CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

30 de nov de 2009

Aprenda a amar com as crianças


Sejamos como as crianças:
com elas aprendemos a amar.
Elas são sinceras amam desinteressadamente.
Se gostar de nós, logo saberemos.
Não sabem dissimular.
Pequeninas sorriem ao menor toque.
Não criticam, indagam apenas.
Não discriminam, aceitam a todos sem distinção.
Sabem conviver com as diferenças.
São alegres a todo tempo, cantam, dançam... Faz da vida uma eterna festa.
Satisfazem-se com qualquer brinquedo, independente do quanto custou.
Não tem ambição.
Nos ensinam mais que qualquer sábio.
Confiam... O seu olhar brilha, o seu sorriso é sincero.
Não nos pede nada em troca do amor que nos dão somente carinho e atenção.
Tocam a nossa alma com a sua inocência.
Mesmo as que não tem a oportunidade de ter um lar, sabem sorrir, quando nos dão um sorriso, ganhamos o dia... Pois o seu sorriso é uma lição.
Não existe coisa mais triste, que ver uma criança triste.
Doemos o nosso sorriso a elas, sejamos alegres.
Mostremos a elas a criança que existe em nós.
Elas são o nosso futuro precisam ser felizes para nos fazer felizes.

Postado por Regina Maura Dias Verasto às 14:45 0 com

O tempo


Um dia você vai ver que não valeu a pena tanta correria, para ganhar dinheiro e não usufruir.
Vai ver que o tempo passou e o cansaço tomou conta do seu corpo.
Vai ver que, mesmo rodeado de muita gente, você se sente só.
Um dia você vai se recolher ao seu quarto e ter vontade de abraçar o travesseiro, porque não sobrou ninguém pra abraçar.
Vai ver que, entrando numa roda viva, você não é mais dono do tempo que dizem que é seu, e que não pode cedê-lo a qualquer um.
Vai ver que o carro já está se tornando um problema, e não um conforto.
O telefone é chato, a gravata incomoda... Por mais que tente se livrar de tudo, é um escravo, e ainda assim invejado por muitos.
Vai ver que não valeu a pena os anos sem férias, sem descanso.
Vai ver que não tem mais ilusões e a esperança anda com vontade de dormir.
Um dia você vai ver que passou pela vida sem viver.
Freqüentou o mundo sem saber porquê.
Rodou, rodou, rodou e não saiu do lugar.
Pensou que foi, mas ficou.
Teve tudo e não sentiu nada.
Um dia você verá que o tempo escoa tão rápido como a areia fina pelos seus dedos. Vai ver que resta parar e gritar:
"Chega!".
Vai ver que é hora de sorrir, de amar, de ser da família, de misturar-se com as crianças e dar a mão ao próximo, antes que seja tarde demais...
Disponibilize tempo para os presentes que Deus lhe deu.
Esses presentes são:
seu cônjuge, seus filhos, seus parentes, seus amigos...
Não vale a pena você ter dinheiro, sucesso, riquezas se não tiver pessoas para compartilhar de tuas alegrias... Dê valor e respeite as coisas mais queridas ao seu coração.
Apegue-se a elas como a própria vida.
Sem elas a vida carece de sentido.
Enfim, viva um dia de cada vez, e viverá todos os dias de sua vida.
Lembre-se que o tempo é algo que não volta mais...
Pense nisso, mas pense agora!
Ainda há tempo, DEUS está contigo neste momento!

TEMPO DE DEUS


Em alguns momentos, temos a impressão de que Deus está muito distante como se estivesse indiferente ás nossas necessidades, sem pressa alguma em nos atender
Surge, a partir daí, uma tensão, entre a nossa pressa e a aparente demora de Deus.
O resultado, não raro, é a sensação de abandono, de agonia e de impotência total.
Há três reflexões que precisamos fazer nessas ocasiões.
A primeira, Deus não tem pressa!
O agir de Deus como Senhor do tempo, da vida e da história é na exata medida de sua precisão.
Ele é perfeito em tudo que faz.
A pressa é própria do homem.
Nossas neuroses não combinam com a paciência de Deus, sendo sempre bom lembrar que a nossa pressa não altera a ordem natural das coisas.
O fluxo da vida é como o leito de um rio, que corre sozinho, sem pressa que ninguém precise apressá-lo.
Em segundo lugar, a aparente demora de Deus deve ser entendida por nós como um tempo pedagógico.
Enquanto esperamos, Ele nos está ensinando algo.
Muitas vezes, é na expectativa da espera que encontramos tempo para um mergulho em nossa interioridade, mudamos nossas percepções, refletimos sobre nossos valores, sentimentos e prioridades.
Esperar origina uma forma de aprender.
Quando esperamos por Deus, estamos aprendendo com ELE.
Uma terceira reflexão que deparamos no espaço do tempo entre a procura e a resposta, é que na vida nada melhor que um dia após o outro.
O tempo sempre nos traz á luz aquilo que não conseguimos enxergar de imediato, porque a pressa encobre nossa visão.
Consequentemente, a paciência produz a experiência, e a experiência nos conduz á esperança.
Quem quiser colher frutos no futuro, precisa aprender a plantar esperança e paciência.
Logo, por que apressar o rio se ele corre sozinho e naturalmente?
A cultura do imediato, das respostas prontas, da comida rápida e das demais neuroses que a sociedade moderna nos impõe, acaba roubando de nós a paciência, uma das virtudes mais indispensáveis para quem quer viver uma vida melhor, e colher os frutos de um amanhã salutar.
A vida desenvolve uma contínua construção, sempre inacabada, que exige repensar valores, vivenciar novos sentimentos, aprender novas lições, conquistar novos espaços e vislumbrar novos horizontes.
A vida é pedagogia pura.
Ela é um aprendizado forjado nas lições do cotidiano.
Deixemos pois, que cada dia dê conta de si mesmo, e que despeje suas águas turvas, cheias de mazelas e tensões, sempre ao pôr do sol.
Tenhamos sempre em mente que Deus está no controle de tudo inclusive do tempo. Porque, então apressar o rio?
Siga o conselho de Jesus, o Mestre da vida:

"NÃO ANDEIS ANSIOSOS PELO AMANHÃ; BASTA CADA DIA O SEU PRÓPRIO MAL".
Deus não tem pressa!
Nós é que não sabemos viver.

As Palavras têm Poder

A linguagem dirige nossos pensamentos para direções especificas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades.
A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para uma boa comunicação.


1) CUIDADO COM A PALAVRA NÃO.
A Frase que contém NÃO, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela.
O NÃO existe apenas na linguagem e não na experiência.
Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente.
Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha e você pensou.
Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer.

2) CUIDADO COM A PALAVRA MAS, QUE NEGA TUDO QUE VEM ANTES.
Por exemplo:
"O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quando indicado.

3) CUIDADO COM A PALAVRA TENTAR, QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA.
Por exemplo:
"Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas".
Em outras palavras:
Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar".
Evite TENTAR, FAÇA.

4) CUIDADO COM NÃO POSSO OU NÃO CONSIGO, que dão idéia de incapacidade pessoal.
Use NÃO QUERO,NÃO PODIA ou NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai conseguir, que vai poder.

5) CUIDADO COM AS PALAVRAS DEVO, TENHO QUE OU PRECISO, que pressupõem que algo externo controla a sua vida.
Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU.

6) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo no passado. Isto libera o presente. Por exemplo, "Eu tinha dificuldade em fazer isto..."

7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".

8) Substitua o SE por QUANDO.
Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar".

9) Substitua ESPERO por SEI.
Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso".
ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.

10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". O verbo no presente fica mais forte e concreto.

Eu pedi a Deus


Eu pedi a Deus que afastasse de mim o orgulho,
e Ele me respondeu que isso era tarefa minha
mas que, se eu me esforçasse, Ele me ajudaria.

Eu pedi a Deus paciência,
e Deus me respondeu
que a paciência é filha da paz
e a paz não vem de fora, mas do coração.

Eu pedi o Deus felicidade
e Deus me respondeu que ele me ajudaria
mas que sou eu que tenho
que procurá-la bem dentro de mim.

Eu pedi a Deus que suavizasse minha dor
e Ele me respondeu que não veio ao mundo
para suprimir a dor,
mas para ensinar-me a conviver com ela.

Eu pedi a Deus mais fé, e Ele me respondeu
que a minha fé crescerá se eu a alimentar
e, então, nos meus dias escuros e tristes,
ela se fará luz.

Eu perguntei a Deus se ele me amava,
e Ele me respondeu que sempre me amou,
sempre me ama e sempre me amará.

Então pedi a Deus que me ajudasse
a amar os outros tanto quanto Ele me ama,
e Deus me respondeu
que esse foi meu melhor pedido,
mas mesmo assim,
como o amor são obras e não palavras,
devo colocar o amor em tudo que eu faço.
autor desconhecido)

“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.” (Malaquias 3 : 8 )


Costuma-se interpretar o verso acima como se o fato de não se dar o dízimo seja roubar a Deus, pois, teoricamente, 10% de nossas posses pertencem a Deus e deve ser, obrigatoriamente, devolvida.
Mas a Bíblia diz que tudo é de Deus e não só 10%.
“Porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.”
(I Coríntios 10 : 26)
Logo roubar a Deus não tem a ver com não devolver uma parte de nossos bens, pois tudo o que temos(mesmo que não devolvamos nada) já pertence a Ele.
Na verdade o roubar a Deus tem a ver com o roubar ao próximo.
No contexto de Malaquias os roubados eram os levitas, as viúvas e os orfãos que legalmente tinham o direito de comer dos dízimos e que, não sendo o dízimo dado, ficavam sem ter o que comer:
“Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem;”
(Deuteronômio 26 : 12)
Deus apenas toma as dores deles e diz que quem os rouba, está roubando a Ele.
Perceba que Deus não apenas cobra os dízimos e ofertas, como também diz para que eles seriam utilizados:
“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.”
(Malaquias 3 : 10)
Nos dias de hoje não temos mais levitas e nem uma lei que nos obrigue a dar o dízimo para os pobres, por isso creio que o termo “roubar” não se aplique mais àquele que não dá o dízimo.
No entanto aquele que deixa de pagar um devedor seu para dar o dízimo pode ser chamado assim, pois está tomando posse do que não lhe pertence para supostamente doar a Alguém que já é dono de tudo e por isso não precisa.
“A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.”
(Romanos 13 : 8 )
Passado o medo de ser chamado de ladrão, fica-se livre para doar movido pelo amor, sem quantias predefinidas e somente do que se tem.
“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.”
(II Coríntios 9 : 7)
“Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem.”
(II Coríntios 8 : 12)

Precisamos de fogo, do fogo do Espírito!”


Se você é um líder cristão, e o seu coração não está ardendo em chamas, com toda certeza a maioria dos membros de sua igreja terá um coração morno, que pouco ou nenhum impacto tem sobre o mundo.
“A resposta de Deus”para um mundo cheio de indiferença, materialismo, frieza e escárnio são corações ardentes nos púlpitos, nos bancos das igrejas, nas escolas bíblicas e nos seminários cristãos.
”Para ter impacto sobre a comunidade, precisa ter algo além de uma igreja ativista, preocupada em atender e ajudar os visitantes.
Precisa ser uma igreja em chamas, liderada por homens que têm o ardor de Deus em seus corações.
Samuel Chadwick, o falecido presidente do Cliff College, da Inglaterra, era uma “sarça ardente”.
A partir do momento em que ficou cheio do Espírito, “milagres da graça divina eram realizados através da influência de uma vida que passou a ser incendiada pelo fogo de Deus”.

Francis W. Dixon conta como “o poder de sua pregação e a influência moral dos membros de sua igreja foram tão poderosos, que o próprio Chefe de Polícia reconheceu publicamente como a cidade inteira ficara livre de crimes pela influência de homens e mulheres que haviam sido incendiados pelo amor de Deus”.
Dizem que uma vez um colega pastor perguntou a John Wesley, mensageiro do coração ardente, o que devia fazer para aumentar sua igreja.
Ele respondeu: “Se o pregador estiver em chamas, todo o mundo virá para vê-lo queimar”.

Um dos biógrafos de Wesley o descreveu como um homem “sempre ofegante, correndo sem parar atrás das almas perdidas”.
No túmulo de Adam Clarke, um dos primeiros estudiosos metodistas e um discípulo de Wesley, estão inscritas estas palavras:
“Vivendo para os outros, fui totalmente consumido”.
Há um século, T. DeWitt Talmage escrevia:
“Hoje, acima de qualquer outra necessidade, nos falta o fogo o fogo sagrado de Deus, queimando nos corações dos homens, estimulando suas mentes, impelindo suas emoções, emocionando suas línguas, brilhando em seus rostos, vibrando em seus atos, expandindo seu potencial intelectual e fundindo todo o seu conhecimento, lógica e retórica em uma grande corrente inflamada.
Que esse batismo de fogo venha sobre nós a fim de que milhares entre nós, que até hoje não passaram de ministros fracos e convencionais, sem qualquer contribuição marcante e que seriam facilmente esquecidos da memória da humanidade, sejam transformados em poderosos instrumentos de Deus”.
Essa descrição continua tão válida hoje quanto naquela época.
Alguns anos atrás, quando a Polônia vivia sob o regime comunista, um soldado polonês comentou com o Dr. Harold John Okenga:
“Existe na Polônia uma corrida entre o comunismo e o cristianismo.
Aquele que conseguir transformar sua mensagem em uma chama de fogo ganhará”.
Um cristianismo sem paixão não conseguirá apagar as chamas do inferno.
Para combater o fogo de uma floresta é necessário iniciar um outro incêndio para ir ao seu encontro.
Um líder apático nunca conseguirá inflamar os outros.
E um líder jovem sem ardor, como poderá acender a chama no coração dos outros jovens?
Enquanto não formos inflamados, não conseguiremos alcançar o coração das pessoas.
O bispo Ralph Spaulding Cushman orava:
Inflama-nos, Senhor, sacode-nos, nós te suplicamos!
Enquanto o mundo perece, nós, indiferentes,
Seguimos o nosso caminho
Sem rumo, sem paixão, dia após dia
Inflama-nos, Senhor, sacode-nos, nós te suplicamos!
Não há uma necessidade maior que essa em nossas igrejas e escolas hoje.
Não basta ter uma fé cristã e bíblica; temos de ser possuídos por Cristo, totalmente tomados por seu amor e sua graça, inteiramente inflamados por seu poder e glória. Cada pequenina parte do nosso ser, como diz certo hino do passado, precisa estar incandescente com o fogo divino.
Não é suficiente ter a lenha, não é suficiente ter o altar, não basta ter o sacrifício precisamos do fogo!
Oh, fogo de Deus, desce novamente sobre nós!
Faz-nos arder, Senhor, inflama-nos totalmente!
Se quisermos ser uma força irresistível para Deus, no lugar onde ele nos colocou, precisaremos do batismo de fogo do Espírito Santo.
Se quisermos despertar nossas igrejas sonolentas, precisaremos que aquele fogo, que veio sobre cada um que esperava no cenáculo no dia de Pentecostes, desça agora sobre nós.
Você precisa disso, e eu preciso disso.

Não precisamos de fogo fanático ou humano, que não glorifica o nome santo do Senhor. Precisamos é do fogo sagrado, daquele fogo que o Espírito traz e que usa para nos batizar.
Precisamos do fogo e do zelo da igreja primitiva, quando praticamente todos os cristãos estavam prontos, se necessário fosse, a se tornarem mártires por Cristo.
Num sermão contundente, John R. Rice censurou nossa falta de fogo.
“Ouçam, não são os pecadores que são duros.
O problema de dureza está no coração dos pregadores.
Os professores das escolas bíblicas, os diáconos, os obreiros e os superintendentes é que são duros.
É mais fácil salvar uma alma e converter um bêbado ou uma prostituta do que inflamar um pregador para ganhar almas.”
George Whitefield foi grandemente usado por Deus, junto com John Wesley, quando viraram a Inglaterra de ponta-cabeça e, pela graça de Deus, evitaram que as Ilhas Britânicas passassem por uma réplica da Revolução Francesa.
Diziam a respeito de Whitefield:
“Desde o tempo em que começou a pregar, ainda garoto, até à hora de sua morte, nunca deixou que sua paixão se abatesse.
Até o final de sua notável carreira, sua alma foi como uma fornalha ardente de dedicação em favor da salvação dos homens”.
Sua alma como uma fornalha ardente!
Ah, aqui está o segredo!
O problema trágico é que estamos tentando conduzir o povo de Deus com corações que nunca foram inflamados ou que perderam o ardor.
Elias orou até o fogo descer sobre o monte Carmelo.
E, então, os apóstatas caíram de joelhos e clamaram:
“O Senhor é Deus!
O Senhor é Deus!” (1 Rs 18.39).
Pode o fogo da Shekiná, que fez chamejar a sarça no deserto, atear fogo em nossos corações, até que sejamos sarças ardentes por Deus? (Êx 3.1-3).
O fogo da Shekiná no monte Sinai difundiu-se pelo corpo de Moisés até que sua face refletisse a glória de Deus (Êx 34.29,30).
Podemos nós nos aproximarmos de Deus até que o fogo da Shekiná comece a transfigurar nossos vasos de barro e as pessoas possam ver o reflexo da glória de Deus sobre nós e em nós?
Pode o fogo da Shekiná, que Ezequiel viu afastar-se passo a passo de Israel, voltar para nós hoje?
(Ezequiel, capítulos 10,11).
Ele voltou sobre os 120 que se encontravam no mesmo lugar, no cenáculo (At 2.1-21). Se precisássemos passar dez dias para buscar a face de Deus, seríamos mais do que recompensados se no final fôssemos inflamados por ele.
Mas esse batismo não vem por meio de esforços, méritos ou simulações.
Só Deus pode batizar com fogo.
Só Deus pode enviar a Shekiná.
Só Deus pode satisfazer suas necessidades e as minhas.
Já labutamos muito tempo sem esse fogo.
Temos ficado muito aquém da glória de Deus, por causa da falta dele.
Temos deixado nossas igrejas praticamente impassíveis, inalteradas, por falta da chama.
Nós não podemos acender esse fogo.
Não podemos criá-lo por nós mesmos.
Mas podemos humilhar-nos diante de Deus, com toda a honestidade e lisura, e confessar nossas carências.
Podemos buscar a face de Deus, até que sua poderosa lanterna alumie nossos corações e nossas vidas e mostre o que neles nos impede de sermos capacitados e cheios de sua vida.
O fogo santo de Deus desce somente sobre os corações preparados, obedientes e famintos.
Talvez a necessidade que está por baixo de todas as necessidades é que não estamos suficientemente famintos ou sedentos, nem somos intensos em nosso desejo.
“Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais o Pai celestial dará o Espírito Santo àqueles que lho pedirem”
(Lc 11.13).

Extraído de “Ablaze for God” (“Inflamados Para Deus”), de Wesley L. Duewel - REVISTA IMPACTO

Num comovente artigo, intitulado “Queima Incessantemente, Fogo de Deus”, T. A. Hegre escreveu:
“É de fogo que precisamos, fogo para derreter nossas emoções geladas e passivas, fogo para nos impelir a fazer algo em favor daqueles que descem diariamente à sepultura sem Cristo.
Incontáveis milhões estão morrendo sem que ninguém lhes tenha falado do Evangelho, porque nós cristãos estamos apagados.
Precisamos de fogo, do fogo do Espírito!”

Palavras de amor!!


Não existe um texto que possa refletir o que é amor incondicional como o texto escrito em 1ª Corintios 13.
Este texto dispensa comentários.
Por isso, vou apenas postá-lo.
Reflitam na palavra de Deus.
1Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3 ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
9Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;
10Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.
11Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.
12Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.
13Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.

corações em chamas de amor!!!


Lucas 24:32 “E disseram um para o outro:
Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?”

É isso que Deus tem procurado em nosso tempo, no meio da nossa geração:
pessoas que tenham seus corações como vulcões de paixão e amor por Ele.
Corações tão inflamados com a chama de amor que não possam se conter e espalhem esse fogo por onde for.
Quando estamos inflamados de amor por Deus, começamos a viver o verdadeiro cristianismo.
Deus tem um coração abrasado.
Deus coloca paixão em tudo o que faz.
Quando a palavra de Deus fala sobre o Espirito Santo, em Lucas 3:16, nos é mostrado que Jesus viria e logo após ele, o Espirito Santo, batizando com fogo.
“Respondeu João a todos, dizendo:
Eu, na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.”
Esse batismo com fogo significa que quando começamos a andar junto com o Espirito Santo, somos envolvidos pelo amor de Deus e isso abrasa nosso coração e faz com que “queime” uma chama de amor em nós.
Chegou o tempo de não apenas recebermos o amor de Deus, mas de dar nosso amor a Ele. Um amor que queima em nosso coração e faz com que possamos entregar a Ele algo de valor.
Talvez você nunca tenha entregue seu coração a Deus para que Ele te inflame de amor. Mas se ao ler esta palavra, você sentiu que algo dentro de você começou a “queimar”, como aconteceu com aqueles homens que andaram com Jesus, peça para Deus tomar conta de sua vida e não perca mais tempo.
Aceite Jesus como seu salvador!!

Deus te ama, e não tem como andar com ele e não amá-lo.

Abra sua porta!


Em Apocalipse 3:20 Jesus nos fala:
“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”
Deus está nos chamando para viver algo diferente com Ele.
Algo que talvez até hoje você não tenha vivido.
Existe uma grande diferença entre saber quem é Deus e ser amigo de Deus.
Quando entendemos que Deus está batendo à nossa porta e resolvemos abrir o nosso coração para ele, passamos a viver coisas maravilhosas que só poderemos entender se andarmos e pensarmos pelo mundo espiritual…
Este texto nos aponta 2 fatos importantes:

1.) Deus está a nossa porta constantemente e só entrará em nosso lar (coração) se dermos passagem para ele.
Deus é um cavalheiro.
Ele nunca irá estourar o trinco da porta e entrar forçadamente em sua casa.
Deus respeita o nosso livre arbitrio.
Diferentemente de satanás que entra sem pedir permissão e faz de nossos corações uma enorme zona.
Mas, quando se trata de nosso coração a famosa lei da física que diz que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço passa a ser realidade no mundo espiritual.
Ou seja, a partir do momento que abrimos a porta e pedimos para Deus entrar, estamos automaticamente despejando satanás de nossa casa, pois não existe a possibilidade de os 2 habitarem em nossos corações.

2.) Quando Deus entra em nosso lar (coração), passamos a ter intimidade com Ele.
O texto acima fala que quando Deus entra em nosso lar, ele ceia conosco.
O ato de ceiar com alguém é um vinculo de intimidade.
Não se ceia ou se convida alguém para almoçar em sua casa se você não tiver intimidade com essa pessoa.
Devemos perceber também que Deus fala que Ele ceiará conosco e nós com Ele.
Isso significa que compartilharemos tudo.
Entregaremos nossos planos, sonhos, louvor, vida para Deus e Ele nos dará vida eterna, segurança, paz, amor, muito Amor, prosperidade, alegria de viver, experiências espirituais, a honra de ser chamado de filho de Deus, poder, sonhos muito mais altos do que os nossos.
Parece que quando convidamos Deus para ceiar conosco, Ele traz a maior parte do banquete.

Convide hoje Deus para entrar em seu coração e desfrute desta intimidade que ele nos oferece.

Guarda o teu coração!!!


Provérbios 4:23 “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.”
Há uma famosa frase que as pessoas falam em momentos de conselho para decisões difíceis:
FAÇA O QUE O SEU CORAÇÃO MANDA.
Nosso coração (nossos sentimentos) é o responsável por ordenar as nossa atitudes. Tudo o que decidimos fazer está totalmente relacionado com os nosso sentimentos.
Por isso exite uma grande importância em guardarmos o nosso coração, para que tudo o que venhamos a fazer seja bem direcionado.
O nosso coração não dita as ordens, mas ele as transmite.
Para isso algo precisa dominá-lo.
A palavra de Deus fala em Gálatas 5:17 “Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro;”
Isso significa que existe uma luta entre a nossa carne e o nosso espírito pelo dominio do nosso coração.
Aquele que tiver o controle do nosso coração, irá ter o controle de nossa vida.
Se nós deixarmos que a nossa carne domine o nosso coração, iremos tomar atitudes que possam satisfazer a nossa carne; se deixarmos o nosso espírito dominar o nosso coração, iremos tomar atitudes que satisfaçam a Deus, pois quando andamos pelo espírito, agradamos a Deus.
Quando deixamos a nossa carne dominar o nosso coração, estaremos com o nosso coração desprotegido, e a tendência de moldarmos o nosso caráter com as obras da carne é imensa.
Mas quando entregamos o controle do nosso coração ao nosso espírito, passamos a viver o caráter de Cristo.
Nos tornamos referencial e temos a nossa vida totalmente transformada.

Você é precioso para Deus!!!


Mateus 13:
44 Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.
45 Outrossim, o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas;
46 E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.
Da mesma forma que o reino de Deus é precioso para nós, nós somos preciosos para o nosso Pai.
Esta parábola pode ser interpretada de uma forma um pouco diferente, sem perder o seu sentido.
Antes que Jesus fosse enviado a esta terra, Deus atentou para o povo que aqui vivia. E quando olhou parecia que a terra era tão vazia em seus sentimentos.
Parecia que a terra tinha virado um campo que aparentemente e físicamente não poderia ter nada de valoroso.
Mas Deus não é como muitas vezes nós somos; Ele não é supérficial; Ele simplesmente olha para algo que está escondido neste campo.
Muitas vezes parece que estamos tão escondidos e envolvidos no meio do mundo.
Parece muitas vezes que há tanta terra em cima de nós que Deus nunca vai conseguir olhar para nós.
Parece que as situações da vida, ou nossos pecados nos envolve de uma forma tão grande que nos tornamos invisíveis para Deus.
MENTIRA.
Isso nunca aconteceu e nunca vai acontecer.
Deus consegue nos encontrar no meio desse campo e mesmo sendo Deus, mesmo tendo tudo em suas mão, ele simplesmente abre mão de tudo que é mais precioso para Ele, e entrega seu próprio filho para poder pagar o preço por este ‘campo’ ou seja a terra.
A palavra de Deus fala que quando Jesus morreu e ressucitou, ele passou a ter o domínio sobre a terra.
Com isso o preço pelo campo já havia sido pago.
Deus agora poderia desfrutar daquilo que para Ele é um tesouro valioso: a nossa intimidade com Ele.
Deixe que Deus te encontre.
Não ache que a terra que foi lançada sobre a sua vida vai impedir o Senhor de te enxergar em meio a um campo tão imenso.

Oração!


Deus, esta é a minha oração para Ti hoje.
Senhor não consigo ficar mais um minuto sem pensar na maneira como o Senhor me ama. Sabe Deus cada dia que passa me apaixono mais por Ti.
É uma paixão que espelha o verdadeiro significado desta palavra.
Pai, estou participando dos seus sofrimentos.
Deus, tenho sentido a dor do seu coração ao ver as pessoas se perdendo, vivendo mentiras na vida delas, estou sofrendo ao ver os medingos na rua passando fome, estou sofrendo por ver crianças por todo o mundo sendo escravizadas, estou sofrendo ao ver os homosexuais confusos em suas cabeças, estou sofrendo as dores do seu coração Pai.
Meus olhos estão marejados e estou a cada dia derramando lágrimas diante de Ti, porque sei que isso tudo está acontecendo porque as pessoas não te conhecem verdadeiramente.
As pessoas não conhecem o teu amor.
As pessoas não conseguem enxergar o quão bom é te amar.
Pai, uma coisa só eu quero te pedir:
Que o amor que eu sinto por TI este amor que está latente dentro do meu peito, esse amor por ti que cresce a cada dia que conheço o Senhor mais intimamente, que este amor Pai possa transbordar do meu coração, que este amor possa atrair as pessoas para ti, que esse amor Deus, possa mostrar as pessoas o quão bom é te servir, o quão bom é te amar.
Deus, gera naqueles que se dizem seus filhos uma vontade de expressar o amor que sentimos por ti de uma maneira totalmente extravagante.
Não queremos nos envergonhar do seu nome, porque o Senhor não se envergonha dos seus filhos, mesmo eles sendo falhos.
Pai que vidas sejam totalmente marcadas, renovadas, vivificadas, transformadas, pelo poder que existe no nosso amor.
Pai, derramei aqui o meu amor por Ti, para que ele se espalhe como a fragancia do perfume que atrai as pessoas para Ti.

Te amo Pai.

Quem ama, confia!!!


Vemos esta frase sendo usada pora tantas pessoas em todo o mundo:
QUEM AMA CONFIA.

Vamos agora por um minuto parar e pensar na nossa fé em Deus.
Será que temos vivido esta frase?
Será que temos amado a Deus o suficiente para lhe entregar a nossa vida sem reservas?
Quando penso que Deus escolheu nos usar para abençoar as outras pessoas, quando ele escolheu a nós como filhos, acredito que esse tenha sido um grande voto de confiança.
Deus nos ama.
Por isso escolheu confiar tantas coisas em nossas mãos.
Ele poderia muito bem suprir todas as necessidades das pessoas, mas ele confia naqueles que se dizem seus filhos para que supram as necessidades dos que estão próximos.
Deus poderia muito bem vir do Céu, sobre um anuvem de glória e aí todos os homens acreditariam que ele existe.
Mas Deus quer provar a nossa fé naquilo que ele nos promete e por isso confia todas essas tarefas em nossas mãos.
Se você é uma das pessoas que falam:
“EU CONFIO EM DEUS PRA TUDO”, chegou a hora de realmente viver estas palavras.
E nós só poderemos viver isso verdadeiramente se amarmos ao nosso Senhor acima de todas as coisas.
Deus já demonstrou o amor dele por nós confiando tantas coisas em nossas mãos. Chegou a hora de demonstrarmos o nosso amor por ele confiando toda a nossa vida a Ele.

A palavra de Deus fala em I Coritnios 13 sobre o amor:


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com lndade, não se ensoberbece.
5Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
Tenho visto no mundo uma concepção de amor muito diferente do que está descrito acima.
Infelizmente as pessoas têm vivido um amor falso, um amor mentiroso.
Como fala a palavra de Deus, o amor não busca os seus interesses.
As pessoas hoje em dia dizem que amam uns aos outros por puro interesse, para receber algo em troca.
O namorado diz que ama a namorada só para que ela ceda e eles possa ter um relacionamento sexual.
As pessoas dizem que amam aquele “amigo” que pode lhe oferecer algo de valor.
As pessoas dizem amar o chefe para poder receber um aumento.
As pessoas têm vivido um amor fingido.
Têm falado dentro de seus lares que amam seus filhos, seus cônjuges seus parentes, pais e amigos simplesmente para ter algo em troca.
Os relacionamentos têm sido vazios porque não existe amor de verdade.
Um amor que desconfia não é amor de verdade.
Um amor que não sabe esperar não é amor de verdade.
Um amor que não aprende a sofrer, a crer e a esperar não é um amor de verdade.

O verdadeiro amor só nasce quando nós lançamos fora este amor falso, mentiroso.
O verdadeiro amor é inspirado no próprio amor de Deus.
A palavra de Deus fala que Deus é amor.
Então se não você não tem Deus no seu coração, você não está vivendo o amor verdadeiro.
Pare e pense: como você tem vivido até agora no que se diz respeito ao amor?

Você tem sido verdadeiro?

Você tem vivido o amor de Deus ou tem vivido um amor falso?

É hora de largar a falsidade e viver um amor verdadeiro:
UM AMOR INCONDICIONAL.
Tantas pessoas dizem que amam a Deus.
Tantas pessoas dizem que vivem o amor de Deus.
Mas então deixo uma pergunta no ar:
Quando não aceitamos o perdão de Deus, estamos vivendo o amor Dele?
ACHO QUE NÃO!!!
Muitas vezes durante a nossa vida cometemos erros, pecamos, saímos do propósito de Deus para nossas vidas.
E quando começamos a reparar como está a nossa vida nos vemos no fundo do poço, cobertos de lama até o pescoço.
Passamos então para a fase mais perigosa: quando paramos de viver o amor de Deus e não aceitamos mais o seu perdão.
Quando deixamos de aceitar o perdão de Deus em nossas vidas, simplesmente estamos falando para Ele:

“Obrigado Senhor, mas eu não preciso do seu amor.”

Acredito que doa muito mais para Deus ouvir que nós não aceitamos a sua maior demonstração de amor, ou seja, Jesus morrendo para a remissão dos nossos pecado, do que quando nós pecamos efetivamente.
Toda vez que recusamos o perdão de Deus estamos recusando o sacrifício da Cruz.
Esta talvez seja a maior estratégia que o Diabo usa para nos separar do amor de Deus.
Pois só existe uma pessoa que pode te separar do amor de Deus:
você mesmo.
Por isso o diabo faz com que o peso do pecado seja colocado sobre as nossas costas de tal forma que a gente começe a crer que o amor de Deus não é maior que o nosso pecado.
Entenda uma coisa:
Não há nada que a gente possa fazer ou que a gente deixe de fazer que mude o tamanho do amor de Deus por nós.
Indiferente do que você já fez até hoje, Deus te ama e quer que você tenha um encontro verdadeiro com ele, deixando com que o Amor dele transborde em seu coração.

LÁGRIMAS!!


Hoje eu descobri que Deus coleciona lágrimas.

Exite um pote onde ele guarda lágrimas de tristeza, lágrimas de alegria, lágrimas de súplica, lágrimas de desespero, lágrimas que soltamos de tanto rir, lágrimas de emoção.
Cada lágrima tem um sabor, um cheiro, um sentido, uma cor, um propósito.
Mas para que as lágrimas sejam utilizadas da maneira correta, precisam ser derramadas diante Dele.
Quando derramamos as nossas lágrimas diante Dele, estamos vivendo um relacionamento verdadeiro com o Pai.
Um relacionamento onde compartilhamos cada momento com ele.
Deus nunca nos prometeu que quando andássemos com Ele, as lágrimas em nossas vidas cessariam.
Mas Ele nos prometeu que Ele mesmo as enxugaria.
Não importa o motivo das suas lágrimas, você nunca estará sozinho enquanto as derrama.
Deus está agora, aí do seu lado, estendendo Sua mão e enxugando as lágrimas que escorrem do seu rosto, para que mais tarde ele guarde no seu pote de lágrimas e possa fazer com que essas mesmas lágrimas reguem uma árvore de confiança e dependência Dele.

Eu quero te usar



Abre a tua boca e Eu a encherei.
Levante e comece a andar e nada poderá te deter.
Voce Me glorificará e farei de você um canal de bênçãos por onde correrão os rios de águas vivas da Minha graça.
Levará a Minha cura.
Levará a Minha esperança.
Você se esquecerá daqueles primeiros tempos quando não tinha força para ficar de pé, porque Eu te erguerei e te darei energia sobrenatural.
Eu te revestirei do Poder do Alto e cumprirei a Minha palavra, de modo que, à medida que você falar, darei a confirmação, mesmo com milagres.
Alguns desses milagres serão espirituais, operando nos corações das pessoas.
Seja fiel à Minha palavra, deixa-a correr livremente através da tua vida, e Eu a abençoarei, fazendo dela semente de alto poder germinativo, que dê vida eterna aos que a ouvirem, sim farei da Minha palavra um condutor de liberdade.
Marcos 16:20
Os discípulos foram anunciar o evangelho por toda parte.
E o Senhor os ajudava e, por meio de milagres, provava que a mensagem deles era verdadeira.

Não te deixarei sozinho no meio das lutas e aflições.
Você não pode fugir dessas situações se deseja crescer e amadurecer, mas não fique com medo porque Minha graça e o meu amor por você serão fortes como âncoras que te segurarão, e voce jamais será confundido ou envergonhado.
1Pedro 5:10
“Mas, depois de sofrerem por um pouco de tempo, o Deus que tem por nós um amor sem limites e que chamou vocês para tomarem parte na sua eterna glória, por estarem unidos com Cristo, ele mesmo os aperfeiçoará e dará firmeza, força e verdadeira segurança.”

Eu sempre estarei com voce!

MISSÕES


"Ande com uma pessoa de fé e verás maravilhas, não ande com um incrédulo pois você pode ser afetado"

AS ÚLTIMAS PALAVRAS DE GRANDES HOMENS



Mais esclarecedor do que o testemunho de moribundos.
Mesmo mentirosos confessam então a verdade.
Um olhar para o leito de morte revela muitas vezes mais do que todas as grandes palavras e obras em tempo de vida.
No momento em que pessoas se vêem confrontadas com a morte, muitas perdem suas máscaras e tornam-se verdadeiras.
Muitos tiveram que reconhecer que edificaram sobre a areia, se entregaram a uma ilusão e seguiram a uma grande mentira.
Aldous Huxley escreve no prefácio do seu livro “Admirável Mundo Novo”, que se deveria avaliar todas as coisas como se estivessem sendo vistas do leito de morte.
“Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio”
(Sl 90.12), diz a Bíblia.

VOLTAIRE, o famoso zombador, teve um fim terrível.
Sua enfermeira disse:
“Por todo o dinheiro da Europa, não quero mais ver um incrédulo morrer!
” Durante toda a noite ele gritou por perdão.

DAVID HUME, o ateu, gritou: “Estou nas chamas!” Seu desespero foi uma cena terrível.

HEINRICH HEINE, o grande zombador, arrependeu-se posteriormente.
Ao final da sua vida, ele ainda escreveu a poesia: “Destruída está a velha lira, na rocha que se chama Cristo!
A lira que para a má comemoração, era movimentada pelo inimigo mau.
A lira que soava para a rebelião, que cantava dúvidas, zombarias e apostasias. Senhor, Senhor, eu me ajoelho, perdoa, perdoa minhas canções!”



De NAPOLEÃO escreveu seu médico particular:
“O imperador morre solitário e abandonado.
Sua luta de morte é terrível.”



SIR THOMAS SCOTT, o antigo presidente da Câmara Alta inglesa:
“Até este momento, pensei que não havia nem Deus, nem inferno.
Agora sei e sinto que ambos existem e estou entregue à destruição pelo justo juízo do Todo-Poderoso.


GOETHE: “Mais luz!”

NIETZSCHE: “Se realmente existe um Deus vivo, sou o mais miserável dos homens.”


LÊNIN, morreu em confusão mental.
Ele pediu pelo perdão dos seus pecados a mesas e cadeiras.
À nossa juventude revolucionária se assegura insistentemente e em alta voz, que isso não é verdade.
Pois seria desagradável, ter que admitir que o ídolo de milhões se derrubou a si mesmo de maneira tão evidente.

INOWYEW, o presidente da Internacional Comunista, que foi fuzilado por Stálin:
“Ouve Israel, o Senhor nosso Deus é o único Deus.”
ESARE BORGIA, um estadista:
“Tomei providências para tudo no decorrer de minha vida, somente não para a morte e agora tenho que morrer completamente despreparado.”

TALLEYRAND: “Sofro os tormentos dos perdidos.”

CARLOS IX (França): “Estou perdido, reconheço-o claramente.”

MAZARINO: “Alma, que será de ti?”

HOBBES, um filósofo inglês: “Estou diante de um terrível salto nas trevas.”
CHURCHILL: “Que tolo fui!”

YAGODA, chefe da polícia secreta russa: “Deve existir um Deus. Ele me castiga pelos meus pecados.”

YAROSLAWSKI, presidente do movimento internacional dos ateus: “Por favor, queimem todos os meus livros. Vejam o Santo! Ele já espera por mim, Ele está aqui.”

JESUS CRISTO: “Está consumado.”

Voltaire, David Hume e outros, certamente teriam rido ou zombado, se em tempo de vida se explicasse a eles, que sem Jesus Cristo estariam eternamente perdidos.
Apesar disso, eles tiveram que reconhecer que isso é verdade e que a Bíblia tem razão ao dizer:
“E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez e, depois disto, o juízo”
(Hb 9.27).
Como você morrerá?
Será muito tarde também para você?
Quais serão suas últimas palavras?
Você acha realmente, que os homens anteriormente citados representaram uma comédia piedosa quando chegou o fim?
Sem ter paz com Deus, a morte é uma terrível realidade, da qual o mundo foge.
Não se gostaria de ouvir nada a respeito, ela é afastada dos pensamentos.
Mas será que a política da avestruz é uma solução inteligente?
Se você acha que com a morte tudo acaba, pertence às pessoas mais enganadas.
Existe somente um que pode salvá-lo:

JESUS CRISTO

Por isso, o profeta Amós diz:
“prepara-te..., para te encontrares com o teu Deus”
(Am 4.12).
Se vier com seu coração a Jesus Cristo e realmente quiser paz com Deus, você pode dizer esta oração:

“Senhor Jesus, por favor, perdoa toda a minha culpa e meus pecados, minha rebelião e minha vida própria.
Agradeço-te porque morreste por mim e pagaste com teu sangue o preço pelos meus pecados.
Por favor, entra agora em minha vida.
Abro-te a porta do meu coração e te peço que a partir de agora sejas meu Senhor. Agradeço, porque me ouves e aceitas.”

O que importa não é a formulação, mas a atitude do coração.
Jesus diz:
O que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora” (Jo 6.37).

Irmãos preferem MORRER que negar sua fé em Jesus!!!


coreia do norte

"Eis que Deus é a minha salvação;
eu confiarei e não temerei porque o Senhor,
sim o Senhor é a minha força e o meu cântico;
e se tornou a minha salvação".

(Isaías 12:2)

28 de nov de 2009

CONSELHO MISSIONÁRIO

A – Levar os irmãos a orar por missões: pelos missionários, pelos campos, por mantenedores etc.
Conhecendo as necessidades, muitos sentirão o desejo de orar por missões espontaneamente.
B – Começar reunindo pessoas conhecidas e que queiram, de alguma forma, estar envolvidas no cumprimento da Grande Comissão.
C – Marcar um local, dia, hora e é só começar o Grupo de Oração!
Devem ser levados aos irmãos motivos específicos de oração, envolvendo-os no ministério daqueles que dão suas vidas para que a salvação em Cristo seja anunciada a todos os homens.
Marcar reuniões de oração ou separar um período antes do culto para orar.
Uma boa idéia é usar o livro Intercessão Mundial, que traz diariamente um país e suas necessidades; no fim do ano, a igreja terá intercedido por todos os países de forma objetiva.

Lembre-se que o grupo deve:

A – Despertar, desenvolver um forte movimento de oração pró-missões na igreja e nos lares.
O alvo é mobilizar toda a igreja para declarar guerra contra as trevas e orar com compromisso.
Organizar grupos de oração com disciplina e participação.
B – Prover informações das necessidades locais e mundiais.
C – Promover novas estratégias para impactar a igreja local.
D – Realizar apresentações missionárias, jograis, cantatas, hinos especiais, peças teatrais etc.
E – Manter contato com missionários de campo e com os que estiverem em treinamento, a fim de orar e realimentar a igreja com informações.

"Nenhum lugar o fará sentir deslocado quando se está no lugar em que Deus deseja"

Quem são as pessoas de podem servir no departamento de missões?


Dada a importância do assunto, o pastor fará bem se orar e pedir a orientação de Deus na escolha das pessoas certas.
Deus conhece os corações, enquanto o homem vê somente o exterior (I Samuel 16.17). Segundo a primeira epístola a Timóteo, capítulo 3, os que servem devem ser responsáveis, sinceros, não gananciosos, irrepreensíveis, que não sejam neófitos (sem conhecimento), primeiramente sejam provados e depois sirvam.
É necessário eleger pessoas comprometidas, que tenham qualidade e sejam cheias do Espírito Santo.

“Se Deus quer a evangelização do mundo, mas te recusas sustentar missões, então te opões à vontade de Deus”

Perseguidos por causa de cristo


"E odiados de todos sereis por causa do meu nome;mas aquele que perseverá até o fim será salvo.Quando,pois,vos perseguirem nesta cidade,fugi para outra;porque em verdade vos digo que não acabareis de percorrer as cidades de Israel sem que venha o Filho do Homem."
(Mt.10-22 e 23)

"Então,vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão;e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome.
Nesse tempo,muitos serão escandalizados,e trair-se-ão uns aos outros,e uns aos outros se aborrecerão."
(Mt. 24-9 e 10)

Perseguição das igrejas (India)

TEMPLO DESTRUIDO
CARRO COM MERCADORIAS ENVANGELICAS
IRMÃ LYDIA E FILHO DO PASTOR AKBAR DIGAL
IGREJA QUEIMADA

26 de nov de 2009

Grão de Mostarda


Em Isaías 42.3 está escrito:
"Não esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega".
Essa é uma profecia messiânica que é confirmada no Novo Testamento (Mt.12.20) de maneira direta em relação a Jesus Cristo, e por isso já se tornou grande fortalecimento para muitos filhos de Deus.
Essas palavras também são uma figura de uma pessoa que possui fé como um grão de mostarda.
Pois a cana quebrada ainda não foi esmagada, está apenas quase partida, e uma torcida que fumega ainda não está totalmente apagada.
Nesse sentido essas palavras apontam para a fé mais pequena possível que uma pessoa pode possuir, fé como a de um grão de mostarda.
O que vimos no caso do grão de mostarda?
Que ele não tem quase nada a oferecer, mas oferece tudo o que tem, e por meio disso experimenta grandes resultados!
Meu irmão, minha irmã, você compreende o que o Senhor quer lhe dizer com isso? Talvez você leia esta mensagem com o estado interior de uma "cana quebrada" ou de uma "torcida que fumega".
Você se sente interiormente fraco e miserável, e em seu interior só resta uma fé ínfima, do tamanho de um grão de mostarda?
Você se sente assim porque diante de sua alma se amontoam grandes montanhas de angústias, preocupações e problemas.
Mas agora escute bem: o fato de você se sentir como uma "cana quebrada" ou uma "torcida que fumega" prova que em você ainda existe algo.
Pois uma cana quebrada ainda não está amassada, e uma torcida que fumega ainda não está apagada.
Apesar de todos os montes de dificuldades que talvez neste momento existam à sua frente, você ainda tem uma centelha de fé.
E é justamente isso que você tem que ativar agora, pois Jesus diz:
"Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará.
Nada vos será impossível".
Todos estes montes, problemas e dificuldades podem ser "lançados no mar" se você ativar e aplicar sua pequena fé, embora ela seja como um grão de mostarda.
Em outras palavras, isso acontece se você simplesmente vier agora a Jesus como você é.
Ele não "esmagará a cana quebrada, nem apagará a torcida que fumega".
Pelo contrário, no Salmo 34.18 está escrito:
"Perto está o Senhor dos que têm coração quebrantado e salva os de espírito oprimido".
Uma coisa, porém, você precisa fazer: você "a cana quebrada" e "a torcida que fumega " tem que buscar a Jesus como você é.
Assim você torna ativa a sua fé como um grão de mostarda.
E por meio disso você terá condições de "lançar no mar" todos os montes, preocupações e problemas.
Incentivo você a vir ainda hoje, agora, a Jesus com o pouco que você tem com sua fé como um grão de mostarda.
Assim o Senhor poderá lhe encontrar de maneira totalmente nova, e fazer transbordar sua vida como talvez nunca aconteceu antes!

Andar com Fé


Andar com fé
é saber que cada dia é um recomeço,
é ter certeza que os milagres acontecem
e que os sonhos podem se realizar.

Andar com fé
é saber que temos asas invisíveis,
é fazer pedidos a estrelas cadentes
e abrir as mãos para o céu.

Andar com fé
é olhar sem temor
as portas do desconhecido,
ter a inocência dos olhos da criança,
a lealdade do cão,
a beleza da mão estendida
para dar e receber.

Andar com fé
é usar a força e a coragem
que habitam dentro de nós
quando tudo parece acabado.

Andar com fé
é saber que temos tudo a nosso favor,
é compartilhar as bênçãos multiplicadas,
é saber que sempre seremos surpreendidos
com presentes do Universo,
é a certeza que o melhor sempre acontece
e que tudo aquilo que almejamos
está totalmente ao nosso alcance.

Basta só Andar com Fé !

Silvia Schmidt


Tende fé... a fé é fundamental.
De fato, a Bíblia diz que sem fé é impossível agradar a Deus.
A fé é o divisor entre o salvo e o perdido, entre o perdoado e o condenado, entre uma eternidade de deleites na glória ou de tormento no inferno.
Tão importante é a fé que é uma das virtudes que deve permanecer para sempre, ao lado da esperança e do amor.
Portanto, tenhamos fé!

Tende fé em... porém, a fé não é poderosa em si mesmo.
A fé não se basta a si mesmo.
Há um engano corrente nos dias de hoje, o de que a fé é uma força , um poder ou uma lei sobrenatural, que se corretamente usada, produz resultados.
Por isso se fala muito em usar a fé, colocar a fé em prática.
Ensina-se que mesmos descrentes, se souberem usar a lei da fé, podem produzir resultados.
É claro que infiéis usar a fé é uma contradição em si mesmo, mas os defensores da palavra da fé ensina isso.
Mas a verdade bíblica é que a fé carece de um objeto.
Em si mesmo fé não passa de uma forte convicção e alguém que pula do um prédio com a maior fé do mundo de que pode voar, não entrará para a galeria dos heróis da fé, mas para o rol dos suicidas loucos.

Tende fé em Deus.
A fé não carece apenas de um objeto.
A fé requer o objeto certo.
Os profetas da auto-estima e os arautos da motivação psicológica repetem "acredite em si mesmo".
Políticos pedem "acreditem no governo".
Cientistas ateus pedem fé na ciência.
As religiões humanas defendem a fé em seus deuses e rituais.
Todos estão plenos de fé, no potencial humano, no Estado, na ciência ou nas religiões.
Mas cada uma dessas fé é pior que a incredulidade.
Pois a fé salvífica, a fé que confere sentido à vida e a fé que transporta montes é a fé correta na pessoa certa:
fé em Deus.
A ênfase de Jesus não é no resultado produzido pela fé.
Nem no tamanho da fé.
Mas na Pessoa em quem depositamos a fé.

É importante também não só que frases você usa para pedir a algo na sua oração, mas tua postura física perante Deus.



Veja Cristo, filho de Deus na terra, como orava respeitosamente ao Pai.
Cristo se prostrou com a face na terra, na poeira, perante o Pai:

“Adiantando-se um pouco, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice!
Todavia, não seja como eu quero, e sim como Tu queres” Mateus 26:39

Cristo se prostrou com o rosto ao solo para orar para o Pai.
E hoje existem cristãos que não fazem isso porque vai sujar o terno ou o tailleur. Cristo pediu a Deus, mas deixou a decisão final para Ele.
E hoje existem cristãos que oram impondo sua agenda de vida sem antes perguntar para Deus o que Ele quer fazer com nossas vidas.

Nós devemos ser humildes perante a vontade de Deus.
Muitas vezes nossas orações podem ser sinceras de nosso coração.
Mas para Deus podem parecer até arrogantes perante Ele que sempre nos escuta com amor, porque pedimos algo que vai contra a vontade d’Ele para nossas vidas.
Somos então aqueles que Ele condena como tendo a cerviz dura, que não se curvam perante Sua vontade:

“Homens de dura cerviz e incircuncisos de coração e de ouvidos, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim como fizeram vossos pais, também vós o fazeis” Atos 7:51

É…todos nós somos craques em orar pedindo.
Eu quero prosperidade!
Eu quero felicidade!
Eu quero amor!
Eu quero trocar de carro este ano!
Mas quantos de nós oramos aceitando e agradecendo a vontade de Deus sobre nossas vidas?
Mesmo que essa vontade divina NÃO seja o que nós queremos!

E você?
Como você ora?
Qual foi a última vez em tua vida que você teve o privilégio de se ajoelhar e por teu rosto de encontro ao chão enquanto ora para Deus nosso Pai, como Cristo fez…quando você viu teu pastor fazer isso durante um culto em sinal de submissão e humildade a Deus?
Você ora pedindo com extrema humildade… ou pensa que pode mandar Deus fazer?

Reflita a respeito e seja humilde na sua postura e na oração perante Deus, quando pedir algo para Ele.

Espero ter ajudado.
Todos precisamos estar sempre fortalecendo nosso espírito para enfrentar os desafios da vida.

Você está Pedindo ou Mandando Fazer?


Mas então como devemos orar para Deus?
Muitas vezes estamos em situação de sofrimento.
Nessa situação temos que ter discernimento.
É difícil, muito difícil ter discernimento numa situação de sofrimento.
E quem sou eu para orientar como orar para Deus?
Eu sou pó como todos meus irmãos que me leem.
Mas eu tenho algumas dicas

1.Primeiro eu tento me acalmar através da oração, pois a intranquilidade é inimiga do discernimento cristão.
Abro a Bíblia no meu salmo preferido, o 91 Sob a Sombra do Altíssimo.
Oro até me acalmar.
Pode ser que eu consiga me acalmar em cinco minutos, pode ser que não.
Sem problema, se eu noto que não consigo me acalmar eu paro de orar e espero outro momento do dia mais calmo e propício.
2.Quando eu atinjo a calma de espírito através da leitura de um salmo, uma oração ou meu texto cristão preferido, eu começo a analisar o melhor possível minha situação. Será que estou sofrendo por algo que não devia?
Será que eu estou batendo de frente contra a vontade de Deus, desejando algo que Ele não quer para mim?
Eu fui derrotado ou estou apenas “me sentindo derrotado”?
Sim, existe uma grande diferença entre “ser derrotado” e “sentir-me derrotado”. Muitos se sentem derrotados e na verdade não enxergam a grande vitória que Deus colocou em suas vidas.
Vitórias como ter amigos sinceros, um lugar para morar, alguém com quem conversar, ter o que comer…viver em Cristo é uma enorme vitória!
Neste ponto da minha reflexão, eu já consegui visualizar se meu sofrimento tem realmente base ou não.
De repente, posso até chegar à conclusão que estou sofrendo sem motivo!
Descubro que minha angústia é porque não quero me submeter à vontade de Deus.
Estou lutando contra Ele.
E quando tomo consciência disso minha angústia e sofrimento se evaporam, no momento em que corrijo meus passos para andar junto com Deus e não contra o que Ele quer de mim.
Mas pode ser que não.
Pode ser que não sinta que meu sofrimento é causado porque estou indo contra a vontade de Deus.
E portanto sigo meu roteiro:
3.Se depois de analisar minha situação de dor, derrota, sofrimento, frustração ou tristeza, eu chego à conclusão de que não estou indo contra a vontade de Deus para minha vida, então eu posso pedir algo a Deus através da oração.
Outras vezes, estamos numa situação tão difícil e urgente que não há tempo para seguir os passos acima.
Então temos que orar imediatamente.
Mas eu nunca peço a Deus que revogue ou mesmo me explique o que passei.
O que eu passei, é da conta d’Ele e só Ele sabe o por que.
Tantas vezes eu esqueço de agradecer a Deus quando me abençoa com vitórias na minha vida, então não tenho direito de exigir explicações sobre o sofrimento imposto contra mim.
Eu simplesmente peço a Deus que me oriente sobre o que fazer em seguida!
Por exemplo, se eu fosse esse meu irmão que deseja voltar para São Paulo citado no artigo “Deus, Manda Tua Resposta Para Mim” eu oraria assim :
“Deus amado.
Eu sou Teu filho e parte da Tua igreja na terra.
Tenho procurado ser um bom cristão e respeitar a Tua palavra mesmo dentro de meus erros.
Sei que minha tendência é Te procurar no momento de minha tristeza e dor e esquecer de Te agradecer em oração quando tenho um momento de alegria e realização todos os dias da minha vida.
Eu tive muito e hoje não tenho nada.
Mas esse nada é muito para mim, por que o que eu tenho aqui ao meu lado tem mais valor do que tudo o que eu tinha em São Paulo.
Deus, és Todo-Poderoso e assim como me fizeste andar o caminho até aqui nesta cidade, também podes me fazer voltar para lá.
O principal eu já tenho e Lhe agradeço por isso: minha fé no Senhor continua forte, minha esposo não me abandonou quando tudo perdi, meus filhos são inteligentes e sadios, eu tenho um quarto onde morar mesmo de favor, mas é um teto.
E tenho o que comer sem passar necessidades.
Eu tenho uma família cristã e que me apoia e esse é um dos maiores tesouros que um mulher pode ter.
Peço perdão por ter considerado minha perda financeira como sendo uma derrota.
Na verdade foi uma vitória: minha esposo provou perante Deus que me ama mesmo eu estando numa situação de dificuldades financeiras.
São muitos as mulheres que podem afirmar isso de suas esposos?
Eu sou um priviliegiada.
Meus filhos jamais deixaram de ter o que comer e continuam fortes.
De hoje em diante, em vez de acordar triste e sofrendo eu abrirei meus olhos e antes de qualquer outra coisa eu agradecerei ao Senhor por mais um dia de vida ao lado da minha bela família, onde quer que eu esteja.
Se um dia eu voltar a acordar me sentindo deprimido, triste e derrotado, oro para que afaste esse sentimento negativo da minha vida, pois eu e minha família somos a prova da vitória em Cristo.
E quem é vitorioso, vive na alegria e não na tristeza.
Eu tenho uma FÉ imensa no Senhor e tiro esse peso, essas preocupações sobre o que vou comer amanhã e quem vai pagar as minhas contas, esse sofrimento, essa dor, essa frustração de meus ombros e coloco a decisão sobre minha vida e a vida de minha família em Tuas mãos.
Eu oro ao Senhor para que eu possa ser cada dia melhor, oro para que me abra as portas, os ouvidos e os olhos das pessoas aqui mesmo onde estou para que eu possa reconstruir minha vida onde o Senhor desejar que eu fique. “
Uma oração como essa é muito mais importante para Deus do que ficar orando cinco mil vezes por dia “Deus me isso ou aquilo”.
Isso não é uma oração, é uma tentativa de impor a Deus algo que talvez Ele não queira para nossas vidas.

500 Cristãos em Shangai Louvam a Cristo Mesmo com Prisão de Líderes

o pastor Cui Longguo lidera o culto a Deus


SHANGAI, China, 23 de novembro de 2009 (China Aid) Às 6:00 da manhã de domingo 22 de novembro de 2009 (hora de Beijing), os pastores cristãos Cui Longguo, Liu Quanqin e Huang Yun foram convocados à delegacia de polícia do bairro de Minhang em Shangai, para interrogatório sobre supostamente terem “promovido organização e atividades ilegais”.
Os três pastores ficaram detidos durante toda a manhã até o começo da tarde para evitar que liderassem um culto de louvor a Cristo na Igreja Missionária Wanbang, que foi forçada a se reunir na rua depois que foram expulsos de seu local de culto (trata-se de uma igreja doméstica) duas semanas atrás.
Os pastores foram liberados às 14:30 da tarde do domingo, 22 de novembro de 2009.
O pastor Liu Quanqin está discutindo com a polícia sobre os ferimentos em seus dedos e danos à sua propriedade pessoal, causados pelos oficiais de polícia.

Corajosos em Cristo

Mesmo com a prisão de seus líderes, mais de 500 cristãos membros dessa congregação se reuniram na rua para levar adiante os dois cultos programados para aquela manhã. As autoridades locais tentaram intimidar os cristãos e evitar que comparecessem ao culto, por meio de ameaças, mas não obtiveram sucesso.
Os membros da igreja se recusaram a parar de cantar e louvar a Deus.
Esta tentativa fracassada de evitar que o culto ocorresse foi precedida pela iniciativa da polícia de filmar a reunião da congregação para um culto, ocorrido num estacionamento duas semanas atrás.
Oficiais da polícia em trajes civis filmaram enquanto o pastor Cui Quan liderou 700 cristãos nas orações durante o dia 15 de novembro de 2009, das 10:00 da manhã até o meio-dia.
A polícia secreta em trajes civis filmou todo o culto, mostrando a irritação da polícia de Shangai com a reunião da igreja. Antes do culto, 10 oficiais de polícia tentaram evitar que o pastor Cui fosse ao estacionamento para liderar o culto. Um dos oficiais o convidou para “falar”, outros quatro bloquearam a saída de sua casa e finalmente mais policiais ameaçaram o motorista de táxi que levou o pastor Cui e sua esposa para o culto.

Outros membros da igreja receberam mensagens SMS em seus celulares informando que o culto havia sido cancelado, difamando a igreja e ameaçando os membros da congregação.

Esta semana, a ChinaAid recebeu documentos da Wanbang Missionary Church com o pedido formal de uma revisão administrativa contra a proibição contra essa congregação. Nesse seu pedido para o advogado defensor dos direitos humanos, Sr. Li Baiguang, a igreja cristã pede a revisão e caso esta seja recusada, a igreja entrará com um processo legal contra a delegacia de polícia do bairro de Minhang, em Shangai.
As autoridades de Shangai estão cada vez mais irritadas e a igreja se recusa a parar de se reunir para louvar a Cristo.
Seus membros continuam a ser presos e interrogados.
Pedimos a todos os cristãos que orem pelos nossos irmãos chineses que enfrentam a policia, prisão e intimidação pelas autoridades chinesas.
Pedimos tuas orações para que o governo da República Popular da China cancele a proibição contra essa igreja e encerre essa perseguição injusta contra os nossos irmãos cristãos da Wanbang Missionary Church.