CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

22 de mar de 2010

Dia Mau

TEXTO: Ef 6:11-13
(11)Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderes permanecer firmes contra as ciladas do diabo; (12) pois não é contra carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes deste mundo destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas regiões celestes.
(13) Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes.

“Para que serve a armadura de Deus?”
Você sempre ouviu dizer que a armadura de Deus é para batalha espiritual, para expulsar demônios ou para vestir antes de algum trabalho evangelístico?
Fique sempre com a Bíblia:
A resposta está no verso 13, que acabamos de ler:
“Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, permanecer firmes.”

O que é “dia mau”?
Em primeiro lugar, quero dizer que este dia não é, necessariamente, um dia de 24 horas.
Pode ser uma semana, um mês, um ano, ou qualquer período de tempo.
O dia mau é um período de tempo em que passamos por determinado sofrimento.
Você vai ao médico e ele diz que aquele caroço no seio é um câncer dia mau.
Seu marido ou sua esposa diz que vai te deixar para viver com outra pessoa dia mau. Você chega ao seu trabalho e seu chefe te diz para passar no departamento pessoal para acertar as contas, porque a empresa não precisa mais de seus serviços dia mau. Você está em casa e recebe um telefonema avisando que seu filho está detido na delegacia por porte e uso de drogas dia mau.
Houve um acidente de carro fatal e seu irmão estava lá dia mau.

Você já teve algum dia mau?

Se você nunca passou por um dia mau, eu sinto ter que te dizer algo:
prepare-se, pois ele vai chegar.
E mesmo para aqueles que já enfrentaram um dia mau, eu também digo:
prepare-se, pois outros dias maus ainda virão.
É interessante a gente pensar que, se a Bíblia diz prá gente tomar a armadura para resistir no dia mau, é porque o dia mau vem para nós, os crentes, pois só pode vestir a armadura quem é convertido a Jesus.
Então, como alguém pode pensar que quem é crente não tem problemas?
Não caia nessa não.
Se você veio para a igreja para acertar a sua vida, saiba que veio ao lugar errado. Alguém aqui, depois que se converteu, nunca mais teve problemas?
Já viu alguns testemunhos como: “... antes eu tinha dívidas no banco, não tinha nem o que comer, mas depois que eu fui para a igreja... agora eu tenho casa própria, um apartamento na praia, 5 carros, sendo 3 importados...” Aconteceu isso com você? Comigo não.
Na minha Bíblia está escrito que Jesus falou prá nós assim:
“No mundo tereis aflições”.

Basicamente, podemos dizer que há três razões para a chegada do dia mau em nossa vida:

1º) O DIABO
A Bíblia diz que todo o mundo está no maligno (1Jo 5:19), que Satanás é o deus deste século (2Co 4:4) e que ele tem a autoridade que o próprio homem lhe deu, lá no jardim do Éden.
Só prá confirmar isso, vamos dar uma olhada em Lc 4:5;6
– “E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo.
E disse-lhe o diabo:
Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.”
É claro que eu não posso dar algo que não é meu.
O mundo é do diabo!
E assim, se nós vivemos no mundo, enfrentamos ataques de demônios todos os dias.
Não pense que porque vc é um servo de Deus está livre desses ataques.
Pelo contrário, se vc é um crente fiel a Deus, então vc é o alvo principal, pois vc é um inimigo do diabo.
O apóstolo Paulo disse: “...foi me dado um espinho na carne, mensageiro de Satanás, para me esbofetear...” (2Co 12:7).
O que acontece é que os demônios lançam os dardos inflamados contra mim, e, se eu estiver com o escudo da fé na mão, eu posso me defender desses dardos.
Uma outra passagem diz que o diabo, nosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (1Pe 5:8).
Talvez você esteja pensando assim:
“eu sou cristão, então o maligno não me toca”.
Realmente, ele só pode te tocar se houver alguma brecha.
Sabe o que é essa brecha, na prática?
É o pecado.
Um exemplo:
Não perdoar é pecado (vc sabia?).
Se eu não perdôo alguém, estou abrindo uma brecha para o inimigo agir contra mim. Então, ele vai poder se aproveitar disso para me prejudicar:
2Co 2:10
“... E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; pois, o que eu também perdoei, se é que alguma coisa tenho perdoado, por causa de vós o fiz na presença de Cristo, para que Satanás não leve vantagem sobre nós...”
Além disso, se vivemos neste mundo, estamos sujeitos aos efeitos do pecado.
Por isso algumas vezes somos vítimas de homens violentos, sofremos assaltos e outras coisas devido à maldade dos homens.
E a Bíblia diz que isso vai só piorar
2Tm 3:1-5;13.
Tudo isso é resultado da influência demoníaca no mundo.
Algumas vezes (nem sempre) o diabo é realmente o responsável pelo nosso dia mau.

2º) DEUS

Pode ser que o dia mau não venha do diabo, mas sim de Deus.
É Deus mesmo que envia o mau.
Se assustou?
Não acredita?
Então vamos ver:
1Pe 4:19 – “Portanto os que sofrem segundo a vontade de Deus confiem as suas almas ao fiel Criador...”
Você se lembra de Jó?
Ele disse:
“Temos recebido o bem de Deus, e não receberíamos também o mal?”
Preste atenção no início da história de Jó, é Deus quem chama a atenção do diabo para Jó:
“Observaste meu servo Jó?
Ninguém há na terra como ele, homem íntegro e reto e que se desvia do mal.”
O inimigo age contra Jó, porém somente com a autorização de Deus.
É como se o diabo fosse um pitbull na coleira.
Talvez ninguém nunca tenha sofrido tanto quanto Jó:
em um único dia perdeu todos os seus bens e teve todos os seus filhos mortos.
Além disso, foi ferido de tumores malignos, dos pés à cabeça.
Dá prá imaginar?
Eu quero te dizer que Deus tem um plano para a sua vida e às vezes Ele precisa usar do sofrimento para cumprir esse plano.

Há 3 situações em que Deus nos envia o mal:

1- Para correção
Pv 3:11-12
“Filho meu, não rejeites a disciplina do Senhor, nem te enojes da sua repreensão; porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.”
Quem tem filhos sabe muito bem que eles precisam ser corrigidos quando erram;

2- Prá gente crescer espiritualmente.
Quando Jesus estava diante daquela multidão faminta, os discípulos lhe disseram:
(Mt 14:15)
“Olha Jesus, o lugar aqui tá deserto, já tá ficando tarde, é melhor mandar esse pessoal embora, porque senão eles vão querer comer”.
Jesus responde:
“Não, não precisa mandar a multidão embora.
Vocês mesmos podem dar de comer a essas pessoas”.
E eles:
“Mas como vamos fazer isso se nós só temos 5 pães e 2 peixes?”
Jesus achou que eles ainda tinham muito o que aprender.
Então, logo depois disso, Ele mandou que os discípulos entrassem em um barquinho e seguissem, sem Ele, pelo mar adentro (Mt 14:22).
Então vieram a eles ondas violentas que açoitavam o barco, porque o vento era contrário.
Você se encontra hoje em uma situação em que o vento é contrário?
Talvez esteja neste barquinho para aprender um pouco mais sobre a glória de Deus. Depois que Jesus entra no barco e faz cessar o vento, os discípulos mostram que aprenderam a lição, dizendo:
“Verdadeiramente és Filho de Deus”
(Mt 14:33).

3- Para sermos usados por Deus para a consolação de outros irmãos que ainda vão passar pelo mesmo sofrimento.
Isso já aconteceu com você?
Você já foi tremendamente usado por Deus para consolar alguém?
Ou você já foi consolado por alguém que sabe exatamente como é a sua dor porque já passou pelo mesmo deserto?
O Senhor Jesus passou por todo o tipo de sofrimento como homem, por isso, você pode falar com Ele que Ele vai te entender.
Tg 1:12
Bem-aventurado o homem que suporta a provação; porque, depois de aprovado, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam.
O diabo nos tenta para nos derrubar.
Porém o Senhor nos coloca na prova para nos aprovar.
Guarde isso:
quando o mal vem de Deus, sempre se transforma em bem.

3º) NÓS MESMOS
Gl 6:7
“Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois tudo o que o homem semear, isso também ceifará.”
Existem leis universais e espirituais que não podem ser mudadas.
Se você plantar um abacateiro, vai colher abacate.
Não adianta querer colher manga, simplesmente porque você plantou abacateiro e não mangueira.
Não tem como mudar esse resultado.
Aliás, é bom lembrar que, mesmo se eu não souber o que eu vou colher, isso não vai mudar o resultado.
Por exemplo, se uma criança de dois anos saltar do 10º andar de um prédio ela vai cair, mesmo sem conhecer a Lei da Gravidade, certo?
Lei da semeadura é assim:
se você se alimentar mal, vai ter problemas de saúde.
Se for um alcoólatra, pode colher uma cirrose.
Se você dirigir com imprudência, poderá sofrer um acidente de carro.
Você acha que a natureza descontrolada, que causa terremotos, furacões e inundações, é um mal que vem de Deus?
Não é.
Isso é simplesmente uma conseqüência do desmatamento e de outras agressões do próprio homem contra a natureza:
agora estamos colhendo o que semeamos.
Se Deus nos criou para a vida, porque morremos?
Por causa do pecado (o salário do pecado é a morte).
Deus não quer que a gente tenha esse tipo de adversidade e por isso a Bíblia está cheia de ensinamentos de como semear para o nosso próprio bem.
Por exemplo, em Provérbios há um conselho para que eu não seja fiador de ninguém, a não ser que eu tenha como pagar aquela dívida (e com alegria).
Aí se eu não tenho como pagar e sou fiador do aluguel de um amigo que não paga.
Isso vai trazer um mal prá mim, mas esse mal é por minha própria culpa:
eu plantei e colhi.

É assim que chega, para cada um de nós, o dia mau.
Você acha que está perdido?
Que não tem saída?
Então ouça bem agora, que eu vou te dar a chave para enfrentar e vencer o dia mau.
Voltando para Efésios 6, ali está a receita:
v.13 “Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau”.
E além de estar com a armadura:
v. 18 “...com toda a oração e súplica...”
O Senhor Jesus nos ensinou a oração do Pai Nosso, que termina assim: “...mas livra-nos do mal...”
O segredo da vitória é:
armadura de Deus e oração.

Para finalizar, gostaria de deixar com você três promessas de Deus para você se lembrar no dia mau:
Co 10:13; Js 1:5 e 9; Apo 21:4.
E também quero te dizer que Deus não nos livra do dia mau, mas que Ele nos livra no dia mau.
O Senhor não livrou Daniel da cova dos leões, mas sim na cova dos leões.
Esse é o nosso Deus.
Como Ele nós passamos pelo dia mau e, depois de vencermos tudo, permanecemos inabaláveis.
(Ef 6:13)

Nenhum comentário: