CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

29 de mar de 2010

A BÍBLIA PODE AJUDÁ-LO a educar seus filhos?

A ORQUÍDEA é uma flor muito bonita, mas difícil de cultivar.
Para conseguir isso, é preciso prestar atenção à temperatura e à luz, e usar o vaso do tamanho certo.
Ela é sensível ao tipo de terra e de fertilizante, e é facilmente atacada por doenças e insetos.
Assim, é muito comum as pessoas falharem na primeira tentativa de cultivar uma orquídea.

Criar filhos é muito mais difícil e complicado, e também exige muitos cuidados.
Por isso é comum os pais sentirem-se perdidos na criação dos filhos.
Muitos reconhecem que precisam de ajuda, como um cultivador de orquídeas que precisa das recomendações de um especialista.
É claro que todo pai e toda mãe quer ter acesso à melhor orientação.
Onde pode ser encontrada?

Embora a Bíblia não seja um manual sobre criação de filhos, o Criador inspirou os escritores a incluir nela muitos conselhos práticos a respeito do assunto.
A Bíblia enfatiza o esforço para cultivar qualidades desejáveis, que têm sido bastante negligenciadas, segundo o conceito de muitos.
(Efésios 4:22-24)
Nesse sentido, os conselhos das Escrituras fornecem um elemento-chave da educação equilibrada.
Esses conselhos já beneficiaram milhares de pessoas que os colocaram em prática, não importando a época em que viveram ou sua formação cultural.
Portanto, seguir os conselhos da Bíblia pode ajudá-lo a ser bem-sucedido em educar seus filhos.

O exemplo dos pais a lição mais importante

“Tu, pois, que ensinas outro, não te ensinas a ti mesmo?
Tu, que pregas:
‘Não furtes’, furtas?
Tu, que dizes:
‘Não cometas adultério’, cometes adultério?”
Romanos 2:21, 22.

Um presidente da Junta de Educação de Seul disse:
“O exemplo em palavras e ações é a lição mais importante para a criança.”
Se os pais não forem bom exemplo no que dizem e no que fazem, quando derem ao filho uma instrução específica, ele vai logo concluir que os pais são hipócritas.
A palavra dos pais não terá valor.
Por exemplo, se os pais quiserem ensinar o filho a ser honesto, eles também devem ser honestos.
É muito comum alguns pais, quando não querem receber um telefonema, mandarem o filho dizer:
“Papai (ou mamãe) não está.”
A criança obrigada a fazer isso se sentirá perturbada e confusa.
Com o tempo, ela talvez comece a mentir sem se sentir culpada quando estiver numa situação difícil.
Portanto, se os pais quiserem sinceramente que o filho se torne uma pessoa honesta, eles mesmos devem sempre falar a verdade e agir de acordo.

Quer ensinar seu filho a ser educado ao falar com outros?
Então você precisa dar o exemplo.
Seu filho logo vai imitá-lo.
Sung-sik, pai de quatro filhos, diz:
“Minha esposa e eu decidimos não falar palavrões nem usar linguagem grosseira. Respeitamos um ao outro e não levantamos a voz, mesmo quando ficamos chateados ou com raiva.
O bom exemplo funcionou muito mais do que meras palavras.
Ficamos contentes de ver nossos filhos ser respeitosos e educados com outros.”
A Bíblia diz, em Gálatas 6:7:
“O que o homem semear, isso também ceifará.”
Se os pais querem que os filhos tenham elevados padrões de moral, eles mesmos devem mostrar primeiro que vivem à altura de tais padrões.
Mantenha a comunicação aberta

“Tens de [inculcar os mandamentos de Deus] a teu filho, e tens de falar [deles] sentado na tua casa e andando pela estrada, e ao deitar-te e ao levantar-te.” Deuteronômio 6:7.

A tendência de trabalhar horas extras está em alta.
Nas famílias em que tanto o marido como a esposa trabalham fora, os filhos são muito afetados.
Os pais passam cada vez menos tempo com os filhos.
Quando estão em casa, os pais têm de cuidar da casa e de outras tarefas, de modo que é bem provável que estejam cansados ou esgotados.
Em tais circunstâncias, como você pode manter uma boa comunicação com seus filhos? Poderão surgir oportunidades para conversar se você e eles fizerem juntos as tarefas domésticas.
Um chefe de família até mesmo se desfez da televisão, principalmente para ter mais tempo para conversar com os filhos.
Ele comentou:
“A princípio as crianças ficaram chateadas, mas ao passo que brincávamos de jogos de raciocínio, líamos livros interessantes e conversávamos sobre eles, elas passaram a aceitar a mudança.”

É importante que os filhos se acostumem a se comunicar com os pais desde pequenos. Senão, quando ficarem adolescentes e talvez começarem a enfrentar problemas, não verão seus pais como amigos com quem podem conversar.
Como você pode ajudá-los a se abrir?
Provérbios 20:5 diz:
“O conselho no coração dum homem é como águas profundas, mas o homem de discernimento é quem o puxará para fora.”
Usando perguntas de ponto de vista, como:
“O que você acha?”
Os pais podem incentivar os filhos a expressar seus pensamentos e sentimentos.

Como você reage quando seu filho comete um erro grave?
É nessa hora que ele precisa de atenção e compreensão.
Mantenha as emoções sob controle enquanto escuta seu filho.
Um pai disse o seguinte sobre o modo como lida com situações assim:
“Quando meus filhos se comportam mal, tento manter a calma.
Sento com eles e escuto o que têm a me dizer.
Eu tento compreender a situação.
Mas se acho que vai ser difícil me conter, dou um tempo e espero me acalmar.”
Se você controlar suas emoções e escutar seus filhos, o que fizer depois para corrigi-los vai ser aceito com mais facilidade.
A disciplina baseada no amor é essencial

“Vós, pais, não estejais irritando os vossos filhos, mas prossegui em criá-los na disciplina e na regulação mental de Jeová.”
Efésios 6:4.

Para obter bons resultados, sua maneira de dar disciplina amorosa é importante.
O que alguns pais fazem que talvez ‘irrite os filhos’?
Se a disciplina não condiz com a gravidade do erro cometido ou é dada de modo humilhante, os filhos vão rejeitá-la.
A disciplina deve sempre ser dada com amor.
(Provérbios 13:24)
Se você dialogar com os filhos, explicando-lhes o motivo da disciplina, eles entenderão que você os está disciplinando porque os ama.
Provérbios 22:15; 29:19.

Pai amorosamente disciplina o filho

Por outro lado, é bom que os filhos sintam as conseqüências indesejáveis do mau comportamento.
Por exemplo, se o filho trata mal outra pessoa, você pode mandá-lo se desculpar. Quando ele viola as regras da família, você pode limitar a participação dele em atividades que ele gosta, para deixar bem claro a importância da obediência.

É bom aplicar a disciplina no momento certo.
Eclesiastes 8:11 diz:
“Por não se ter executado prontamente a sentença contra um trabalho mau é que o coração dos filhos dos homens ficou neles plenamente determinado a fazer o mal.”
De modo similar, muitas crianças testam os pais para ver se conseguirão escapar da punição depois de se comportarem mal.
Portanto, depois que tiver avisado ao filho que ele será punido por ter feito algo errado, não volte atrás.
O valor da recreação sadia

“Há . . . tempo para rir . . . e tempo para saltitar.”
Eclesiastes 3:1, 4.

As crianças precisam de tempo livre, e de recreação sadia e equilibrada para o bom desenvolvimento da mente e do corpo.
Quando os pais brincam com os filhos, a família fica mais unida e os filhos se sentem mais seguros.
Em que tipos de recreação os membros da família podem participar juntos?
Se você pensar bem, verá que há muitas coisas agradáveis que poderão fazer.
Podem ser atividades ao ar livre, como andar de bicicleta, brincar de peteca ou jogos de bola.
Imagine os momentos alegres que toda a família poderá ter se tocar instrumentos musicais em grupo.
Visitar lugares próximos para desfrutar das belezas da natureza pode deixar ótimas lembranças.

Mãe ajuda filha a fazer uma pintura

Em tais situações, os pais podem incutir nos filhos um ponto de vista equilibrado sobre a recreação.
Um cristão, pai de três filhos, disse:
“Participo da recreação de meus filhos quando possível.
Por exemplo, quando eles brincam de jogos no computador, pergunto-lhes sobre como se joga.
Quando eles me explicam, cheios de entusiasmo, aproveito a oportunidade para conversar sobre o perigo do entretenimento prejudicial.
Tenho notado que eles evitam diversões impróprias.”
De fato, os filhos que se sentem satisfeitos com a recreação em família estão menos inclinados a recorrer a programas de televisão, vídeos, filmes e jogos na internet que destacam a violência, a imoralidade e o uso de drogas.
Ajude seus filhos a fazer boas amizades

“Quem anda com pessoas sábias tornar-se-á sábio, mas irá mal com aquele que tem tratos com os estúpidos.”
Provérbios 13:20.

Um pai cristão bem-sucedido em criar quatro filhos disse:
“Nunca é demais enfatizar a importância de os filhos escolherem bem os amigos.
A escolha errada de um amigo pode destruir todo o seu trabalho.”
Para ajudar os filhos a fazer bons amigos, ele discretamente fazia perguntas do tipo: Quem é seu melhor amigo?
Por que você gosta dele?
O que você vê nele que gostaria de imitar?
Outro pai providencia que os filhos convidem os amigos preferidos para ir a sua casa. Assim ele pode observá-los e dar aos filhos a devida orientação.

Avó e neta juntas na cozinha

Também é importante ensinar aos filhos que eles podem fazer amizade com pessoas mais velhas, além de com outros jovens. Bum-sun, pai de três filhos, diz:
“Eu explico a meus filhos que as pessoas não precisam ter a mesma idade para ser amigos. O caso de Davi e Jonatã, registrado na Bíblia, é prova disso.
Por esse motivo, convido cristãos de várias faixas etárias para se associar com meus filhos.
Assim, eles fazem muitos amigos que não são de sua idade.”
A associação com adultos exemplares dá aos jovens a oportunidade de aprender muitas coisas.
Você pode ser bem-sucedido em educar os filhos

De acordo com uma pesquisa feita nos Estados Unidos, muitos pais que tentaram inculcar nos filhos qualidades como autodomínio, autodisciplina e honestidade tiveram relativamente pouco sucesso.
Por que isso é tão difícil? Uma das mães que participaram da pesquisa disse: ‘Lamentavelmente, a única maneira de proteger nossos filhos é trancá-los num quarto e nunca deixá-los sair mundo afora.’
Ela se referia ao ambiente no qual as crianças crescem hoje, que está pior do que nunca. Nessa situação, é realmente possível ser bem-sucedido em criar os filhos?

Se você quisesse cultivar uma orquídea, mas estivesse preocupado achando que ela poderia murchar, talvez pensasse em desistir.
Mas com certeza você ficaria muito animado se um especialista em orquídeas lhe desse algumas sugestões e garantisse:
“Se fizer assim, você vai conseguir!”
Jeová, o Maior Especialista em natureza humana, fornece conselhos sobre o melhor método de criar filhos.
Ele diz:
“Educa o rapaz segundo o caminho que é para ele; mesmo quando envelhecer não se desviará dele.”
(Provérbios 22:6)
Se você educar os filhos segundo os conselhos da Bíblia, é bem provável que terá a alegria de vê-los tornar-se adultos responsáveis, respeitosos e de boa moral.
Eles conquistarão o amor das pessoas e, o que é mais importante, serão amados também por Jeová, nosso Pai celestial.

2 comentários:

liziane bortolatto disse...

Adorei as suas dicas, tenho dois filhos um menino de 3 anos e uma menina que ainda tem 1 mes de vida,sou evangelica e vou inspirar na palavra de Deus para educar melhor os meu filhos.Que Deus a abençoe grandimente.

liziane bortolatto disse...

Adorei as suas dicas, tenho dois filhos um menino de 3 anos e uma menina que ainda tem 1 mes de vida,sou evangelica e vou inspirar na palavra de Deus para educar melhor os meu filhos.Que Deus a abençoe grandimente.