CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

14 de jun de 2010

como ganhar o céu

Poucas pessoas foram falar com Jesus para saber como ir para o céu.
Um jovem rico procurou-O perguntando:


"Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna?"
(Lc 18.18).

Jesus disse o que ele deveria fazer:
vender tudo o que tinha e segui-lO.
Como o jovem era muito rico, não atendeu o conselho de Jesus e perdeu a chance de entrar no céu.
Também havia pessoas que nem estavam à procura do céu mas, ao terem um encontro com Jesus, aprenderam acerca da vida eterna, e imediatamente aproveitaram a oportunidade.
Zaqueu ansiava apenas ver a Jesus, mas obteve muito mais do que esperava.
No final da visita do Senhor à sua casa, Zaqueu encontrou o caminho para o céu. Jesus afirmou:

"Hoje, houve salvação nesta casa, pois que também este é filho de Abraão"
(Lc 19.9).

Alcança-se o reino do céu num dia determinado.
É bom saber disso, pois você,também pode receber hoje a vida eterna junto a Deus.
Ganhar o céu não tem relação alguma com qualquer mérito pessoal.
O reino dos céus pode ser alcançado sem preparo prévio

Quando não estão baseadas no que Deus diz, nossas próprias idéias sobre como chegar ao céu são absolutamente falsas.
Veja estes exemplos de conceitos errados:
em uma de suas canções, uma intérprete de música popular alemã fez referência à história de um palhaço que tinha deixado o circo após muitos anos de trabalho:

Com certeza ele vai entrar no céu porque trouxe alegria para muitas pessoas", dizia a letra.

O que realmente nos leva para o céu?
Para responder essa pergunta de maneira clara e precisa, Jesus nos contou uma parábola.
No Evangelho de Lucas (14.16), Ele fala de um homem [simbolizando Deus] que preparou uma grande festa [simbolizando o céu] e mandou convidar muitas pessoas.
As desculpas foram frustrantes:
"todos... começaram a escusar-se.
Disse o primeiro:
Comprei um campo e preciso ir vê-lo... Outro disse:
Comprei cinco juntas de bois...
E outro disse:
Casei-me e, por isso, não posso ir".
Jesus encerrou a parábola com a sentença do anfitrião:

"Porque vos declaro que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia" (Lc 14.24).

Esse exemplo mostra que é possível ganhar o céu ou perdê-lo.
O que decide a questão é aceitar ou rejeitar o convite.
Poderia existir uma maneira mais fácil?
Certamente não!
Muitas pessoas não ficarão fora do céu por não terem conhecido o caminho que leva até lá, mas por terem rejeitado o convite que Deus lhes fez.
Não devemos seguir o que fizeram os três convidados da parábola, que deram desculpas para não comparecer à festa!
Ela deixou de ser realizada por causa disso?
É claro que não!
Depois de ouvir as recusas de seus convidados de honra, o dono da casa mandou convites para todos.
Dessa vez os convites não foram sofisticados.
Os novos convidados ouviram uma convocação singela:
"Venham!
" Todos que aceitaram o convite tiveram lugar garantido na festa.
E o que aconteceu?
Os convidados apareceram?
Sim, as pessoas vieram em massa!
Após algum tempo, o dono da casa ficou sabendo que ainda havia lugares vazios.
Então ele disse a seu servo:
"Saia novamente!
Continue a convidar!"
Vamos comparar essa parábola à nossa vida, pois ela tem muitos paralelos com a situação em que vivemos.
Ainda há lugares vazios no céu, e Deus diz a você:
"Venha, e tome o seu lugar no céu!
Seja sábio.
Faça sua reserva para a eternidade.
Faça-a ainda hoje!"
O céu é de uma beleza inconcebível.
Por isso, o Senhor Jesus compara-o com uma festa.
A Primeira Carta aos Coríntios (2.9) diz:


"Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam".
I Coríntios 2.9

Não há nada, absolutamente nada nesta terra, que possa ser comparado ao céu, tamanha é sua beleza!
De maneira alguma devemos perder a chance de ir para o céu, pois ele é precioso demais!
Alguém nos abriu a porta:
foi Jesus, o Filho de Deus!
É graças a Ele que temos acesso à eternidade.
Agora a decisão é nossa.
Só quem for ignorante como os homens da parábola deixará de aceitar o convite.

Nenhum comentário: