CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

9 de nov de 2009

MISSÕES E A VOLTA DE JESUS - Ele haveria de voltar de maneira visível


Todos os que se envolvem com a obra missionária sabem que nossas ações têm um propósito bem definido:
preencher as condições necessárias à volta de Jesus.
No capítulo 13 do evangelho de Marcos, expondo aos discípulos os sinais do fim, Jesus deixa perfeitamente esclarecido que sua volta está condicionada à pregação do evangelho a todas as nações.
(Mc 13.10).

Voltando-nos para o livro dos Atos, vamos encontrar as últimas palavras de Jesus aqui na terra, e Lucas as cita quase entre aspas:
Não vos pertence saber os tempos ou as épocas que o pai estabeleceu pelo seu próprio poder.
Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.
E prossegue Lucas: depois que lhes disse isto, foi elevado às alturas e uma nuvem o recebeu, ocultando-o aos seus olhos.
E estando eles com os olhos fitos no céu enquanto ele subia, de repente junto deles se puseram dois homens vestidos de branco, os quais lhes disseram:
Varões galileus, por que estais olhando para o céu?
Este Jesus, que dentre vós foi recebido no céu, há de vir, assim como para o céu o vistes ir.
At 1.7-11.

Temos aqui, interligados, duas ocorrências vitais para a Igreja:

primeiro as palavras de ordem do Senhor, que se despedia de seus discípulos e voltava para o céu.
E segundo, o anúncio, através de mensageiros divinos, de que ele haveria de voltar de maneira visível, assim como eles acabavam de testemunhar.

Ao partir o Senhor deixou um programa, uma Missão à sua Igreja, a ser cumprida durante a sua ausência.
Foi acrescentada pelos anjos a promessa de sua volta, numa inferência clara de que esta se dará tão logo esteja cumprida a Missão por ele delegada.
Devemos ler com atenção o trecho citado nos Atos, e compreender que nossa tarefa não estará cumprida somente quando todos aceitarem o evangelho, mas sim, quando tivermos demonstrado a todo o mundo que somos testemunhas de Jesus. Esta é a nossa Missão.

Os dias que transcorrem estão repletos de evidências de que os tempos estão cumpridos.
Cabe-nos correr, com toda a pressa que nos seja possível, a fim de cumprirmos a Missão recebida do Senhor.
Mãos à obra, pois, irmãos.

Ele mesmo nos disse que existirão os que creem e os que não creem.
Se corrermos aproveitando o tempo que nos resta, estarão preenchidas as condições para que ele volte.

Maranatha!
Ora vem, Senhor Jesus!

Pr Paulo Ferreira

Nenhum comentário: