CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

11 de mar de 2010

“0 sábado, juntamente com toda a lei, foi cravado na cruz” (Col. 2:14).


Objetivo não é desmerecer os que guardam o sábado, querO apenas questionar o fato de fazerem desse ensino, um artigo de fé incondicional para a salvação da alma.
Hoje a maioria das igrejas evangélica observa o domingo como dia de repouso semanal, o que não significa que seu culto seja inválido e não aceito por Deus, muito menos que ela esteja obedecendo a ordem de qualquer imperador romano, como muitos querem fazer crer.
Quero aqui demonstrar, que dos dez mandamentos que se encontram em Êxodo 20, apenas nove são ratificados no Novo Testamento.
Confira no quadro abaixo:

Antigo Testamento

1. "Não terás outros deuses diante de mim" (Êx 20.3).

2. "Não farás para ti imagem de escultura" (Êx 20.4).

3. "Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão" (Êx 20.7).

4. "Lembra-te do dia do sábado, para o santificar"(Êx 20.8).

5. "Honra a teu pai e a tua mãe" (Êx 20,12).

6. "Não matarás" (Êx 20,13).

7. "Não adulterarás" (Êx 20,14).

8. "Não furtarás" (Êx 20.15).

9. "Não dirás falso testemunho" (Êx 20,16).

10. "Não cobiçarás" (Êx 20.17).


NOVO TESTAMENTO

1. "...vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra..." (At 14.15).

2."Filhinhos, guardai-vos dos ídolos" (1 Jo 5.21).

3.não jureis nem pelo Céu, nem pela terra" (Tg 5.12).

4. ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ? ?

5. "Filhos,- obedecei a vossos pais" (Ef 6.1).

6. "Não matarás" (Rm 13.9).

7. "Não adulterarás" (Rm 13.9).

8. "Não furtarás" (Rm 13.9).

9-"Não mintais uns aos outros" (Cl 3.9).

10. "Não cobiçarás" (Rm 13.9).


O Novo Testamento, repete pelo menos

. 50 vezes o dever de adorar só a Deus;

. 12 vezes a advertência contra a idolatria;

. 4 vezes a advertência para não tomar o nome do Senhor em vão;

. 6 vezes a advertência contra o homicídio;

. 12 vezes a advertência contra o adultério;

. 6 vezes a advertência contra o furto;

. 4 vezes a advertência contra o falso testemunho;

. 9 vezes a advertência contra a cobiça.

Em nenhum lugar do Novo Testamento, no entando, é encontrado o mandamento de se guardar o Sábado


O SÁBADO OU O DOMINGO?

É possível alguém cumprir a Lei sem guardar o sábado?
A resposta a esta pergunta é dada quando estudamos a vida e o ministério terreno de nosso Senhor Jesus Cristo.
O Novo Testamento ratifica o que está escrito no Antigo, que, ninguém jamais foi capaz de cumprir a lei na sua plenitude.
A necessidade da encarnação de Cristo se constitui numa das mais evidentes provas da incapacidade do homem em cumprir a lei divina, por isso Ele mesmo disse: "Não penseis que vim revogar a Lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir.
Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra" (Mt 5.17,18).
Não poucas passagens do Antigo Testamento mostram, a irritação divina diante do legalismo frio e morto dos judeus, apresentado através dos sacrifícios e sucessivo cerimônias feitas com o propósito de satisfazer a letra da Lei.
Quanto mais tempo passava, mais imperfeito se manifestava o homem que buscava a perfeição através da prática da Lei.
Porém, veio Jesus Cristo como enviado de Deus, para cumprir a Lei em nosso lugar, o que fez coroando-a pelo ato da sua morte na cruz.
Três são os erros que envolvem a guarda do sábado:

1. Em vez de exaltarem o espírito, exaltam a letra da lei;

2. Demonstram uma falta de discernimento da Palavra de Deus,

3. E consideram a moral referente ao mandamento do sábado como invariável, imutável.


O sábado realmente é um símbolo destinado a lembrar a Israel a vinda do Messias, como diz Paulo em Colossenses 2:16,17: “Ninguém, pois, vos julgue por causa da comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo.''
Em todo o Novo Testamento não existe uma passagem sequer que enfatize a observância do sábado como essencial.
“0 sábado, juntamente com toda a lei, foi cravado na cruz” (Col. 2:14).
Os gentios têm a lei escrita em seus corações, isto é, a lei cuja moral é imutável; a lei do sábado não está escrita em seus corações, porque a sua moral é mutável. Vejamos diversas passagens bíblicas que claramente refutam a observância da lei e do sábado:

•1) Ninguém é justificado pela lei; o crente está liberto da lei
Romanos 3:20; 4-6;
Gálatas 2:16; 3:2,3; 5:1,4,6,9;
Hebreus 7:19; 8:6-13.

•2) Cristo é o fim da lei e dos mandamentos
Romanos 10:4;
Efésios 2: 15;
II Coríntios 3:13,14.

•3) A guarda do sábado é questão de consciência e não de fé
Romanos 14:5.

•4) 0 sentido moral do dia do sábado é um dia para descanso; a parte cerimonial é um dia fixo para descanso; o sentido moral não deixou de existir, somente o dia fixo Mateus 12:5,6;
João 7:21-24.

•5) No Concílio em Jerusalém não houve prescrições acerca do sábado
Atos IS:1-34.

•6) Nove dos dez mandamentos constam em o Novo Testamento, exceto o referente ao sábado
Êxodo 20:2,3 (
1 Coríntios 8:4-6;
Atos 17:21-30);
Êxodo 20:5,6
1 João 5:12
;Êxodo 20:7
Tiago 5:12);
Êxodo 20:12
Efésios 6:141
Êxodo 20:13
Romanos 13:9);
Êxodo 20:14
1 Coríntios 6:9,10
Êxodo 20:15
Efésios 4:28);
Êxodo 20:16
Colossenses 3:9;
Tiago 4:11)
Êxodo 20:17
Efésios 5:3).

•7) 0 conceito perpétuo, defendido pelos que guardam o sábado, inclui outras coisas, além do sábado, que eles não observam: a festa da páscoa
(Êx. 32:14);
as purificações (Êx. 30:21);
os festivais sagrados (Lev. 23:21); a festa dos tabernáculos (Lev. 23:41); a circuncisão (Gên. 17:12,13).

•8) Os grandes acontecimentos do cristianismo não se deram no sábado, mas no domingo João 20:1; 20:19,26; 20:11;
Mateus 28:1- 10;
Lucas 24:13-35;
Levítico 23:16;
Atos 2:1-13; 2:14; 2:41;
Apocalipse 1: 10.


JESUS VIOLOU E ABOLIU O SÁBADO COMO DIA OBRIGATÓRIO DE DESCANSO?

Segundo a Bíblia:

JESUS TEVE O SEU NASCIMENTO PROMETIDO SEGUNDO A LEI

-> O SENHOR teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis; (Dt 18.15)


NASCEU SOB A LEI

-> Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, (Gl 4.4)

FOI CIRCUNCIDADO SEGUNDO A LEI

-> E, quando os oito dias foram cumpridos, para circuncidar o menino, foi-lhe dado o nome de Jesus, que pelo anjo lhe fora posto antes de ser concebido.
(Lc 2.21)

FOI APRESENTADO NO TEMPLO SEGUNDO A LEI

-> E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor (Lc 2.22)

OFERECEU SACRIFÍCIO NO TEMPLO SEGUNDO A LEI

-> E para darem a oferta segundo o disposto na lei do SENHOR: Um par de rolas ou dois pombinhos. (Lc 2.24)

FOI ODIADO SEGUNDO A LEI

Mas é para que se cumpra a palavra que está escrita na sua lei: Odiaram-me sem causa. (Jo 15.25)

FOI MORTO SEGUNDO A LEI

Responderam-lhe os judeus: Nós temos uma lei e, segundo a nossa lei, deve morrer, porque se fez Filho de Deus. (Jo 19.7)

VIVEU, MORREU E RESSUSCITOU SEGUNDO A LEI

-> E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, (Lc 24.44-46)

APESAR DE JESUS HAVER CUMPRIDO TODA A LEI, A RESPEITO DELE SE LÊ: "E OS JUDEUS PERSEGUIAM A JESUS, PORQUE FAZIA ESTAS COISAS NO SÁBADO.
MAS ELE LHES DISSE: MEU PAI TRABALHA ATÉ AGORA, E EU TRABALHO TAMBÉM.
POR ISSO, POIS, OS JUDEUS AINDA MAIS PROCURAVAM MATÁ-LO, PORQUE NÃO SOMENTE VIOLAVA O SÁBADO, MAS TAMBÉM DIZIA QUE DEUS ERA SEU PRÓPRIO PAI, FAZENDO-SE IGUAL A DEUS"

. Assim como para os judeus era inadmissível Jesus ser Filho de Deus enquanto violava o sábado, para o que hoje guardam o sábado é igualmente impossível admitir que os evangélicos sejam filhos de Deus enquanto guardam o domingo em substituição ao sábado.

Acusado pelos judeus de violar o sábado, Jesus afirmou que "o sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do homem é Senhor também do sábado" (Mc 2.27,28).
Com estas palavras, Jesus defende o princípio moral do quarto mandamento do Decálogo, condenando abertamente o cerimonialismo, e revela a sua autoridade divina sobre o sábado, para cumpri-lo, aboli-lo ou muda-lo.
O sentimento moral é a necessidade de se descansar um dia por semana, valendo para esse fim, qualquer deles.
Sobre esta questão, escreveu o apóstolo Paulo : " Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias.
cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente.
Quem distingue entre dia e dia, para o Senhor o faz" (Rm 14.5,6).


POR QUE O DOMINGO?

Dentre outras razões da substituição do sábado pelo domingo, como dia semanal de repouso para a Igreja, destacam-se as seguintes:

cristo ressuscitou no primeiro dia da semana

E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios. (Mc 16.9).

o primeiro dia da semana foi o dia especial das manifestações de cristo ressuscitado. Manifestou-se cinco vezes no primeiro domingo e outra vez no domingo seguinte
E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús.
E na mesma hora, levantando-se, tornaram para Jerusalém, e acharam congregados os onze, e os que estavam com eles, Os quais diziam: Ressuscitou verdadeiramente o Senhor, e já apareceu a Simão.
E eles lhes contaram o que lhes acontecera no caminho, e como deles fora conhecido no partir do pão.
E falando eles destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco.
(Lc 24.13,33-36)

E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras?
Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram.
E, tendo dito isto, voltou-se para trás, e viu Jesus em pé, mas não sabia que era Jesus.
Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras?
Quem buscas?
Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei.
Disse-lhe Jesus: Maria!
Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni (que quer dizer, Mestre).
Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus. Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos que vira o Senhor, e que ele lhe dissera isto. Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco. (Jo 20.13-19,26).


o Espírito Santo foi derramado no dia de Pentecoste, um dia de domingo

Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão.
Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR.
E naquele mesmo dia apregoareis que tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis; estatuto perpétuo é em todas as vossas habitações pelas vossas gerações.
(Lc 23.15,16-21)
E, CUMPRINDO-SE o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
(At 2.1-4).
os cristãos dos tempos apostólicos costumavam se reunir aos domingos para celebrar a Santa ceia do Senhor, pregar, e separar suas ofertas para o Senhor.
E no primeiro dia da semana, ajuntando-se os discípulos para partir o pão, Paulo, que havia de partir no dia seguinte, falava com eles; e prolongou a prática até à meia-noite. (At 20.7)
ORA, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia.
No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar.
(1 co 16.1,2).
Ainda sobre o domingo como dia de festa semanal da Igreja, veja o que escreveram alguns Pais da igreja:

Barnabé

"De maneira que nós observamos o domingo com regozijo, o dia em que Jesus ressuscitou dos mortos".

Justino Mártir

"Mas o domingo é o dia em que todos temos nossa reunião comum, porque é o primeiro dia da semana, e Jesus cristo, nosso Salvador, neste mesmo dia ressuscitou da morte".

Inácio

"Todo aquele que ama a cristo, celebra o Dia do Senhor, consagrado à ressurreição de cristo como o principal de todos os dias, não guardando os sábados, mas vivendo de acordo com o Dia do senhor, no qual nossa vida se levantou outra vez por meio dele e de sua morte.
Que todo amigo de Cristo guarde o dia do senhor!"

Dioniso de Corinto

"Hoje observamos o dia santo do senhor, em que lemos sua carta".

Vitorino

"No Dia do senhor acudimos para tomar nosso pão com ações de graça, para que não se creia que observamos o sábado com os judeus, o qual Cristo mesmo, o senhor do sábado, aboliu em seu corpo".
Escreve o apóstolo Paulo: "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo.
Ninguém se faça árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-sE em visões, enfatuado sem motivo algum na sua mente carnal, e não retendo a Cabeça, da qual todo corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus" (Cl 2.16-19).

Nenhum comentário: