Entretanto, a Bíblia diz que todos os que rejeitam a oferta de salvação e o perdão de Deus irão para lá (veja João 3.36).
Podemos estar certos de que Deus não está tentando simplesmente assustar-nos.
Ele está nos advertindo seriamente para evitarmos o inferno a qualquer custo!

Deus não nos deixa desinformados a respeito do que virá após a morte: "...aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo" (Hebreus 9.27). "Porquanto estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça, por meio de um varão (Jesus) que destinou e acreditou diante de todos, ressuscitando-o dentre os mortos" (Atos 17.31).

INFERNO

Estou certo de que você já ouviu estas palavras ditas com irritação: "Vá para o inferno!", ou: "Que inferno!".
Eu as ouço freqüentemente.
Mas, será que percebemos o significado real desse lugar chamado inferno?
Você parou alguma vez para pensar a respeito do inferno e do que significa estar lá?

8 de out de 2009

PARA ONDE VOCE IRIA SE MORRESSE AGORA?



A Bíblia nos fala que logo após a morte, segue-se dois destinos, um dos quais o homem impreterivelmente terá de seguir:
céu ou inferno.
bíblia descreve o inferno como:
Sheol, no Antigo testamento, habitação dos mortos e Hades, no novo testamento, lugar de tormento, para onde seguem aqueles que durante a sua vida aqui na terra não quiseram aceitar o sacrifício de Cristo, para a propiciação dos seus pecados.
Este lugar de tormento, é também descrito como Geena ou lago de fogo, onde serão lançados, para toda a eternidade, o inferno, junto com os anjos caídos, Satanás e todos os seus adeptos.
A bíblia nos mostra um pouco deste terrível sofrimento ao relatar as agonias pelas quais passou certo rico que na parábola contada por Jesus, foi condenado a este lugar de tormento. (Lc.16:19-31)

Mas se por um lado o inferno é tão terrível, a Bíblia nos fala de um lugar chamado céu, lugar de gozo, de descanso, repouso e paz, para onde seguirão aqueles que durante esta vida fizeram a opção de confiar em Jesus para o perdão de seus pecados. Este lugar está a disposição daqueles que a exemplo do ladrão da cruz, creram em Jesus e se arrependeram dos seus pecados.
A este, o próprio Senhor Jesus disse:
Em verdade, em verdade te digo que hoje mesmo estarás comigo no Paraíso. ( (Lc. 23:43).

A história nos deixa registrado o relato de pessoas que acompanharam a morte de homens ilustres, e escreveram as palavras que pronunciaram face à mesma.
E como é bonita e diferente a morte daquele que morre com Cristo!
Acompanhe alguns destes relatos:
Veja a diferença entre aqueles que morreram com Cristo e os que morreram sem ele, acompanhando o registro das últimas palavras daqueles que morreram salvos:

Senhor Jesus, recebe o meu espírito - ESTEVÃO

Oh! Senhor Jesus, vem depressa me buscar! - SMITH

O melhor de tudo é que Deus está comigo - WESLEY

O Senhor sofreu tanto por mim - SAVANAROLA

Eu jamais temo a morte - REVERENDO JOHN DOLL

Que é que eu faria sem Jesus agora? - STULES

Agora eu vou descansar. Adeus! - LORD BYRON

Isto, sim é que é morrer - CERVANTES

Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito, pois tu me resgataste, ó Deus fiel -LUTERO

Graças a Deus, pois não há trevas - JAMES HOPE

Oh! Eu conheço que me regenero - WALTER SCOTT

Eu deixo esta cama para receber uma coroa - BANGS

A tempestade da vida já passou - BILBINS

Eis que estou atravessando a porta - COOKMAN

Eis que estou vendo a JESUS - JACÓ EIGHENINGER
Na carta escrita pelo apóstolo Paulo aos Hebreus, capítulo 9, versículo 27 está escrito que: “Aos homens está ordenado morrer uma vez só, vindo depois disto o juízo” Portanto está aí algo que homem algum pode se esquivar.

A vida após a morte?

É uma questão que todo o mundo se coloca.
Talvez não hoje... mas um dia, necessariamente.
Amanhã talvez, devido a um conhecido, um amigo que está em vias de nos deixar.

Alguns dizem: "Talvez haja qualquer coisa, veremos quando estivermos lá.
Por que me inquietar agora?"
Outros passam a vida inteira preparando esse encontro do além, preparando a eternidade, tal é sua importância.

Mas sem dúvida todos sentimos repugnância ao pensar na morte porque somos feitos para a vida.
Eis porque é muito útil esclarecer o que podemos saber sobre a vida depois da morte.
Entre as respostas tão diferentes que nos são propostas, o que crer?
Em quem acreditar?
Os materialistas, os "ateus" dizem: "tudo acaba com a morte, não há senão o mundo que continua a girar".

Os defensores da reincarnação dizem: "há várias vidas sucessivas, até que nos tornamos o Grande Todo e que não respiramos mais a vida (nirvana)".

Os judeus, os muçulmanos e os cristãos acreditam que depois desta vida há uma vida eterna de felicidade com Deus.
Os cristãos, em particular, dizem que nós ressuscitaremos com nosso corpo, como Jesus Cristo

O Relato da vida real


O relato da vida real que se segue, é o testemunho pessoal de um médico judeu
“ Trabalhei como cirurgião do exército dos Estados Unidos durante a Guerra Civil.
Após a batalha em Gettysburg chegaram ao hospital vários soldados feridos, entre eles Charlie Coulson.
Como Charlie era muito jovem para ser soldado, pois tinha 17 anos, alistara-se como tambor. Ele chegou com ferimentos graves, sendo necessário amputar-lhe um braço e uma perna.

Quando meus assistentes foram aplicar-lhe clorofórmio para a cirurgia, ele recusou-se e pediu para chamar-me e disse:
- Doutor, quando eu tinha 9 anos, dei meu coração a Jesus e desde aquele dia venho aprendendo a confiar Nele. Ele é minha força, Ele me sustentará enquanto o senhor estiver amputando meu braço e minha perna.

Então indaguei e pedi para que tomasse um pouco de conhaque. Mais uma vez ele respondeu:
- Doutor, quando eu tinha 5 anos, minha mãe se ajoelhou ao meu lado, pedindo à Jesus, para que eu nunca bebesse um gole de bebida alcoólica. Existe a possibilidade de eu morrer e ir para a presença de Deus.
O senhor quer que eu chegue lá com bafo de conhaque?

Naquela ocasião, eu detestava Jesus, mas admirei a lealdade daquele rapaz com seu Salvador. Chamei então o Capelão, que conhecia bem o moço, pois este freqüentava as reuniões de oração.
assim.
Disse o Capelão:
- Charles, estou muito penalizado de vê-lo

Respondeu Charlie ao Capelão:
- Ah, eu estou bem senhor. O doutor me ofereceu clorofórmio e conhaque, mas eu não aceitei, pois quero me apresentar ao meu Salvador em meu juízo perfeito.
- Talvez você não morra, disse o Capelão. Mas, se o Senhor o levar, você deseja que eu faça alguma coisa?
- Capelão, respondeu o jovem, escreva uma carta para minha mãe e diga que tenho lido a Bíblia todos os dias, e tenho orado sempre para que Ele a abençoe.

-Estou pronto doutor. Prometo que não vou nem gemer se o senhor não me der o clorofórmio.
Garanti-lhe que não aplicaria a droga, mas antes de pegar o bisturi, fui a saleta tomar um gole de conhaque.
Quando peguei a serra para cortar o osso, o rapaz colocou a ponta do travesseiro entre os dentes e sussurrou:
- Ó Jesus, bendito Jesus! Fica ao meu lado agora.
O rapaz cumpriu o que prometera, não gemeu.

Naquela noite não dormi pensando no rapaz.
Pouco depois da meia-noite, levantei-me e fui ao hospital. Assim que cheguei disse o enfermeiro:
- Dezesseis soldados morreram.
- E Charlie também? Indaguei.
- Não, dorme como um bebê. Por volta das 9 horas, o Capelão leu as escrituras para Charlie e ambos cantaram hinos de louvor. Não consigo entender doutor como uma pessoa sentindo tanta dor ainda era capaz de cantar, completou o enfermeiro.

Passados 5 dias desde que fora operado, Charlie me chamou e disse:
- É chegada a minha hora. Creio que não terei mais um dia de vida. Sei que é judeu, e não crê em Jesus, mas gostaria que ficasse ao meu lado e me visse morrer confiando em meu Salvador.
Tentei ficar, mas não consegui, pois aquele rapaz regozijava no amor daquele Jesus que eu detestava.

Passados 20 minutos o enfermeiro me procurou no consultório.
- Doutor, Charlie está morrendo e gostaria de vê-lo novamente.
Chegando ao quarto, Charlie pediu-me que segurasse em sua mão e disse:
- Doutor, amo o senhor porque é judeu. O melhor amigo que tive neste mundo foi um judeu.
Perguntei-lhe quem era esse amigo, e ele replicou:

Essas palavras tocaram fundo em meu

JESUS CRISTO. Quero apresentá-lo ao senhor antes de morrer.
Enquanto o senhor me amputava, orei ao Senhor Jesus pedindo que manifestasse o seu amor ao senhor.
Doze minutos depois ele dormiu seguro nos braços de Jesus.
Durante a guerra morreram centenas de soldados, mas só compareci ao sepultamento de Charlie Coulson
As últimas palavras daquele rapaz me impressionaram muito. Possuía muitos bens materias, mas teria dado todo meu dinheiro para crer em Cristo como ele cria.
Contudo a fé é algo que o dinheiro não compra.
Pouco depois esqueci o sermão de Charlie, embora não conseguisse esquecer-me do próprio moço. Durante 10 anos lutei contra Cristo com todo ódio que tinha por Ele, até que afinal a oração de Charlie foi atendida
Um ano e meio após a minha conversão fui a uma reunião de oração no Brooklyn, onde as pessoas davam seus testemunhos.
Depois de várias pessoas falarem, levantou-se uma senhora idosa e disse:
- Estou com os pulmões muito doentes, pouco tempo me resta. É um imenso prazer saber que muito em breve me encontrarei com meu filho e com Jesus.
O Charlie, além de soldado da pátria, foi também soldado de Cristo.
E ela continuou:
-Ele foi ferido em uma batalha, e ficou aos cuidados de um médico judeu que amputou-lhe um braço e uma perna.
Morreu 5 dias após a operação. O Capelão escreveu-me uma carta relatando o que ocorrera entre meu filho e o médico em seus últimos momentos de vida.
Ao ouvi-la, não me contive.
Levantei-me e fui correndo até ela. Apertei-lhe a mão e disse:
Deus a abençoe, minha irmã! A oração do seu filho já foi atendida.
Sou o médico judeu por quem o Charlie orou, e o Salvador dele agora é meu Salvador também. O amor de Jesus cativou minha alma. ”
Esse relato toca profundamente nosso coração.
Vemos em Charlie Coulson quatro qualidades notáveis:
Convicção, Descanso, Amor e Compromisso.
Mas vemos ainda a fidelidade de Deus que honrou essas quatro atitudes dele.
Busquem ao Senhor enquanto é possível achá-lo; clamem por ele enquanto está perto. (Is 55:6)
Todo o que Nele confia jamais será envergonhado. (Rm 10:11)
Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados. (Tg 5:20)

Cantora gospel Cassiane conta testemunho de sua vida


Quando eu tinha 11 meses de idade, eu tive uma enfermidade que os médicos não descobriam o que era.
No 12º dia de febre constante minha mãe chegou na clínica, tinham muitas mães ali, e a médica não quis atendê-la, dizendo que não poderia atender por que não era a vez dela. Mas, depois de muita insistência e eu chorando, e de repente as mães perceberam que eu parei de chorar. Eu comecei só a gemer... e foram se passando aqueles minutos ali e as mães viraram para minha mãe e falaram assim o seu bebê está muito mal, não é?
Minha mãe falou que sim, que já eram 12 dias que lutando, ninguém descobre o que têm, só passam remédios mas não falam o que realmente ela têm.
E as mães resolveram interceder com a médica pela minha mãe.
Então depois de muita insistência as mães começaram a ficar meio “estranhas” lá com aquela médica, a médica resolveu me atender.
Minha mãe entrou dentro do consultório comigo no colo, minha mãe estava gestante, me colocou sobre uma maca.
E aquela doutora, muito “estranha” abriu a manta, enfiou o dedo na minha barriga, ficou aquele buraco de tão inchado que eu tava por que já eram 12 dias com meu organismo totalmente parado, só inchando, inchando, inchando... e ficou aquele buraco do inchaço e de repente aquela mulher pegou o estetoscópio colocou no ouvido, puxou os meus olhos assim, colocou no meu coração virou para minha mãe e foi para sua mesa e disse assim você quer que eu examine o cadáver?
Essa criança está morta.

minha mãe estava gestante levou um susto e começou a não se sentir bem e ela falou como morta? Eu cheguei com minha filha viva aqui!? - Não! Essa criança entrou aqui morta.
Sentou em sua mesa, começou a escrever um atestado dizendo que tinha sido por negligência dos meus pais... meu pai e minha mãe não teriam me atendido a tempo e de repente a minha mãe teve uma breve discussão com aquela doutora e ela saiu de lá de dentro me tomou pelos braços e saiu daquele consultório, no corredor da clínica ela começou a passar mal, vieram outras enfermeiras atende-la e me deixaram num canto lá do corredor.
Tinha uma jovem, o nome dela é Regina, até hoje ela congrega em uma de nossas igrejas, e aquela jovem virou para minha mãe falou assim: - Castalha, vamos embora daqui!
Minha mãe falou: - Eu quero ir embora daqui!
E começou a querer sair, só que os médicos, enfermeiros as enfermeiras atendendo minha mãe para que ela ficasse melhor, ela pediu para avisar a meu pai que eu havia morrido quinze para as duas da tarde. E ligaram lá da clínica para o meu pai pra que ele voltasse pra fazer meu enterro, quando minha mãe começou a se sentir melhor ela me tomou pelo braço e falou: - aqui eu não fico mais!
Logo após correu e o pessoal não queria deixar minha mãe sair comigo no braço, ela conseguiu sair de dentro daquela clínica com aquela jovem do lado dela.
E aquela jovem de repente pegou pelo braço da minha mãe e disse assim: - eu quero te levar pra casa da irmã Janete, vou te levar lá pra que ela ore pra confortar o teu coração e de repente quando minha mãe chegou na porta daquela irmã, aquela irmã olhou para minha mãe e disse assim: - Você quer matar seu bebê sem fôlego?
Você não aprendeu, Castalha, ainda a cuidar de uma criança?
E minha mãe virou pra ela falou: - Ah! Irmã Janete, a Cassiane morreu, eram quinze pras duas da tarde... e de repente aquela irmã olhou a hora e já passava das 5 da tarde e ela com a autoridade de Deus me tomou dos braços da minha mãe, disse assim pra minha mãe: - Minha filha, você esqueceu do Deus que nós servimos?
O Deus que ressuscitou Lázaro depois de 4 dias?
Por que se Ele quiser Ele age aqui e agora!? E de repente, Deus usou aquela irmã pra dizer o seguinte: - Minha serva! Cuida bem deste botão, por que ele não é mais teu, é meu!
Estou devolvendo a vida a este botão.
Cuida bem dele.
Este botão em breve se transformará numa rosa, e esta rosa perfumará muitos jardins e onde ela não puder ir, Eu enviarei a voz dela!

ROCK - A MÚSICA DO INFERNO

UM TESTEMUNHO VERÍDICO

Nasci no ano de 1979, no alto da Móoca, em São Paulo. Meus pais moravam em São Vicente, litoral paulista. Meus irmãos moravam também na mesma casa; ao todo, cinco pessoas compunham a minha família.
Meu pai era um grande fã das bandas de “ROCK IN ROLL”. Nesta época ele possuía uma grande coleção de discos. Eu nasci no “BERÇO DO ROCK” e aprendi a gostar desse estilo musical ainda no ventre de minha querida mãe.
Com o passar dos anos eu fui conhecendo outras bandas de rock.
Cada vez mais meu pai comprava novos discos para ouvir em casa; pois, possuía uma boa aparelhagem de som, e também sabia construir suas próprias caixas amplificadas. Alguns discos eram “ESTRANHOS”, com desenhos de “MONSTROS”, “MORCEGOS”, “MULHERES NUAS” e até mesmo “DEMÔNIOS”.
Em casa eu sempre percebia meu pai nervoso, e ás vezes brigava com a gente sem motivo nenhum.

Em 1985 meus pais mudaram para a cidade de Suzano, na grande São Paulo.
Meu pai, porém, continuou comprando seus discos prediletos. De mês em mês ele comprava um novo disco de rock, e eu ouvia a todos eles. Tentando entender o que os cantores diziam nas músicas, eu comecei a estudar inglês em minha própria casa, através de livros, revistas, fitas k7, vídeos etc...
Aos 12 anos de idade eu comecei a fumar, logo fui perdendo o desejo de estudar; e assim comecei a faltar na escola, pois estava sendo dominado pelas influências satânicas do “ROCK IN ROLL”.

Entrei pelo caminho da prostituição aos 14 anos, já fumava e bebia cerveja com os “amigos”.
Na tentativa de viver “livre” e em “paz” eu caminhava para o fundo do poço a cada dia que passava.
Profanei o leito de meus pais com uma “namorada”, eu com 14 e ela com 12 anos de idade.

Nós nos sentíamos “adultos” e muito “responsáveis” longe dos nossos pais.
Quando completei 15 anos eu abandonei a escola, minha mãe ficou muito triste com essa má decisão.
Em casa eu brigava diariamente com minha mãe e discutia com meus irmãos. Sempre dizia para a minha mãe:

“EU ODEIO VIVER, EU QUERO MORRER, EU NÃO PEDI PARA NASCER”.

A minha mente fora apagando em ritmo acelerado, sem que eu pudesse perceber, pois, não havia em mim forças para raciocinar acerca do perigo que me cercava.

Meu irmão era apaixonado pela música eletrônica; este estilo de música também me atraía muito; pois a tendência eletrônica havia contagiado a grande São Paulo no início de 1990, com várias casas noturnas voltadas para esse gênero musical trazido da Europa por diversos dj's e cantores da dance music.

A música eletrônica é uma das vertentes do ROCK, muitos elementos do “JAZZ” e também do “BLUES” estão misturados na “DANCE MUSIC”, “TECHNO” e na “HOUSE MUSIC”.
Há muito do “ROCK IN ROLL” em outros estilos musicais, mas é do ROCK em especial que eu quero tratar aqui.

No ano de 1997 conheci uma banda de rock muito polêmica; cujo líder é SATANISTA convicto e também HOMOSSEXUAL. Esta banda usa dois nomes de personalidades americanas que fizeram história.

Este grupo tem como figura central:

“MARILYN MANSON”.

Marilyn Manson faz apologia ao SATANISMO e ao HOMOSSEXUALISMO, seus shows são cheios de ALUSÕES AO NAZISMO, ANARQUISMO, REBELDIA, DEPRAVAÇÃO, INSULTOS À FÉ CRISTÃ, VIOLÊNCIA e ao CONSUMO DE DROGAS.

Em 1994 Marilyn Manson (Bryan Warner)
foi consagrado reverendo da “IGREJA DE SATÔ por: “ANTON LA VEY”


** FUNDADOR DA IGREJA DE SATÃ EM 1969 EM SÃO FRANCISCO NA CALIFÓRNIA-EUA.

Em 1997 ANTON LA VEY faleceu e MARILYN MANSON assumiu O POSTO DE REVERENDO DE SATÃ.

* ANTICHRIST SUPERSTAR ANTICRISTO SUPERSTAR

A MINHA VIDA MUDOU RADICALMENTE APÓS TER CONHECIDO ESTA BANDA DE ROCK.

COMECEI ENTÃO A DIVULGAR O NOME DESTE GRUPO DE ROCK PARA TODOS OS MEUS “AMIGOS” E PASSEI A ANDAR COM CDS E VÍDEOS DESTA BANDA PARA TODOS OS LUGARES ONDE EU PASSAVA.
EU ESTAVA HIPNOTIZADO PELO ROCK E NÃO PERCEBIA.

Lembro-me de certa feita quando estávamos reunidos na casa de um de nossos “amigos”; ali ouvíamos “rock” e conversávamos sobre o nosso futuro; sobre o que seríamos nos anos seguintes.
Era de noite e nós compramos uma garrafa de vinho para “COMEMORAR” aquela “HORA FELIZ”. Começamos a beber e conversar sobre vários assuntos. Alguns ainda não fumavam, nem haviam ainda experimentado algum tipo de droga; mas, sob má influência de minha parte experimentavam ás vezes um e outro cigarro.
Tudo aquilo era muito normal para nós, pois estávamos cegos e longe de uma realidade consciente.

As músicas de Marilyn Manson estavam em nossos lábios diariamente; não conseguíamos nos libertar daquela vida suja e vazia, por mais que lutássemos nosso esforço era em vão. Queimamos vários CDs de rock, porém; era inútil esta atitude, pois, a luta era espiritual e não sabíamos.

Certa feita, meu primo me disse que estava sentindo um grande vazio em sua alma, e naquela época nós estávamos afundando mais e mais no álcool e no rock; buscando uma “paz” que parecia estar fugindo de nós. Aqueles foram os piores dias de nossas vidas. Ao comprarmos uma revista sobre rock, na seção de anúncios lemos a seguinte frase:

“PROCURA-SE SATANISTAS”

Era um anúncio de um jovem procurando músicos para montar sua banda de ROCK - “TRASH METAL”.
Ao ler aquele anúncio ficamos surpresos em saber que alguém era capaz de adorar o próprio satanás. Quanta cegueira espiritual havia em nós naqueles dias!
Ás vezes ficava chocado com a tradução das músicas de rock que escutava.

Depois daqueles dias comecei a sentir desejos de suicídio todas as noites; pensava que tirando a minha própria vida eu estaria em paz; mas tudo isso não passava de uma grande investida do diabo para destruir a minha vida. Passei a desenhar figuras de demônios no meu quarto, pintava cenas de lesbianismo, satanismo.
Eu escrevia letras de música com teor mórbido, triste e depressivo. Ouvia vozes me chamando mesmo eu estando sozinho em casa ou nas ruas.
Sempre vinham aos meus ouvidos as músicas de rock que nós escutávamos.
Cada dia que passava eu me sentia mais vazio por dentro, e pensava somente em SUICÍDIO.

CHEGUEI A QUEIMAR POR VÁRIAS VEZES MEUS CDs DE ROCK, MAS NADA ADIANTOU; EU COMPRAVA OUTROS NOVAMENTE.

Para mim estes discos de rock eram como se fosse o meu alimento, me sentia um drogado, aprisionado pelo rock.

Em 1997 o cantor “Marilyn Manson” lançou um disco diabólico intitulado:

ANTICHRIST SUPERSTAR = ANTICRISTO A SUPER ESTRELA.


** EU COMPREI ESTE DISCO; E ESCUTAVA-O VINTE E QUATRO HORAS POR DIA.

ESTE DISCO CONTÉM LETRAS SATÂNICAS QUE DESPREZAM A PESSOA DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO, TRAZENDO ESCRAVIDÃO ESPIRITUAL, DESTRUIÇÃO E MALDIÇÃO PARA NOSSAS VIDAS.

Porém, eu estava cego; sem nenhuma afeição por AQUELE que morreu na cruz para nos salvar.

** NÃO HAVIA AMOR EM MIM, SÓ ÓDIO E MUITA VONTADE DE MORRER.

Na televisão, pelo canal da “MTV-MUSIC TELEVISION” diariamente o rock e o satanismo é propagado livremente para crianças e adolescentes do mundo inteiro.
Assim o diabo conquista a mente e o coração daqueles que são o futuro do mundo.
A “mtv” é uma emissora que transmite uma filosofia totalmente contrária à vontade de Deus; destruindo moral e espiritualmente jovens e crianças.

Já envolvido totalmente com o rock; procurava formar uma banda para cantar com os “amigos”; porém, nada deu certo.
Depois de muito tempo tentando ser igual aos cantores de rock; comecei então a planejar o suicídio.

Eu levava uma vida desregrada, embriagando-me diariamente, sentindo desprezo pela minha própria vida.
Era um escravo dos vícios e do rock, tentando ser feliz; acorrentado pela música satânica.

Lembro-me de dois “amigos” que também amavam o rock,

‘RICARDO E REGINALDO’.

Eles tinham cabelos compridos e se vestiam de preto quando saíam para as “baladas”.

Eles cultuavam o “gótico”; ouviam suas bandas prediletas como: “THE CURE”, “THE CULT”, “THE SMITHS”, “OPERA MULT STEEL” etc... Tocavam em suas casas, tinham uma banda de “ROCK INDUSTRIAL” e assim levavam a vida.
Suas músicas prediletas tinham letras sombrias, tristes, depressivas; sem uma perspectiva de futuro.

Ás vezes eu me reunia com eles para ensaiarmos algumas canções, e passávamos várias horas falando de rock in roll.
Sempre quando eu ia dormir colocava um CD de rock para eu ouvir durante a madrugada; mas, tinha pesadelos horríveis com freqüência.

Minha música predileta na hora de dormir era “BLOODY KISSES” “BEIJOS SANGRENTOS”, da banda: “TYPE `O` NEGATIVE”.
Uma banda de BLACK METAL com influências góticas também.

Em sonhos perturbadores pelas madrugadas eu me via em um outro mundo.
ÁS VEZES ESTAVA EM CAVERNAS ESCURAS, TERRAS DESERTAS, outras vezes estava em ALTO MAR; MORRENDO AFOGADO.
Sonhava sempre com “FERAS” correndo atrás de mim para me matar, eram terríveis estas visões enquanto eu dormia.
POR MUITOS ANOS EU VIVI ATORMENTADO POR ESTES SONHOS E PESADELOS DIABÓLICOS.

Certa feita eu fui dormir, já de madrugada. Senti que algo havia entrado em minha boca, não sabia o que era, mas comecei a me revirar na cama tentando cuspir aquilo que havia entrado em minha boca.
Foi horrível esta experiência.
Eu tentava escapar daquela situação, porém, não conseguia.

De repente a minha boca começou a pronunciar palavras em uma espécie de “dialeto” estranho que não pude entender o que eu mesmo falava.
Entrei em desespero; comecei a gritar, mas, ninguém me ouvia.

Senti minha alma sair do meu corpo e seguir descendo um profundo abismo escuro; parecia não ter mais fim.
Olhava para as paredes rochosas e escuras daquele abismo e já não tinha dúvidas de que eu estava entrando no inferno.

Enquanto descia este abismo desesperado querendo voltar para o meu quarto, ao longe eu ouvia gritos de desespero e dor.

Eu me esforçava para tentar voltar ao meu quarto, á minha cama, mas não conseguia. Aquilo era real, além de um simples sonho, era uma revelação para mim, pois em mim não havia o temor de Deus, por esta razão eu estava passando por aquele:

“VALE DA SOMBRA DA MORTE”.

Isto estava acontecendo pelo fato de eu não ter entregado a minha vida ao Senhor e salvador Jesus Cristo, pois eu vivia a minha vida nas drogas e na prostituição, sem me importar com o Senhor Jesus que morreu na cruz para me salvar.

ESTAVA NUM MUNDO ESPIRITUAL, SOFRENDO PELA MINHA REBELDIA E DESPREZO AO SENHOR JESUS.

ENQUANTO EU AGONIZAVA; UM HOMEM COM LINDAS VESTES BRANCAS RESPLANDECENTES APARECEU PARA MIM DENTRO DAQUELE ABISMO PROFUNDO E ESCURO, pois lá não havia nenhum raio de luz, tudo eram trevas e sofrimento.
Vi quando ao meu lado aquele homem apareceu, segurando a minha mão ele me disse:

“NÃO TENHA MEDO JOVEM! EU ESTOU CONTIGO, NÃO SE DESESPERE!”.

Naquele momento pude sentir uma paz que jamais senti antes em lugar nenhum.
Aquele homem era o Senhor Jesus!
Ele me levou a um lugar sombrio, e enquanto caminhávamos percebi que havia vários buracos e crateras no solo daquele abismo onde pisávamos.

ENQUANTO ANDÁVAMOS SAÍA FOGO E FUMAÇA DOS BURACOS NO CHÃO, HAVIA UM MAU CHEIRO TERRÍVEL DE CARNIÇA NAQUELE LUGAR.

Eu vi vários vultos negros saindo daqueles buracos e se escondiam nas brechas rochosas das crateras.
Eram demônios, ALI ERA O INFERNO; e eles estavam fugindo daquele homem de vestes brancas que estava segurando em minhas mãos.
Ao chegarmos a uma outra parte, aquele homem de vestes brancas me mostrou onde estavam homens e mulheres, todos eles acorrentados e pedindo socorro.
Naquela hora senti um grande medo daquele lugar e desejei sair dali o mais rápido possível.

OS GRITOS ERAM HORRÍVEIS, E VINHAM DE TODA PARTE.

Aquele cenário era iluminado apenas com as chamas avermelhadas do fogo que saíam dos buracos do solo.
Eu vi que alguns homens trajavam roupas rasgadas, surradas, como mendigos e ébrios naquele lugar.
Vi também que muitas mulheres estavam nuas, outras estavam com seus seios expostos, outras ainda estavam com roupas sujas e rasgadas.

Era horrível aquele cenário, e o mau cheiro era insuportável.
Alguns homens olhavam pra mim, bem como algumas mulheres e me pediam socorro clamando em alta voz, em grande agonia.

Neste momento aquele homem com vestes brancas que estava ao meu lado me disse:

“Olha jovem; não estenda a sua mão para ajudá-los; pois estes que estão acorrentados e presos aqui são prisioneiros neste abismo, você não poderá libertá-los; eles nunca poderão sair daqui”.

E seguiu dizendo:

“... Todos estes homens e mulheres viveram suas vidas na terra ao seu “bel prazer” e não se importaram com a salvação de suas almas, por esta razão eles estão presos nestas correntes que você está vendo.
Eles me desprezaram durante suas vidas passageiras; não alcançaram à salvação, antes, todos eles me rejeitaram blasfemando e negando o meu nome...”.

Enquanto eu ouvia aquelas palavras, eu olhava para aquelas pessoas e sentia uma profunda agonia ao ver quão terrível é o sofrimento daqueles que vão para o inferno por desprezarem ao Senhor Jesus Cristo.

Eu vi que naquele lugar havia uma galeria para cada grupo de pessoas.

De um lado estavam os homens que não honraram o nome do Senhor Jesus, ali estavam “PASTORES, MISSIONÁRIOS, EVANGELISTAS, PRESBÍTEROS, PADRES, BISPOS E DIÁCONOS”.

Também havia um lugar reservado para os “ASSASSINOS, ESTUPRADORES, ATORES E ARTISTAS PORNOGRÁFICOS, ARTISTAS DE NOVELAS, SEQÜESTRADORES, TERRORISTAS, SUICIDAS, ASSALTANTES E TRAFICANTES”.

Outra ala era reservada para os “BRUXOS, SATANISTAS, FEITICEIROS, MAGOS, ALQUIMISTAS, ENCANTADORES, ESOTÉRICOS, ASTRÓLOGOS, NECRÓFILOS, ADIVINHOS, MÁGICOS, MÉDIUNS, ESPÍRITAS...”.

E outros que mantinham relações com as forças ocultas.

Na galeria das mulheres estavam as “LÉSBICAS, PROSTITUTAS, GAROTAS DE PROGRAMA, AS “TOP MODELS”, MULHERES ASSASSINAS, ABORTISTAS E ADÚLTERAS”.

Todos eles gritavam de dor e desespero.

OS DEMÔNIOS OS ATORMENTAVAM DE TODAS AS MANEIRAS; COM ESPANCAMENTOS, COM ABUSOS SEXUAIS, COM PALAVRÕES E INSULTOS DE TODA ESPÉCIE; O TORMENTO ERA GERAL NAQUELE LUGAR...

Havia ali um portão de bronze enorme; que ficava fechado.
Onde nós passávamos percebíamos a revolta dos demônios, que se deslocavam de um buraco para o outro em fração de segundos.
Eles voavam por toda parte; sempre fugindo da presença daquele que estava caminhando comigo, cujo aspecto era como relâmpago.

Aproximamos-nos daquele enorme portão que estava trancado, de repente estávamos em frente a um trono de cor escura.

Naquele trono não havia ninguém; nem ao seu lado.
Tudo estava em silêncio naquela hora; porém, não vi a mais ninguém.
Aquele trono era o trono de satanás, ali era o seu posto, no qual se assentava para observar o sofrimento das almas acorrentadas com grandes cadeias de ferro.

Observei que ali não havia nuvens nem vento algum naquele lugar; apenas escuridão, fogo, fumaça, um clima seco e um calor insuportável.
Diante daquele cenário eu pude contemplar entre lágrimas a tamanha crueldade de satanás e seus anjos, percebi também que...

“O INFERNO É REAL”.

SEMPRE DUVIDAVA DA EXISTÊNCIA DE UM LUGAR DE TORMENTO ETERNO, MAS, DEPOIS DISSO TUDO QUE EU VI, NUNCA MAIS DUVIDEI QUE O INFERNO EXISTISSE E É TÃO REAL QUANTO NOSSAS VIDAS.

Pude observar também que existe um reino organizado por satanás, que trabalha incansavelmente para destruir a humanidade em todas as suas áreas:

SOCIAL, MORAL, ECONÔMICA, MENTAL, FÍSICA, GEOGRÁFICA, PSICOLÓGICA, CULTURAL, CONJUGAL, ESPIRITUAL.

Nestas dez áreas satanás tem centralizado os seus ataques contra a raça humana. Tirando dos homens a imagem e a semelhança de Deus e estampando uma marca diabólica em suas vidas.

Depois de todas estas visões, eu pedia ao Senhor Jesus, para que eu pudesse sair daquele lugar horrível, mas ouvi uma dura repreensão de sua parte; ele me disse:

“Se você me obedecer e procurar uma igreja para ouvir a minha palavra, eu não te deixarei vir para este lugar e passar toda a eternidade em tormentos; porém, se não me obedecer você ficará neste lugar e se ajuntará àqueles que aqui já estão em agonia, e nunca mais voltará para o seu quarto, nem mais verá os seus pais...”.
Eu chorava muito, e pedia perdão por todos os meus pecados, e prometi ser obediente á sua palavra.
Naquela madrugada eu acordei assustado no meu quarto; meu irmão dormia tranqüilamente na sua cama ao lado da minha, porém, não ouviu nada.
Havia nas paredes do meu quarto, vários desenhos diabólicos com temas de ROCK IN ROLL, SEXO, LESBIANISMO, SATANISMO...
Logo após o tormento que vivi, acordei, e quando abri os meus olhos vi que aqueles desenhos na parede estavam olhando para mim e davam risadas de zombaria e sarcasmo.

Espantado com aquela cena horrível dentro do meu quarto, não pude mais dormir, porém, não tive coragem de levantar da minha cama e assim fiquei até o dia amanhecer.
Quando me levantei pela manhã, fiz uma oração à Deus pedindo paz e proteção.
Eu tive a certeza de que estive vivo no inferno, e que aquilo era uma revelação através de um arrebatamento de sentidos.
Com o passar do tempo, me envolvi com as drogas mais pesadas; pois havia esquecido o medo que me sobreveio com aquela revelação do inferno.

Saí da cidade de Suzano, onde eu morava, no ano de 1999.
Fui para São Vicente, litoral paulista. Comecei a sair pela noite; nesta ocasião morava com minha querida avó, que já descansa na mansão celestial ao lado do Senhor Jesus Cristo. Então eu me reunia com meus “amigos” para “beber” e usar “drogas” durante a madrugada. Nós saíamos em busca de “festas” e “música” por todos os lugares.
Nós conhecíamos um “amigo” que na madrugada nos trazia “presentes”.
Nós usávamos estes “presentes” durante a madrugada dentro dos banheiros dos bares e casas por onde passávamos.
Sentíamos um “profundo vazio em nossos corações”.
Sempre tentávamos preencher este “GRANDE VAZIO” usando drogas para “DISFARÇAR A NOSSA TRISTEZA”.
Passados alguns meses e este “amigo” que nos trazia “presentes” foi cruelmente assassinado com um tiro dentro do olho quando estava sentado junto ao balcão, bebendo com seus colegas.
Morreu tragicamente deixando para trás sua filhinha de apenas três anos e sua esposa.

QUE TRISTE FIM TEVE ESTE PAI DE FAMÍLIA!
Assim, pude perceber que mais um partira desta vida para a eternidade sem volta, e o que é pior, ele partiu sem Jesus Cristo.

Com tudo isso, o rock continuava ativo em minha mente; e eu andava ainda mais pelas madrugadas em busca de “DIVERSÃO” e “LAZER”.

DESDE ENTÃO TODOS OS DIAS EU COMECEI A SENTIR UM FORTE CHEIRO DE NECROTÉRIO A ME PERSEGUIR.

Hoje eu sei com certeza que aquele cheiro estranho era o “CHEIRO DA MORTE”, que seguia meus passos a fim de me tragar.

Algumas vezes alguém me dizia:

“JOVEM JESUS TE AMA”!

Outros ainda me falavam do chamado de Deus para a minha vida.
Eu sempre ouvia alguém me dizendo que eu era um “escolhido de Deus” para pregar a sua Santa Palavra.
Eu, porém, não dava muita atenção; pois, estava cego demais para enxergar o amor e a misericórdia do Senhor Jesus Cristo.
Certa feita eu decidi queimar novamente os meus discos e vídeos de rock juntamente com os meus desenhos. Queria dar um pouco de “paz” á minha mente.
Eu queimei tudo o que era relacionado ao rock; mas, não demorou muito tempo, e a minha coleção de discos aumentou.
Eu comprei novamente todos os discos que eu havia queimado.
O TEMPO PASSOU, E EU VOLTEI A TER DESEJOS DE SUICÍDIO TODOS OS DIAS.

Lembro-me quando eu estava preparando o almoço, estava sozinho em minha casa; e uma tristeza invadiu meu coração em fração de segundos.

Nesse momento eu senti uma pessoa encostar do meu lado.
Era um demônio, e ouvi quando ele me disse assim:

“COLOQUE VENENO EM SUA COMIDA, E ACABE COM TODOS OS SEUS PROBLEMAS AINDA HOJE...”.

Então, hipnotizado por aquela voz, deixei o meu prato na mesa.
Fui até uma prateleira onde minha mãe guardava seus produtos de limpeza.
Queria pegar o veneno de matar ratos para colocar na minha comida e assim me suicidar. Mas, não pude vê-lo ali, pois, havia sumido de repente.

Eu tinha certeza de que este veneno estava ali, porém, não podia enxergá-lo entre os demais produtos que estavam organizados naquela prateleira.

Sei que foi o SENHOR JESUS que vendou os meus olhos para que eu não pegasse aquele veneno a fim de acabar com a minha própria vida!

Ao Senhor Jesus, seja toda honra e todo louvor eternamente! Deus fez o veneno desaparecer para me salvar da morte!

Não tenho palavras para agradecê-lo.

DEPOIS DISSO, AQUELA AGONIA E TRISTEZA SE AFASTARAM DE MIM POR ALGUNS DIAS...
MAS, QUANDO VOLTAVA, ERA CADA VEZ MAIS FORTE.

ROCK – A MÚSICA DO INFERNO - A REVELAÇÃO

“O SONHO SATÂNICO”

Lembro-me que certa feita eu me deitei para dormir após ter fumado meu último cigarro. Estava folheando algumas páginas da Bíblia e logo senti um profundo sono. Eu estava perturbado e completamente sem rumo na minha vida.
Naquela madrugada, SONHEI QUE EU ESTAVA DENTRO DE UM BAR; eu estava em pé, encostado no balcão e bebia ali algumas doses de bebida alcoólica.
Naquele bar só havia duas pessoas: o dono do bar e eu. Eu falava um pouco da minha vida para aquele homem que me ouvia atentamente, porém, não podia fazer nada para me ajudar.
DE REPENTE, NUM PISCAR DE OLHOS, APROXIMAVA-SE DE NÓS UM HOMEM MONTADO NUM CAVALO. SEU CAVALO TINHA PERNAS ENORMES; COMO AS PERNAS DE UM CAMELO.
Era um cavalo negro e totalmente estranho.
Vi quando ele parou na porta daquele bar, e o seu cavaleiro inclinou-se para ver quem estava lá dentro.
Nesse momento o dono do bar percebeu que aquele cavaleiro estranho me chamava para fora fazendo gestos e sinais com suas mãos.
E assim, o dono do bar agindo com muito medo me expulsou daquele bar e fechou as portas para mim.
Eu fiquei durante muito tempo paralisado, em pé do lado de fora daquele bar, de frente para aquele cavaleiro que trajava um manto preto e com seu rosto envolto num capuz.
SOBRE SUAS COSTAS HAVIA UMA ENORME FOICE AFIADA.
Ouvi quando ele me disse:
“VOCÊ VIVE A ME CHAMAR; CANTANDO AS MINHAS MÚSICAS...”.

Naquele momento eu fiquei totalmente sem ação.
Então ele continuou a dizer:

“VOCÊ FALA DAS MINHAS MÚSICAS PARA OS SEUS AMIGOS?
QUANDO VOCÊ LEVAVA OS MEUS DISCOS PARA OUVIR COM SEUS AMIGOS, VOCÊ ESTAVA ME CHAMANDO E CLAMANDO A MIM; POR ISSO EU VIM AO SEU ENCONTRO...”.

Naquele instante eu lhe perguntei:

“Quem é você?”.
E então ele me respondeu:
“Eu sou MARILYN MANSON...”.

Quando ele respondeu quem realmente ele era, percebi que nesse momento levava sua mão ao capuz e descobria o seu rosto esquelético.
Pude então notar que aquele cavaleiro estava sendo enviado pelo diabo, para trazer uma mensagem do inferno para mim.
Logo me chamou para cumprir uma “ORDEM”; caso eu me negasse a cumpri-la, eu seria morto.
Aquele homem tinha uma imagem cadavérica.
Sua semelhança era a de um cadáver, e queria me assustar.
Era um cantor de rock satânico.
Aquele cavaleiro me chamava para cumprir uma missão; cujo objetivo era:

“MATAR TODOS OS SEGUIDORES DE JESUS CRISTO QUE EU ENCONTRASSE PELO MEU CAMINHO”.

Imediatamente foi trazido à minha presença um cavalo preto e uma grande foice afiada.
No mesmo instante um profundo ódio entrou em meu coração transformando-me em um monstro.
Já fora de mim, eu não me controlava mais, só me lembro que fui arrebatado de um lugar para outro na velocidade da luz.
Daquele cenário urbano onde havia um bar, fui levado para um grande deserto arenoso e sombrio.
Lembro-me de ter dito a ele que não poderia matar os cristãos; pois, eu também tinha familiares cristãos.

MAS, AQUELE CAVALEIRO GRITOU COM GRANDE IRA E DISSE:

“NÃO FALE NO NOME NEM DO SANGUE DE JESUS CRISTO, POIS, NÓS SOMOS SATANISTAS E ODIAMOS JESUS E VAMOS ACABAR COM O CRISTIANISMO NESTA TERRA E DOMINAREMOS O MUNDO...”.

Então montei naquele cavalo negro, já vestido com uma capa preta e segurando uma enorme foice em minhas mãos; e DOMINADO POR UMA FORÇA SOBRENATURAL, SAÍ CHEIO DE ÓDIO AO ENCONTRO DOS CRISTÃOS PARA MATÁ-LOS.

Ouvi como que um barulho de uma grande cavalaria se aproximando de mim.
Quando olhei para os lados vi milhares de cavaleiros vestidos todos com capas pretas e com foices nas mãos.
Havia algumas montanhas naquele cenário escatológico, de onde desciam milhares de cavaleiros preparados para uma sangrenta batalha.
Eles traziam um símbolo satânico estampado em suas costas, era um raio de cabeça para baixo, de cor vermelha.
Todos eles exaltavam o nome de “ADOLF HITLER”.

E diziam que aquela guerra seria como a segunda guerra mundial.
Eles desciam das montanhas com bandeiras nas mãos; todos prontos para o confronto entre “SATANISTAS x CRISTÃOS”.

Nesses momentos de terror eu via muitos cristãos em desespero, fugindo daqueles cavaleiros, para salvarem suas vidas.
Muitas mulheres protegiam seus filhos; muitos pastores com suas bíblias nas mãos clamavam em alta voz pedindo proteção ao Senhor Jesus.

LEMBRO-ME QUE EU COMECEI A MATAR A MUITOS HOMENS, MULHERES E CRIANÇAS NAQUELA GUERRA CRUEL.

Não tinha sentimento por ninguém ao meu redor; eu estava terrivelmente possuído pelos demônios que comandavam meu corpo e minha mente; levando-me a fazer aquelas atrocidades sem misericórdia.
Algo que jamais faria estando em sã consciência.

Eis aí a razão porque existem tantos crimes bárbaros e cruéis em nossos dias; estes crimes são organizados por satanás, que veio para:

“MATAR, ROUBAR E DESTRUIR A HUMANIDADE”.

Naqueles instantes de verdadeiro terror, eu me convulsionava em minha cama, tentando acordar de qualquer jeito; mas, não conseguia.
Por mais que eu tentasse, era inútil meu esforço. Ainda naquela guerra sangrenta; eu vi muitas pessoas mortas e jogadas pelo chão; e outras que ainda estavam agonizando com ferimentos graves pelo corpo.

Elas pediam socorro, mas, logo suas vozes silenciavam na morte.
Eu pude sentir naqueles instantes de terror que o céu se tornou cinzento; e todos aqueles cavaleiros desapareceram de repente.
Até mesmo o mentor daquela matança sumiu sem deixar rastros.

Depois de muitos ataques contra aqueles inocentes cristãos, eu me encontrei só. Então queria fugir e pensei:

“PARA ONDE EU IREI?”.

“PORQUE EU MATEI TANTOS CRISTÃOS?”.

“COMO EU VOU RESPONDER POR ISSO?”

“O QUE EU VOU FALAR PARA DEUS?”

“AI DE MIM, CERTAMENTE EU VOU PARA O INFERNO?”

Toda aquela correria havia acabado; e eu solitário, ali, em cima daquele cavalo pensando em escapar daquela situação.
Com a foice na mão comecei a chorar amargamente; pensando nas vidas inocentes que eu havia assassinado.
E um grande sentimento de culpa invadiu meu coração.
Fiquei desesperado, assustado e trêmulo naquele momento.
Então eu comecei a gritar alto; cada vez mais forte, eu queria sair imediatamente daquela cena horrível e mórbida.
Mas, algo importante estava para acontecer diante dos meus olhos.
Então fiquei dando voltas por aquele deserto arenoso; em cuja areia estava o sangue dos fiéis seguidores do SENHOR JESUS CRISTO.

Eu estava ensangüentado e muito abatido.
Fiquei abandonado completamente; então voltei ao meu estado normal de consciência, aquela legião de demônios já havia desincorporado de mim.
Assim pude perceber com detalhes as atrocidades que eu havia cometido, e um grande pavor se apoderou de mim.
Em um dado momento; tudo se fez calmo, um profundo silêncio se apoderou daquele cenário grotesco.
Olhei a minha volta, a minha direita, a minha esquerda, mas não via mais a ninguém.
Percebi que os corpos mortos eram levados para um outro lugar; pois, foram desaparecendo à medida que uma forte luz cruzava a linha do horizonte e vinha se aproximando da minha direção.

Fiquei assustado; notei que eu já não podia me mover; pois aquela forte luz cada vez brilhava mais intensamente. Quando aquela luz se tornou ofuscante; percebi que um homem com compridas vestes brancas caminhava em minha direção.
Contemplei seu aspecto angelical, sublime, alvo como a neve, porém, sua face não pude ver, ela era como uma chama de fogo ardente.

Ele se aproximou de mim e, levantando a sua mão para o céu, e disse-me com uma voz suave:

“JOVEM, EU TE CONHEÇO”...

Imediatamente senti minhas pernas grudarem no cavalo em que eu estava montado.
Senti meu corpo amolecer; porém da cintura para baixo fiquei paralisado, perdi os movimentos das minhas pernas.
A minha foice ensangüentada caiu no chão; senti meus lábios colarem um no outro; e assim já não havia mais boca em minha face.
Enquanto isso eu tentava me justificar diante daquele homem com lindas vestes brancas, cheio de uma luz diferente de todas as luzes naturais que já havia contemplado.
ERA UMA LUZ OFUSCANTE, DIVINA, SOBRENATURAL, CELESTE.

Meu corpo naquele momento entrava em convulsão e numa espécie de ‘TRANSE’ que não sei explicar.
Aquele homem, cuja face era uma chama de fogo me disse:

“JOVEM, POR QUE MATAS OS MEUS ESCOLHIDOS? POR QUE PERSEGUES SEM CAUSA OS INOCENTES?”

Neste momento senti que o meu fim havia chegado.
continuava a chorar, quando ele me disse:

“EU TENHO TE CHAMADO PARA PREGAR A MINHA PALAVRA, PORÉM, VOCÊ TEM SIDO REBELDE; AMANDO MAIS AOS ÍDOLOS DESTE MUNDO DO QUE A DEUS”... QUERO TE DIZER QUE EU SEI QUE VOCÊ ME CONHECE, PORÉM NÃO ME OBEDECE.

CUIDADO! EU ESTOU VOLTANDO PARA BUSCAR OS MEUS ESCOLHIDOS...

Neste momento senti meu coração desmanchar-se dentro de mim; e um amor profundo pela palavra de Deus e o evangelho nasceu em minha alma, transformando todo o meu ser.

Eu chorava muito enquanto aquele homem continuava dizendo:

“MUITO EM BREVE EU VOLTAREI, AI DE TI SE NÃO ESTIVER FAZENDO PARTE DO MEU REBANHO. AGORA EU APAGO AS SUAS TRANSGRESSÕES E OS SEUS PECADOS E TE ENVIO PARA PREGAR AOS JOVENS QUE ESTÃO PRESOS PELO ROCK, ADORANDO A SATANÁS. VÁ E PREGUE A MINHA PALAVRA POR QUE O FIM ESTÁ PRÓXIMO. MAS, SE NÃO ME OBEDECER, VOCÊ IRÁ PARA O INFERNO ONDE OS VERMES NÃO MORREM E O FOGO NUNCA SE APAGA".

Depois destas visões eu fiquei assustado e dobrei meus joelhos no chão entregando os meus passos ao Senhor Jesus, pois essa revelação me abalou muito.
Algum tempo mais tarde, eu assisti a um vídeo de um pastor que falava do amor de Jesus, e também falava sobre os perigos das mensagens subliminares em musicas e nos desenhos animados da televisão.
Aquele pastor falou sobre o satanismo que é real hoje em muitas partes do mundo, e eu fui impactado com estas mensagens e notícias que me abriram de uma vez por todas os meus olhos que haviam sido vendados por Satanás.

Ouvi também o testemunho de um jovem roqueiro na Holanda, que não conhecia a seu pai havia dezoito anos, pois sua mãe era uma prostituta.
Este jovem usava uma camisa que trazia uma mensagem satânica que dizia:

“EU NASCI PARA IR AO INFERNO”

Mas, ele se converteu ao Senhor Jesus, e tirou sua camisa de rock in roll e a lançou no lixo dizendo:

“Vou para minha casa sem camisa, mas, com Jesus dentro do meu coração...”.

Aquele jovem decidiu viver ao lado de Jesus, e desprezando as artimanhas do diabo, recebeu a Cristo dentro do seu coração e foi para sua casa sem camisa, mas, feliz! Nunca vou me esquecer deste testemunho real que só o Senhor Jesus pode realizar! Ao Senhor Jesus seja toda honra e toda glória para sempre, amém!

Enquanto escrevo este livro, sinto um ataque direto das trevas tentando me calar para que eu não escreva este livro e publique para que muitos jovens o leiam e entregue seus corações ao Senhor Jesus Cristo para receberem assim como aquele jovem holandês, uma outra vida, ao lado de Jesus!

SÓ JESUS É A VERDADEIRA PAZ!

Ainda hoje, ao lembrar de minha conversão e chamado ao ministério, as minhas lágrimas molham os meus olhos que assistiram a tantas perversidades diabólicas.
Agradeço ao SENHOR JESUS pela oportunidade de estar compartilhando com vocês este testemunho sobre a minha vida no submundo do ROCK IN ROLL.
Hoje faço parte do rebanho de JESUS CRISTO que muito em breve vai morar nas mansões celestiais.
Aguardo a sua volta em breve, como ele mesmo prometeu em sua palavra dizendo:
“EIS QUE CEDO VENHO”

Apocalipse 22:7.