CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA

CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA
CIRCULO DE ORAÇÃO DE SOROCABA - SEDE

13 de mar de 2010

+ CURIOSIDADES

VASO
Os hebreus tinham muitas formas desse objeto.
Além do simples vaso de barro ou de metal, havia a panela para cozer carne (Êx 16:3).
Outras vezes trata-se duma grande bacia, também empregada para lavar (Sl 60:8). Outra palavra traduzida por vaso, era o cheres, que se usava para cozer qualquer coisa em fogo lento (Ez 4:9).

VESTIDAS DE SACO
Em Apocalipse 11:3 diz: “Eu darei poder as minhas duas testemunhas, e profetizarão por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco”.
Saco é o símbolo de pesar (2 Sm 3:31).
Essas duas testemunhas usarão vestes fúnebres como advertência ao povo.

VESTES
Em Apocalipse 1:13 diz que o Cristo está “vestido até os pés de um vestido comprido” (VRC).
Em veste é a roupa sacerdotal, (Êx 28:33-35), simbolizando a plenitude das virtudes divinas e dos atributos humanos de Cristo, (Js 6:1,3).

VACA
Animal doméstico desde tempos mui remotos.
O Egito, a Filistia e a Palestina ofereciam excelentes pastagens onde se criava esse útil animal (Gn 41; 2; Dt 7:13; 1Sm 6:7).
Empregavam-se as vacas nos sacrifícios por ocasião de ratificar um pacto (Gn 15:9); na cerimônia para inocentar de culpa, quanto fosse achado o cadáver de um homem que foi morto, sem saber-se quem fora o matador (Dt 21:3).

VÉU
O véu é ainda, uma particularidade o vestuário da mulher, no Oriente.
Rebeca cobriu o rosto quando, pela primeira vez, viu Isaque (Gn 24:65).
Moisés velou a sua face quando desceu do monte e falou ao povo (Ex 34:33-35), usando, provavelmente, a sua capa para esse fim.

VANGLÓRIA
Presunção infundada; ostentação; vaidade.
“Não nos deixemos possuir de vaidade” (Gn 5:26); “Nada façais por... vaidade” (Fp 2:3).

VALE
Planície ou depressão entre montes.
A Palestina é um território de montes e vales, e por isso encontramos muitas povoações com o nome de vale ou da serra, onde foram fundadas.
Em alguns sítios o vale representa o Sefelá, ou terra baixa, que é o território ondulado. Fica entre a região montanhosa e a planície marítima. (Js 9:1; 10:40; 1 Rs 10:27).

VALE DA BÊNÇÃO
Foi o lugar em que o rei Josafá deu louvores a Deus (2 Cr 20:26).

VALE DE JOSAFÁ
O grande lagar será o julgamento no vale de Josafá (Jl 3:9-16).
O terceiro capítulo de Joel diz-nos claramente que o Senhor ajuntará todos os exércitos das nações no vale de Josafá (também chamado ou Cedrom), que é ligado pelo vale do Hinom e que está entre Jerusalém e o monte das Oliveiras.
Nos tempos antigos, as pessoas enterravam lá coisas sujas.
O rei asa, de Judá, queimou ali os ídolos de sua mãe (1 Rs 15:13).
Daí coisas inundas e idólatras eram enterradas nesse vale.

VALE DA VISÃO
Em Isaias 22:1-5 a frase é ininteligível, mas deve referir-se à Jerusalém.
Sendo assim, chama-se à cidade de Jerusalém um “vale”, porque, embora edificada sobre montes, era dominada por alturas circunjacentes ainda maiores, com vales entre elas; ou talvez porque um vale é uma depressão solitária e tranqüila, no meio de montanhas.
O vale da Visão era como que um lugar onde se manifestava a presença de Deus.

VALE DO SAL
Um sítio na vizinhança de Petra (Sela), onde Davi e Amazias derrotaram e mataram grande número de edomitas (2 Sm 8:13; 2 Rs 14:7; 1Cr 18:12).

VAIDADE
Qualidade de ser vão, inútil, sem solidez, sem duração, ilusório.
“Até quando... amareis a vaidade” (Sl 4:2), “Todo homem... é pura vaidade” (Sl 39:5), “Não mais andeis ... na vaidade dos seus próprios pensamentos” (Ef 4: 17).

VASTI
Palavra persa, a mais excelente: A rainha que o rei Assuero (Xerxes) depôs, elevando depôs Ester à alta posição de sua esposa (Et 1:9-19; 2 1-17).

VAU
Sexta letra do alfabeto hebraico.
Emprega-se para marcar a sexta secção do Salmo 119, e no início de cada linha do v. da mesma secção.
Em diversas fases do desenvolvimento do alfabeto hebreu veio a assemelhar-se com outras letras do mesmo alfabeto.
No túmulo de Tiago, já um século antes de Cristo, vau e zain distinguiam-se uma da outra com muita dificuldade.
O jod somente se conhecia por um pequeno ângulo na extremidade superior.

VEIO
1. Tira de terra ou de rocha que se distingue da que a ladeia pela natureza ou pela cor. 2.
Parte da mina onde está o mineral (Jó 28:1).
Há veio donde se extrai a prata.

VINGANÇA
Ato de punir uma ofensa. “A mim me pertence a vingança...” (Dt 32:35; Rm 12:19; Hb 10:30). O dia da vingança do Senhor...” (Is 34:8)”;...a vingança vem, a retribuição de Deus...” (Is 35:4); “... pôs sobre si a vestidura da vingança...”, (Is 59:17)”; O dia da vingança me estava no coração...” (Is 63:4).

INFAME
Que tem má fama, miserável, desprezível.
“Pelo que Deus os entregou às paixões infames...” (Rm 1:26).

VINHA
Terreno onde crescem videiras.
“Noé... Passou a plantar uma vinha.” (Gn 9:20); “Não rebuscarás a tua vinha...” (Lv 19:10).

ALAÚDE
Antigo instrumento de origem oriental e cordas dedilháveis, viola (Is 5:12; Am 6:5).

VISÃO
Este termo é empregado tanto no A.T., como no N.T., no sentido duma manifestação, ou por sonho, ou de outra maneira, pela qual vem ao homem uma mensagem divina, como aconteceu com Abraão (Gn 15:1), com Jacó (Gn 28:12), etc.

VOZ
Em Apocalipse 1:15 diz que a voz de Deus é “como a voz de muitas águas” um som tumultuoso, é o som da voz de Deus onipotente, (Ez 1:24; 43:2).

VÔMITO
Ato ou efeito de expelir pela boca (substâncias que já estavam no estômago).
“Como o cão que torna ao seu vômito, assim é o tolo que reitera a sua estultícia.” (Pv 26:11); “Porque todas as suas mesas estão cheias de vômitos e de imundícia...” (Is 28:8).

VOTO
Uma promessa em termos solenes, voluntária, feita a Deus por uma pessoa, que se obriga a realizar um ato para promover a Sua glória, ou a obster-se de qualquer ato com o mesmo fim em vista.
Na dispensação do AT. os votos eram atos comuns (Nm 3; Jz 11).
Na lei estava estabelecido um preço de resgate por votos, com respeito a coisas oferecidas, ou a pessoas consagradas (Lv 27).
Havia votos voluntários (Dt 23:22); e também obrigatórios (Nm 30:2, 4, 7, 11, 12). A violação de votos era castigada (1Sm 14:24, 39).

Nenhum comentário: