CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

9 de ago de 2010

Como Cresce a Sua plantação?

Nossa vida é como uma plantação .
Deus deseja que produzamos fruto.
Para tanto, devemos esforçar-nos conscientemente a fim de impedir o crescimento de ervas daninhas e permanecer ligadas à videira que nos dá vida.
Tomaremos a essência de cada fruto do Espírito e analisaremos como determinada mulher da Bíblia manifestou este fruto em sua conduta.
Isto nos mostrará como crescer e produzir o fruto do Espírito em nós.
O fruto do Espírito se acha arrolado em Gálatas 5:22,23.

Receita para a Vida Frutífera:

viva a sua vida no Espírito, em nada satisfazendo os baixos
instintos da natureza humana, cujas energias se opõem ao Espírito, assim como o
Espírito a esses instintos se opõe.
Esse é que é o verdadeiro conflito.
Ele lhe impede de ser livre nos seus atos.
Porém, guiado pelo Espírito, facilmente você se verá livre da
Lei.

São claras as principais manifestações daqueles baixos instintos da natureza
humana.
A lista inclui a imoralidade sexual, a falta de pureza nas intenções, a sensualidade, o culto dos falsos deuses, a feitiçaria, o ódio, as rixas, a inveja, a ira, a rivalidade, as desavenças, o partidarismo, os ciúmes, a embriaguez, as orgias e muitos outros vícios como estes.
Outra vez afianço que não será herdeiro do reino dos céus todo aquele que se deixa arrastar por estes vícios.
Entretanto, o Espírito produz os seguintes frutos: o amor, a alegria, a paz, a paciência, a bondade, a generosidade, a fidelidade, a tolerância e a temperança, virtudes as quais nenhuma lei pode proibir.

Se temos a vida centrada no Espírito, sejamos guiados por ele.
A Palavra de Deus usa aqui duas figuras:
a de andar, que é a expressão do crescimento natural numa criança, e a de produzir fruto, que é a expressão natural de uma plantação .
Videiras e folhas verdes são belas para a gente olhar, mas é o fruto que tem doçura, sustento e sementes para a reprodução.
Decidamos por produzir fruto em nossa plantação.

Nenhum comentário: